Quinta-feira, 22 de Março de 2007

Cheira a Primavera...

 


Verdi - Traviata - Choeur Bohémiens
Colocado por Quarouble
 
Para ver este vídeo desligue primeiro a música de fundo do blog,
à esquerda, em "Músicas", se estiver a tocar.



"Traviata - Choeurs des Bohémiens"
 
Premier de deux extraits de "L'Opéra imaginaire"
 
Interprété par Le Coro dell'Accademia di Santa Cecilia de Rome
 
Walt Disney avait "commis" Fantasia dédié à la Musique Classique, voici une autre façon de présenter l'Opéra, réussie ...
 
C'est magnifique, plein de poésie et représente un travail considérable pour arriver à un tel résultat.

 

.......................
Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (10)
Domingo, 23 de Julho de 2006

Ginástica

 

 "PLAY"  para ver o filme ...

Temas: ,
Publicado por: Praia da Claridade às 01:10
Link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 21 de Julho de 2005

Humor

-  Como é que as tuas duas primeiras filhas são tão lindas e a última é tão feia?

-  Que é que queres, comecei cheio de entusiasmo e depois desmoralizei...

Recebido por e-mail de: Fernando Bento
Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:25
Link do post | comentar
Sábado, 16 de Julho de 2005

As Irmãs foram ao Bar...

BancosCriativos.jpg

Que lindas pernas !...
Desculpem, Irmãs... Que lindos BANCOS !...

Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:24
Link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 11 de Abril de 2005

Sorte ou Azar...

 

 

Na China havia um garoto pobre que desejava muito um cavalo. 
Um dia o dono de uma cavalaria, sabendo do seu desejo, deu a ele um potrinho. 
Um vizinho, tomando conhecimento do ocorrido, disse ao pai do garoto:
"Seu filho é de sorte" 
"Por quê?", perguntou o pai.
"Ora - disse ele -  seu filho queria um cavalo e ele ganha um potrinho. Não é sorte?"
"Pode ser sorte ou pode ser azar!", comentou o pai.
O menino cuidou do potrinho com todo zelo, mas um dia, já crescido, o animal fugiu. Desta vez, o vizinho diz:
"Seu filho é azarado, hein? Ele ganha um potrinho, cuida até a fase adulta, e o potro foge!"
"Pode ser sorte ou azar" repetiu o pai.
O tempo passa e um dia o cavalo volta com uma manada selvagem.
O menino, agora um rapaz, consegue cercá-los e fica com todos eles. Observa o vizinho:
"Seu filho é de sorte!  Ganha um potrinho, cria, ele foge e volta com um bando de cavalos selvagens."
"Pode ser sorte ou pode ser azar", respondeu novamente o pai.
Mais tarde, o rapaz estava treinado um dos cavalos, quando cai e quebra a perna.
Vem o vizinho...
"Seu filho é de azar!  O cavalo foge, volta com uma manada selvagem, o garoto vai treinar um deles e quebra a perna"
"Pode ser sorte ou azar" insiste o pai.
Dias depois, o reino onde moravam declara guerra ao reino vizinho. Todos os jovens são convocados, menos o rapaz que estava com a perna quebrada. O vizinho:
"Seu filho é de sorte..."


Assim é na vida, tudo que acontece pode ser sorte ou azar.
Depende do que vem depois.
O que parece ser azar num momento, pode ser sorte no futuro
.

 

 

Publicado por: Praia da Claridade às 00:04
Link do post | comentar
Terça-feira, 15 de Março de 2005

Sátira

Sátira à Condução

Conduzir em Portugal,
É como ter passaporte,
P'ra sem processo legal,
Entrar no país da morte.

Conduz-se em sinistro jeito,
Sempre em forma acelerada,
Sem o mínimo respeito,
Pelo código da Estrada.

Velocidades ingentes,
De pedal sempre ao fundo,
Faz-nos ser em acidentes,
Quase os primeiros do mundo.

Quanta manobra perigosa,
Por vezes na condução,
Termina em forma horrorosa,
À pancada ou discussão.

As "bombas" p'ra ultrapassar,
É de gesto ou palavrão,
Ou dão luzes p'ra avisar,
Um eminente empurrão.

Passam, mas ficam zangados,
Se afrouxam por acaso,
Atrás dos carros pesados,
Lentos e fora do prazo.

Onde está a cortesia?
Que fica por demonstrar,
Dos que por mera mania,
Só têm pressa a guiar.

Tome este conselho a sério,
Deixe de conduzir mal,
P'ra não fazer cemitério,
Das estradas de Portugal!

Euclides Cavaco

Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 01:02
Link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2005

Espaço RISOTA

Aprender línguas para quê?

Um suíço, procurando orientação sobre o caminho, pára o seu carro ao lado de outro com dois alentejanos dentro. O suíço pergunta:
- Entschuldigung, koennen sie Deutsch sprechen?
Os dois alentejanos ficaram mudos.
- Excusez-moi, parlez vous français? - Tentou.
Os dois continuaram a olhar para ele impávidos e serenos.
- Prego signori, parlate italiano?
Nada por parte dos alentejanos...
- Hablan ustedes español?
Nenhuma resposta...
- Please, do you speak english?
Nada... Angustiado, o suíço desiste e vai-se embora.
Um dos alentejanos vira-se para o outro e diz:
- Talvez devêssemos aprender uma língua estrangeira...
- Mas pra quê, compadre? Aquele idiota sabia cinco e adiantou-lhe alguma coisa?!
 

Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 14:42
Link do post | comentar | ver comentários (3)

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Cheira a Primavera...

Ginástica

Humor

As Irmãs foram ao Bar...

Sorte ou Azar...

Sátira

Espaço RISOTA

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags