Segunda-feira, 8 de Agosto de 2005

A Água


A água é uma substância abundante na Terra. Existe em vários lugares e formas: na sua maioria nos oceanos e nas calotas polares do nosso planeta, mas também nas nuvens, água de chuva, rios, etc. Sob o ponto de vista químico, a água é um líquido incolor e inodoro, composto de hidrogénio e oxigénio; a sua fórmula química é H2O.

Todas as formas conhecidas de vida precisam de água. Os humanos consomem "água de beber" (água compatível com as características de nosso corpo). Esta fonte natural está tornando-se escassa com a crescente população mundial, e a sua disponibilidade em várias regiões povoadas está na agenda de muitas organizações, que defendem a sua preservação.

Propriedades importantes para os organismos vivos

A água possui muitas propriedades incomuns que são críticas para a vida: é um bom solvente e possui alta tensão superficial. A água fresca tem a sua maior densidade em 4ºC: fica menos densa enquanto gela ou aquece. Como uma molécula polar estável na atmosfera, desempenha um papel importante como absorvente da radiação infravermelha, crucial no efeito estufa da atmosfera. A água também possui um calor específico estranhamente alto, que desempenha muitos papéis na regulação do clima global.

A água é um bom solvente e dissolve vários tipos de substâncias, como vários sais e açúcar, e facilita a sua interacção química, que ajuda metabolismos complexos.

Apesar disso, algumas substâncias não se misturam bem com a água, incluindo óleos e outras substâncias hidrofóbicas. Membranas celulares, compostas de lípidos e proteínas, levam vantagem destas propriedades para controlar as interacções entre os seus conteúdos e químicos externos. Isto é facilitado pela tensão da superfície da água.

Distribuição

Na Terra há cerca de 1.360.000.000 km³ de água que se distribuem da seguinte forma:


  • 1.320.000.000 km³     (97%)  são água do mar.
  • 40.000.000 km³            (3%)  são água doce.

    • 25.000.000 km³ (1,8%)  como gelo.
    • 13.000.000 km³ (0,96%)  como água subterrânea.
    • 250.000 km³       (0,02%)  em lagos e rios.
    • 13.000 km³         (0,001%)  como vapor de água.


Estados da água

Encontramos a água em diversos estados. Na atmosfera ela está em estado gasoso, proveniente da evaporação de todas as superfícies húmidas – mares, rios e lagos; em estado líquido é a forma mais usual da água, encontrada nos grandes depósitos do planeta, nos oceanos e mares (água salgada), nos rios e lagos (água doce) e também no subsolo, constituindo os chamados lençóis freáticos em estado líquido. Para finalizar, também encontramos a água no estado sólido, nas regiões frias do planeta. Do estado gasoso, presente na atmosfera, a água precipita-se em estado líquido, como chuva, orvalho ou nevoeiro, ou em estado sólido, como neve ou granizo.

Certas águas continentais são enquadradas genericamente como água doce e até inequivocamente estudadas como então, embora apresentem pequenas mas evidentes concentrações de sais metálicos, ou seja alguma salinidade, portanto devendo ser vistas como águas de “baixa salubridade” ou até mesmo “águas oligohalinas continentais”. São águas que percorrem solos (internos e/ou expostos), contendo carbonatos de cálcio, magnésio, sódio, etc.. Apresentam dureza e alcalinidade bem mais elevada que as geralmente denominadas de “doce”. Como exemplo típico temos a maioria das águas localizadas na região da Serra da Bodoquena/MS-Br, com alcalinidade e dureza variando de 150mgCaCO3/l até acima de 300mgCaCO3/l.

Água engarrafada

Porquê água engarrafada?

Em condições normais o corpo exige dois litros de água por dia. Sabendo isto, tem-se verificado que as pessoas se têm virado em massa para o consumo de água engarrafada para satisfazer as necessidades do seu organismo, em parte ou na sua totalidade.

Assistimos frequentemente a um número elevado de doenças e escândalos sobre alimentos e bebidas, sobretudo em países industrializados. Assim, as pessoas procuram nestes países segurança contra todas estas inseguranças que se levantam no nosso dia a dia. Mas o aumento do consumo de água engarrafada também se verifica nos países em desenvolvimento e menos industrializados que os anteriormente referidos. Nestes países as doenças são mesmo visíveis e para as evitar o consumo deste tipo de água dispara.


  • É consumida uma média de 15 litros de água engarrafada por pessoa, anualmente.
  • Os europeus são os principais consumidores de água engarrafada, sendo que bebem metade da água engarrafada de todo o Mundo, tendo uma média de 85 litros por pessoa num ano.
  • Os mercados de água engarrafada mais promissores são a Ásia e Oceânia que tiveram um crescimento de anual de 15%, no período de 1999-2001.

Podemos por todos estes motivos afirmar que o consumo de água engarrafada está a crescer a olhos vistos em todo o Mundo, pelo menos nos últimos trinta anos. Actualmente, é considerado como sendo o sector mais dinâmico e um dos mais lucrativos de toda a indústria de alimentos e bebidas, pois o consumo deste tipo de água aumenta cerca de 12% em cada ano. Este aumento só se justifica pelo receio que a maior parte da população tem em consumir água da torneira, pois a água engarrafada sai bastante mais cara do que o consumo da água da torneira que abastece as nossas casas.

Diferentes tipos de água engarrafada

Água mineral natural  –  Esta água é caracterizada por ser uma água do subsolo protegida contra todos os tipos de poluição e por ter um nível constante de sais minerais e outros compostos. Esta água não é tratada, nem é acrescida de sais ou quaisquer outros elementos, tais como os aditivos.

