Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

26
Ago05

Os dentes

Praia da Claridade

Dente é uma estrutura óssea composta por polpa, dentina e esmalte que se projecta do maxilar ou da mandíbula em todos os craniados. É usado primariamente para a digestão mecânica de partículas de alimento.

Alternativamente, os dentes são utilizados pelo animal como instrumentos de auto-defesa ou de ataque.

Os mamíferos têm dentes altamente diferenciados adaptados a diferentes tipos de alimentação. Além disso, os seus dentes são substituídos de uma forma mais simples, durante as primeiras fases da vida do animal, uma característica denominada difiodontia.

Como os dentes são estruturas que se conservam facilmente, as suas características são muito importantes para identificar fósseis, em paleontologia e arqueologia. Os diferentes tipos de dentes dão igualmente informação sobre a filogenia das espécies.

Dentição humana

Um adulto tem normalmente 32 dentes, dezasseis em cada maxilar. Os quatros incisivos, localizados bem na frente, cortam pedaços de comida não muito duros. Junto deles, estão os dois caninos, um de cada lado. Por serem pontiagudos, servem para cortar e perfurar. Os incisivos e os caninos preparam uma quantidade de alimento para entrar na boca. A tarefa seguinte fica para os quatro pré-molares e seis molares: além de cortar, esmagam e trituram o alimento.

Entre os seis meses e os três anos, toda a dentição humana temporária, também chamada "de leite" ou decídua, está formada. Ela é trocada dos seis aos onze anos. O último a cair é o segundo molar decíduo (de leite). O siso - o terceiro molar - costuma aparecer aos 21 anos; por isso ficou conhecido como "dente do juízo".

Cuidados com os dentes

Os dentes devem ser escovados após qualquer refeição, ao acordar e antes de dormir. O uso regular de fio dental também é necessário uma vez que a escova não alcança as ameias interdentais. Usado criteriosamente uma vez ao dia é o suficiente para a maioria das pessoas. O horário mais recomendado é antes de dormir, mas pode ser usado no horário que se achar mais adequado.

A água das cidades devia ser tratada com flúor e isso seria dever do Estado.

O profissional que cuida dos dentes é o cirurgião-dentista, estomatologista,  popularmente conhecido como dentista.
Ele deve ser visitado pelo menos duas vezes por ano.

Mascar chiclete por mais de vinte minutos num dia cansa a mandíbula e pode estragar os dentes. Mascar chiclete sem açúcar por alguns minutos, entretanto, estimula a secreção da saliva e ajuda a limpar os dentes. Esta é entretanto uma questão controvertida.
Nos chicletes sem açúcar há geralmente o xilitol, substância que previne a cárie.

Principais doenças que acometem os dentes

Cárie e doença periodontal ou periodontite.

A cárie é uma doença degenerativa de origem multifactorial que destrói os dentes. O seu principal agente etiológico é o Estreptococos mutans. A sua acção dá-se através da decomposição dos açúcares e a sua transformação em ácidos que corroem a porção mineralizada dos dentes. O flúor age inibindo esse processo. Além disso, quando não se escova os dentes correctamente e neles deixamos restos de alimentos, as bactérias que vivem na boca vão aderir a esses restos formando a placa bacteriana. Na placa, elas vão transformar o açúcar dos restos de alimentos em ácido, que por sua vez vai corroer o esmalte do dente formando uma cavidade, que é a cárie propriamente dita.

A cárie precisa ser retirada, para isso raspa-se o dente afectado e coloca-se no lugar uma resina branca, amálgama de prata, ou outro material.
A raspagem do dente cariado é um processo simples, por vezes muito desconfortável.
O dente cariado pode ser perdido se não for tratado a tempo.

Como se forma a cárie dentária

As bactérias que se encontram normalmente na nossa boca transformam os restos de alguns alimentos nos dentes em ácidos; tais ácidos, formados por um processo de fermentação, atacam o esmalte do dente (a parte branca)  corroendo-o e provocando a cárie e a inflamação da gengiva.

Os sintomas

No início a cárie não causa dor porque só atinge o esmalte, que é a camada mais dura e menos sensível do dente; se não é tratada, a cárie avança em direcção à dentina, camada mais profunda e sensível à dor; posteriormente, avança até à região do nervo do dente, causando a inflamação do mesmo (pulpite) e intensa dor. O que já era mal poderá ficar pior, caso não seja efectuado o tratamento adequado: poderão surgir abcessos dentários (bolsas de pús) e lesões ósseas.

Como evitar a cárie

Escovar intensivamente os dentes usando pastas dentais com flúor após as refeições. Escovar os dentes com a técnica correcta, pois além de limpar os dentes, massaja-se a gengiva; assim ter-se-há dentes e gengivas saudáveis. Usar o fio dental após as refeições e principalmente antes de dormir; o fio dental remove os restos de comida e a placa bacteriana, nos locais onde a escova não chega. Evitar o consumo frequente de bebidas ou alimentos açucarados, principalmente aqueles que agridem os dentes; se o consumo excessivo de açúcar não pode ser evitado, procurar fazê-lo logo após as refeições, escovando os dentes logo de imediato. Comer alimentos ricos em fibras, como cenoura, maçã, pepino, rabanete, e verduras em geral; eles são considerados "detergentes" naturais, pois estimulam mais a salivação e contribuem para a diminuição da acidez da boca. Dever-se-há procurar o médico dentista pelo menos uma vez ao ano; este poderá detectar inícios de cáries e dar orientações quanto às técnicas de escovagem, uso de flúor, etc.

Doença periodontal é uma doença que acomete os tecidos de suporte dos dentes.
Os tecidos começam a ficar moles e os dentes caem...
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D