Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

11
Jul05

Linha do horizonte

Praia da Claridade
(Não será um assunto muito fácil para desenvolver neste "espaço"
... mas deixo à consideração dos leitores...)


"Ciências :  A que distância está a linha do horizonte ?

Para um mesmo objecto ser visto do Algarve e do Porto (com distancias de cerca de 650 a 700 kms) qual a altitude que esse objecto tem de estar?

...  a questão parece-me interessante (...)  suscitada pela constatação de que, do alto da Serra de Montejunto (uns meros 600 e poucos metros de elevação),  num único golpe de vista, se alcança uma extensão que vai pelo menos do Cristo Rei/Almada (a Sul) aos arrabaldes da Marinha Grande (a Norte).

Assim, segundo apurado (...), admitindo uma Terra perfeitamente esférica e perfeitamente plana a nível do relevo e negligenciando os factores atmosféricos, temos:

Distância ao horizonte (em Km) ou, grosso modo, o «ponto mais longínquo visível a nível do solo» = 3.571 * raiz quadrada da altura a que os nossos olhos se encontram (em metros).

Deste modo, admitindo que as cidades de Lisboa e do Porto se encontram a uma distância aproximada de 300 Km (presumo que em linha recta talvez seja um pouco menos), para ser visível de ambas as cidades, e para um observador situado ao nível médio do mar, um objecto teria de estar a uma altura mínima teórica aproximada de 2 KM (coincidente, por sinal, com o instante em que estiver a igual distância entre ambas;  surgindo então – em condições ideais - sob a exacta linha do horizonte para observadores em ambas as localidades).

Facto que, a propósito, nos permite ainda tirar outra conclusão:  se a Serra da Estrela se encontrasse a meio caminho entre Lisboa e o Porto, admitindo sempre o modelo da esfera perfeita e do horizonte plenamente desobstruído (e já agora: da atmosfera perfeitamente cristalina),  a célebre «Torre» ficaria aproximadamente no limiar da visibilidade simultânea para os habitantes das duas cidades.

Em termos práticos (nomeadamente para atingir uma altura mínima razoável sob o horizonte) creio, no entanto, que isto nos deixe, com o requisito de um objecto a uma altitude de nunca menos (antes mais) de 10 Km (segundo creio usada, por ex., por muitos voos comerciais) … Ainda assim, em qualquer caso, um valor porventura abaixo do que a priori intuitivamente poderíamos pensar.

Da mesma forma, para ser visível em simultâneo no Algarve e no Porto um objecto teria de estar – sempre dentro do modelo ideal/irreal - a um mínimo teórico de cerca de 10 KM de altitude;  correspondente a um valor prático tão superior quanto maior for a altura (em termos azimutais) a que tenha sido avistado (a fórmula está na quarta ligação infra, em milhas…)."

Fonte:
http://hugovalentim.astrotips.com/modules/news/article.php?storyid=2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D