Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

26
Set05

Península do Sinai

Praia da Claridade

PeninsulaSinai.jpg              Sinai.JPG

 

Sinai é uma península montanhosa e desértica do Egipto, entre os Golfos de Suez e Aqaba. Este nome vai buscar a sua origem no deus Sin, deus da Lua. Por isso se diz que Sinai é a "Terra da Lua"; e a terra das águas turquesas da Paz. Ocupa uma posição estratégica que une dois continentes - África e Ásia - separando também dois mares - o Mediterrâneo e o Mar Vermelho. A Península tem uma superfície de 61.000 Km2 em forma triangular dividindo-se em duas partes: Sinai do norte e do sul. A sua fauna é muito variada e extremamente rica especialmente em aves. Também a flora é de grande valor, possuindo mais de 5.000 classes de plantas diferentes.
O Golfo de Aqaba (em árabe: Bahr el-Akabah), também chamado de Golfo de Eilat, consiste na baía nordeste do Mar Vermelho e separa a Arábia da Península do Sinai.

Toda esta região se tornou conhecida devido aos seus muito numerosos poços subterrâneos - é a terra do petróleo, do ouro e de toda a espécie de minerais. Nela convivem pessoas de diferentes credos religiosos. Por esta Península passaram todos os profetas.

Segundo a Bíblia, foi no Monte Sinai que Jeová deu o Decálogo a Moisés.
Os Dez Mandamentos ou Decálogo - do grego (deka), «dez» e (lógoi), «palavras» - é o nome dado aos dez mandamentos da Lei de Deus que, segundo a Bíblia, foram transmitidos a
Moisés no Monte Sinai.
Segundo o
Livro do Êxodo, Moisés conduziu 600 mil judeus escravizados para fora do Egipto, atravessando o Mar Vermelho. No sopé do monte Sinai, recebeu as duas "Tábuas da Lei" com os Dez Mandamentos da Lei de Deus.
O Livro do Êxodo conta a história da saída do povo de Israel do Egipto, onde foram escravos durante 400 anos.

A península foi ocupada pelo exército de Israel em 1967, durante a guerra dos Seis Dias.

Em Sinai encontram-se:
  • O Templo de Sirapid El Jadem: da época faraónica e dedicado à deusa Hator.
  • A Fortaleza do Soldado: que data da época de Saladino.
  • O Convento de Santa Catarina: construído no século IV compreende a Igreja Principal construída no ano 342 e a Igreja de Alika. O convento também possui uma biblioteca com milhares de livros antigos, exemplares únicos escritos em vários idiomas. Este convento é possuidor da mais antiga colecção de ícones do mundo cristão.
Turismo de Lazer, Terapêutico e de Aventura

Sinai possui praias maravilhosas nas quais se podem praticar desportos náuticos como o mergulho. A região é mesmo intitulada a meca dos mergulhadores, dos centros terapêuticos, dos desportos de aventura, dos safaris em 4x4, dos percursos em motos de três rodas pelo deserto, dos passeios de camelo desfrutando de lugares com espécies animais únicas e paisagens insólitas.

Turismo de desportos náuticos

Sharm el Sheikh é a zona mais conhecida pelos mergulhadores de todo o mundo.
Sharm el Sheikh está na península do Sinai, junto do Mar Vermelho. É a maior estação balnear do Egipto. É reputada por causa da grande quantidade de corais na sua costa.

Reservas naturais e zonas protegidas

Rash Mohamed é uma zona única em todo o mundo: compreende áreas de mananciais de água quente (mananciais são todas as fontes de água, superficiais ou subterrâneas, que podem ser usadas para o abastecimento público. Isso inclui, por exemplo, rios, lagos, represas e lençóis freáticos), espécies únicas de plantas e aves e, ainda, do maior agrupamento de corais.
Fonte: Wikipédia
 .
18
Jul05

Santiago de Compostela

Praia da Claridade
Santiago de Compostela é a capital da Galiza, comunidade autónoma da Espanha, na província da Corunha, a norte de Portugal.
É uma cidade mundialmente famosa pela sua catedral de fachada barroca aonde acorrem os peregrinos que efectuam os Caminhos de Santiago de maneira a depararem-se com o Manto de Sant'Iago, um dos apóstolos de Cristo, cujo corpo se diz que foi trasladado para aquele lugar.