Ex: Alardo, Caldas de Monchique, Carvalhelhos, Luso, Pedras Salgadas, Vidago, ...

Água de mina  –  Água que deriva de uma formação subterrânea, da qual a água corre naturalmente para a superfície terrestre. As águas de nascente fazem parte deste grupo de águas engarrafadas. É de salientar que águas de diferentes minas podem ser vendidas sob a mesma marca registada.

Ex: Água da Penha, Água Serra da Estrela, Caramulo, Sete Fontes, ...

Água purificada  –  Água subterrânea ou de superfície previamente tratada para se adequar na íntegra ao consumo humano. É basicamente igual à água das torneiras, sendo de custo maior e distribuída através de garrafas.

Água artesiana – Água que vem de poços profundos e que é aproveitada para consumo.

Água gasosa – Água que sofre um tratamento e adicionamento de dióxido de carbono. No fim do seu tratamento terá a mesma quantidade de dióxido de carbono que teria na fonte donde foi extraída.

Água da torneira / Água engarrafada

A água engarrafada não é escolhida por muitas pessoas em vão. Muitos portugueses pensam que este tipo de água tem um sabor melhor do que a água da torneira. Para além disso afirma-se muito convictamente que esta água é mais segura e de melhor qualidade. Não necessariamente! Muitas destas opiniões surgem inconscientemente aquando se dá o negócio das companhias de água engarrafada. Muitos anúncios persuasivos fazem com que vejamos esta água como uma alternativa saudável em relação a outras bebidas. Então, e por este motivo, é comprada para fazer com que as pessoas se sintam bem e percam peso, por exemplo.

Conteúdo mineral

De acordo com a Organização das Nações Unidas da Alimentação e Agricultura (FAO) e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), não existem directrizes indicando a recomendação de concentrações mínimas nestas águas. Existe também uma incerteza em relação ao factor nutricional mineral da água engarrafada comparada à água de torneira. É por isso que consumir água engarrafada não significa que ela seja de melhor qualidade ou mais segura do que a água da torneira que já se encontra em nossas casas.

A Segurança e a Saúde

A água da torneira pode ser facilmente contaminada por químicos ou micróbios prejudiciais à saúde pública. No entanto, certos factores e parâmetros podem ser mais facilmente controláveis. Para além disso, é mais difícil conseguir água engarrafada do que água da torneira. Isto deve-se simplesmente ao facto da água engarrafada ser aquecida a temperaturas mais altas do que a água que é normalmente distribuída nos sistemas de tubulação. É, portanto, verdade que micro-organismos de pouco ou nenhum conhecimento público podem crescer em altos níveis. O imprevisível é saber se isso acontecerá em águas engarrafadas ou em águas da torneira, pois, teoricamente, ambas podem ser contamináveis.

Impactos ambientais


  • O mercado de água engarrafada no mundo representa um volume de 89 biliões de litros e está estimado num valor de 25 biliões de euros.
  • 75% do mercado é dominado por produtores e empresas locais.
  • Mais de metade (59%) da água engarrafada bebida no mundo é água purificada os restantes (41%) consomem água de mina ou mineral.
  • Enquanto que a água engarrafada tem origem em fontes protegidas, como por exemplo aquíferos no subsolo e nascentes, a água de torneira vem sobretudo de rios e lagos.
  • Garrafas plásticas

O plástico é feito de petróleo e gás natural, dois recursos não renováveis. Para além disso, são usadas mais de 1,5 milhões de toneladas de plástico só para fabricar garrafas de água. Os processos usados para fazer plástico podem causar graves problemas de poluição que afectarão a saúde humana e o ambiente, se deixados sem regulamentação. A maioria da garrafas de plástico não são recicladas e, consequentemente, vão para aterros sanitários. O mundo está assim cheio de aterros sanitários e, como as garrafas de plástico se decompõem a velocidades muito baixas, permanecerão nos aterros por largas centenas de anos.


  • Transporte
Um quarto da água engarrafada em todo o mundo é consumida fora do país de origem. Assim, emissões de dióxido de carbono, provocando o efeito de estufa, fazem com que existam mudanças climáticas globais. Ainda assim, cerca de 75% da água produzida é consumida à escala regional, limitando estas emissões de gases poluentes.

Corpo Humano

No corpo humano a água é o principal componente. É dito que o envelhecimento pode ser considerado um processo de secagem, uma vez que da infância até a velhice a quantidade de água no corpo diminui gradativamente.

Importante sobre a água

A desidratação


A desidratação ocorre quando o corpo não tem água suficiente para realizar suas funções normais. Ela pode ser leve e causar sintomas como fraqueza, tonturas, dor de cabeça e fadiga, ou severa, podendo levar à morte.

Água do mar

É a água de um mar ou oceano. Em média, a água do mar de todo o mundo tem uma salinidade de 35 (3,5%). Isto significa que para cada litro de água do mar há 35 gramas de sais dissolvidos (a maior parte é cloreto de sódio, NaCl). Esta água não é potável, devido à sua alta concentração de sais, que podem desidratar uma pessoa.

Água potável 

É como chamamos à água que é oferecida à população e que já passou por uma série de tratamentos apropriados que vão reduzir a concentração de poluentes até o ponto em que não apresentem riscos para a saúde.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A água é indispensável a todas as formas de vida.
Sem ela os vegetais e animais não existiriam.

É preciso que TODOS POUPEM A ÁGUA !
Publicado por: Praia da Claridade às 00:20
Link do post | comentar

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags