Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

07
Ago05

O Artesanato

Praia da Claridade

Considera-se  Artesanato  todo trabalho manual, onde mais de 80% da peça foi fruto da transformação da matéria-prima pelo próprio artesão. Além disso esse produto normalmente reflecte a relação desse artesão com o meio onde vive e a sua cultura.

Artesanato pode ser com ou sem ajuda de ferramentas e mecanismos caseiros, que as pessoas dão às matérias brutas, sobras e lixo do consumo industrial, visando produzir peças utilitárias, artísticas e recreativas, com ou sem fim comercial.

Os primeiros artesãos surgiram no período neolítico (6.000 a.c) quando o homem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica como utensílio para armazenar e cozer alimentos e descobriu a técnica de tecelagem das fibras animais e vegetais. No Brasil o surgimento do artesanato ocorreu, também, neste período. Pesquisas permitiram identificar uma indústria lítica e fabricação de cerâmica por etnias de tradição Agreste que viveram no sudeste do Piauí (Estado brasileiro),  em 6000 a.c.

Historicamente, o artesão responde por todo o processo de transformação da matéria-prima em produto acabado. Na verdade antes da fase de transformação o artesão é responsável pela selecção da matéria-prima a ser utilizada e pelo projecto do produto a ser executado.

Esse método de produção tem como uma das suas características a participação do profissional em todas as fases do processo, um alto grau de satisfação e identificação com o produto. Ainda, outras características são: produção em locais pequenos (uma oficina ou a sua própria casa) e a baixa produtividade resultante. O aprendizado das tarefas é transmitido aos novos profissionais de maneira predominantemente prática, no próprio local de trabalho.

A partir do século XI, o artesanato ficou concentrado então em espaços conhecidos como oficinas, onde um pequeno grupo de aprendizes viviam com o mestre-artesão, detentor de todo o conhecimento técnico. Este ensinava em troca de mão-de-obra barata e fiel, recebendo ainda vestimentas, comida e conhecimento. Criaram-se as Corporações de Ofício, organizações que os mestres de cada cidade ou região formavam a fim de defender os seus interesses.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
                                                                                _ _ _

Com o crescimento da indústria, o artesanato entrou num processo de desagregação e decadência, reservando-se para as actividades de carácter marginal dentro do quadro económico do mundo ocidental.

Conceitos e história à parte, hoje o artesanato é a relação das pessoas com as pessoas, um elo entre as culturas e os costumes, a tradição que não é imposta, mas sim passada de pai para filho. De uma forma ou de outra hoje o artesanato, na maioria das vezes, é feito por pessoas comuns, mas que acima de tudo, transmitem os seus sentimentos a cada peça, e que vendem não só objectos e bijutarias, mas vendem emoções, sentimentos, desejos e até tormentos, tudo contido nos seus trabalhos.
</font>

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D