Os Caminhos de Santiago são os percursos percorridos pelos peregrinos que afluem a Santiago de Compostela desde o Séc.IX.  Estes são chamados de Concheiros devido ao seu símbolo ser uma concha, normalmente uma Vieira.
Os caminhos espalham-se por toda a Europa e vão todos desaguar aos caminhos franceses que posteriormente se ligam aos espanhois.

O Caminho de Santiago entrou na história há doze séculos, quando foram encontrados os restos mortais do apóstolo Santiago na que hoje é a cidade de Santiago de Compostela.

Esta rota une diversas zonas da Europa a Compostela e foi seguida por milhões de pessoas das mais variadas procedências. O itinerário mais famoso é o Caminho Francês, que se dirige a Santiago atravessando o Norte da Espanha, mas existem outros percursos, não menos importantes, vindos de Portugal, do Sul da Espanha, das Astúrias, do Oeste e do Norte da Europa por via marítima.

O Caminho de Santiago atingiu o máximo esplendor nos séculos XI e XII. Nas últimas décadas voltou a ganhar protagonismo, sendo convertido num itinerário espiritual e cultural de primeira ordem.
Foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu (1987).
E Património da Humanidade na Espanha (1993)  e na França (1998).


Existem vários caminhos em Espanha:
  • Caminho Francês
  • Caminho da Via da Prata
  • Caminho Primitivo
  • Caminho do Norte
  • Caminho Português
  • Caminho da Ria de Arousa
  • Caminho Inglês
  • Caminho de Finisterra

Apenas os Caminhos Inglês, Francês e Português chegam a Santiago, os outros vão-se juntando a estes três, durante o percurso.
O Caminho Finisterra parte de Santiago de Compostela de maneira a chegar ao Cabo Finisterra.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Catedral_Santiago_Compostela.jpg       Santiago.jpg
Catedral de Santiago de Compostela            e            Santiago

13
Fev05

Faleceu hoje a Irmã Lúcia

Praia da Claridade

Irma_Lucia.jpg

Lúcia de Jesus Nascida a 22 de Março de 1907, é filha de António dos Santos e Maria da Rosa. Foi a principal protagonista das aparições falando, ouvindo e vendo, tanto o Anjo como Nossa Senhora. Continua a ter um papel fundamental na divulgação do nome de Fátima. Na medida em que era a mais velha dos três videntes, tornou-se o principal alvo das gentes da aldeia. A pressão a que esteve sujeita foi tal que chegou a renunciar ao encontro marcado com Nossa Senhora, para o dia 13 de Julho. Não fora a determinação da Jacinta e do Francisco, a decisão de não ir à Cova de Iria, esteve eminente. Em 1921, Lúcia foi viver para o colégio das Religiosas de Santa Doroteia, próximo do Porto, por decisão do Bispo de Leiria, debaixo de algum secretismo, na medida em que estava a ser submetida em interrogatórios constantes. Em 1948 após uma breve estadia em Fátima, entrou para o Carmelo de Santa Teresa, em Coimbra, com o nome de Irmã Maria Lúcia de Jesus do Coração Imaculado, onde permanece. Lúcia, esteve cinco vezes em Fátima desde 1921, mas o ponto alto das suas visitas a esta terra aconteceu no dia 13 de Maio de 1967, por desejo do Papa Paulo VI, nas cerimónias do cinquentenário das aparições.

Nascimento           22 de Março       de 1907 em Aljustrel
Profissão Solene  31 de Maio         de 1949
Falecimento           13 de Fevereiro de 2005  com 98 anos de idade

Fonte:  http://www.carmelitas.pt/carmelos/coimbra/lucia.htm

Os três pastorinhos em:  http://www.fatimashop.pt/cgi-bin/fsvg.cgi/?page=p_ini

OsTresPastorinhos.jpg

LÚCIA DE JESUS  -  FRANCISCO MARTO  -  JACINTA MARTO  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D