Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

31
Ago05

Diana, Princesa de Gales

Praia da Claridade
 
John Travolta dançando com a Princesa Diana
 
John Travolta dançando com a Princesa Diana
 
 
 
Diana, Princesa de Gales, - Diana Frances Mountbatten-Windsor, nascida Spencer -  (nasceu no dia 1 de Julho de 1961, Sandringham - faleceu em 31 de Agosto de 1997, Paris), foi a primeira esposa de Carlos, Príncipe de Gales. Do seu casamento em 1981 até ao divórcio em 1996 ela chamava-se Sua Alteza Real Princesa de Gales e Condessa de Chester, Duquesa da Cornuália, Duquesa de Rothesay, Condessa de Carrick, Baronesa de Renfrew, Senhora das Ilhas, Princesa da Escócia. Ela sempre foi chamada Princesa Diana pela imprensa, apesar de não ser da linhagem real do Reino Unido.

Lady Di  ficou conhecida pelos seus trabalhos de caridade, mas os escândalos do casamento real obscureceram a princesa nos anos 90.

Do seu noivado com o Príncipe de Gales em 1981 até à sua trágica morte num acidente de carro em 1997, em Paris, ela era a mulher mais famosa do mundo: ícone da moda, um ideal de beleza feminina, admirada pelo seu grande envolvimento em causas com a SIDA e a campanha internacional contra as minas terrestres.

Vida

Infância

Diana Frances Spencer é a filha mais nova de Edward Spencer, Vicount Althorp com a sua primeira esposa, Frances Burke Roche. A bisavó de Diana, Frances Work, era descendente do rei Carlos I. Diana foi criada pelo seu pai. Com a morte do seu avô paterno Albert Spencer, Earl Spencer VII em 1975, o seu pai tornou-se o Earl Spencer VIII, e ela adquiriu o título de Lady Diana Spencer. Um ano depois, Lord Spencer casou-se com Raine, Condessa de Darthmouth. Diana foi educada em Norfolk e em Kent, apesar das notas não tão boas, Diana tinha dons para a pintura. Aos 16 anos ela foi admitida no Institut Alpin Vidermanette, em Rougemont, Suíça.

Casamento e família

A família de Diana, os Spencer, tem uma certa proximidade da Família Real Britânica por décadas. A avó materna de Diana, Lady Fermoy, foi amiga de longa data da Rainha Mãe e Charles havia namorado Lady Sarah Spencer, a irmã mais velha de Diana, na década de 1970.

A vida amorosa do príncipe sempre fora notícia em tablóides sensacionalistas, ele era associado a várias mulheres. Havia uma certa pressão para o seu casamento. Com o intuito de ganhar apoio da família, ele deveria arranjar uma pretendente da aristocracia inglesa, que não poderia ser divorciada, e preferencialmente teria que ser virgem. Para Charles continuar como primeiro na linha de sucessão ele também não poderia casar-se com uma católica.

Rumores apontam que a ex-namorada do príncipe, Camilla Parker Bowles (sua actual esposa), ajudou-o a escolher Lady Diana Spencer (na época com 19 anos), que trabalhava como professora de uma escola para enfermeiras, como esposa. O Palácio de Buckingham anunciou o noivado no dia 24 de Fevereiro de 1981. O casamento ocorreu na Catedral de St Paul em Londres na quarta-feira, 29 de Julho com 3.500 convidados (incluindo Camilla Parker Bowles com o seu esposo, neto da Rainha Mãe), cerimónia assistida por cerca de um bilião de pessoas em todo mundo. Diana tornou-se oficialmente a Sua Alteza Real Princesa de Gales e foi imediatamente elevada a terceira mulher mais importante da monarquia, atrás da Rainha Isabel II e da Rainha Mãe.

Carlos e Diana tiveram dois filhos, William em 21 de Junho de 1982 e Harry (conhecido também como Príncipe Harry) em 15 de Setembro de 1984. Após o nascimento de William, a Princesa de Gales sofreu de depressão pós-parto. Sofreu ainda de bulemia nervosa, e tentou inúmeras vezes o suicídio. Numa entrevista ela disse que, enquanto estava grávida de William, atirou-se, propositadamente, de um lance de escadas e foi socorrida pela sua madrasta. Foi sugerido que esse episódio nunca ocorreu, e seria simplesmente uma tentativa de Diana para chamar atenção dos "mídia". Se tivesse acontecido ela teria perdido o bebé. Ainda na década de 1980 o seu casamento começou a ruir. Ambos os príncipes de Gales acusaram-se um ao outro de adultério. Carlos encontrava-se com Camilla Parker Bowles enquanto Diana se envolvia com diversos homens incluindo James Gilby. Ela ainda confirmou, numa entrevista, que também havia tido um caso com o seu instrutor James Hewitt.

A Princesa e Príncipe de Gales separaram-se em 9 de Dezembro de 1992; o divórcio foi pronunciado em 28 de Agosto de 1996. Além do marido, Diana perdeu o título de Sua Alteza Real, e tornou-se somente Princesa de Gales. O Palácio de Buckingham manteve Diana com o título de princesa já que ela era mãe do 2º e 3º filhos na linha de sucessão britânica permanecendo membro da Família Real. Em 2004 a TV americana transmitiu a entrevista polémica na qual Diana discute sobre o seu casamento conturbado e as suas tentativas de suicídio. Essa entrevista nunca foi transmitida no Reino Unido.

Trabalho de caridade

A Princesa de Gales tornou-se bastante conhecida por apoiar projectos de caridade, e é considerada uma grande influência nas campanhas contra minas terrestres e na ajuda de vítimas da SIDA.

SIDA

Em Abril de 1987, a Princesa de Gales tornou-se a primeira grande celebridade a ser fotografada tocando uma pessoa infectada com o vírus HIV. A sua contribuição para mudar a opinião pública em relação aos portadores de SIDA foi levantada em 2001 pelo presidente americano Bill Clinton, quando ele disse:

Em 1987, quando muitos acreditavam que a SIDA poderia ser contraída através do toque, a Princesa Diana sentou-se numa cama onde se deitava um doente com SIDA e segurou a sua mão. Ela mostrou ao mundo que as pessoas com SIDA não mereciam o isolamento, mas sim compaixão. Isso ajudou a mudar a opinião do mundo, ajudou as pessoas com SIDA
, e também ajudou a salvar as pessoas em risco.

Títulos
  • De 1961 a 1975,  Diana era conhecida como Diana Frances Spencer.
  • De 1975, quando o seu pai herdou o título de Earldom Spencer, até 1981, Diana era conhecida como Lady Diana Frances Spencer.
  • Do seu casamento com Sua Alteza Real Príncipe Charles em 29 de Julho de 1981 até ao seu divórcio em 28 de Agosto de 1996, Diana era conhecida oficialmente como Sua Alteza Real Princesa de Gales.
  • De 28 de Agosto de 1996 até sua morte, ela ficou conhecida como Diana, Princesa de Gales.
O uso de "Princesa Diana", apesar de ser comum na imprensa, está incorrecto, por muito tempo Diana tentou corrigi-la.
Fonte: Wikipédia. 
 
 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D