Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2006

O Caracol

Caracol


O caracol é um molusco gastrópode de concha espiralada calcária, pertencente à família Helicidae. São animais terrestres com ampla distribuição ambiental e geográfica. Os caracóis são terrestres e respiram através de um pulmão.

Gastropoda é um grupo de moluscos que inclui animais univalves (por oposição aos bivalves) como a lesma, o caracol e o caramujo ( molusco de água doce).

A cultura caracóis para consumo denomina-se Helicicultura.


Curiosidade

caramujo é um animal hermafrodita, ou seja, possui no mesmo corpo órgãos sexuais masculinos e femininos, e pesa em média 200 gramas, medindo em média 15 cm de comprimento. A sua concha é alongada e rajada, com cores bege e marrom. Na fase adulta, atingida após um ano de vida, o Achatina pode colocar até 400 ovos em cada ano e o período de incubação leva de 1 a 15 dias. Desenvolve-se muito bem em regiões de clima quente, como nas matas, em regiões sombrias e bastante húmidas como nas proximidades de córregos, rios, lagos e alagados.

caracol é um molusco invertebrado. Possui um esqueleto externo que é a sua concha. O seu corpo divide-se em três partes: cabeça, pé e massa visceral. Na cabeça há uma boca, quatro tentáculos (chifres ou antenas) e um orifício genital. Nos tentáculos maiores estão os olhos; os dois tentáculos pequenos têm função táctil. O orifício genital fica atrás da cabeça, do lado direito do animal. É hermafrodita (possui aparelhos reprodutores dos dois sexos), há uma vagina, um pénis e um dardo calcário no interior do orifício. O pé é a massa muscular que se espalha à frente e atrás da concha. A massa visceral fica no interior da concha. Lá estão o fígado, rim, coração e parte do intestino. A concha é o esqueleto externo. A sua forma e coloração são variáveis conforme a espécie. Ela é também o seu abrigo natural contra predadores, luz, frio e calor. Essa concha é constituída de carbonato de cálcio, daí a importância do cálcio na alimentação do animal.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:05
Link do post | comentar
3 comentários:
De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2006 às 18:29
Gosto... amigo Filipe da imagem do Caracol!agora continuo a pensar,que nunca ei-de comer caracois,nem que seja o melhor petisco do mundo,mas não critico quem gosta,longe disso,mas eu aprecio mais camarão, vem melhor por menos para mim ou então lagosta mas essa será mais para os bolsos dos adinheirados,vamos comendo peixe pequeno e chega,o que e pressiso é saúde.
Beijos Maria ElisaMaria Elisa
</a>
(mailto:mariaelisaramos@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2006 às 15:28
Polassssss este post fez-me sentir culpada...eu adoro comer caracois e esse caracol da foto parece tão fofo que me senti mal de os comer....polas, polas.
Eu prefiro caracois a camarão...hehehehe pois eu sei...podes chamar-me tonta! heheheAna Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)


De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2006 às 15:23
Os teus posts trazem-me sempre à lembrança cenas da minha infância. Depois de grandes chuvadas íamos para o quintal apanhar caracois, dos grandes. Deixavamo-los em sal durante umas horas e depois assavamo-los nas brasas do fogão a lenha. Comidos assim eram uma delícia e dizia o povo que era um alimento que fortificava os pulmões...Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags