Domingo, 19 de Fevereiro de 2006

Oliveira e Carmo

Jorge Manuel Catalão de Oliveira e Carmo foi um oficial da Marinha Portuguesa que se distinguiu pela sua morte em combate depois de uma acção heróica contras as forças da União Indiana que invadiam a Índia Portuguesa.


Em finais de 1961, o jovem 2º Tenente Oliveira e Carmo comandava a Lancha "Vega"
baseada
em Diu ao serviço do Comando Naval da Índia Portuguesa, quando se dá o ataque da União Indiana àquele território. No dia 18 de Dezembro, depois de tentar efectuar um ataque e reconhecimento ao cruzador indiano "Delhi", o Tenente Oliveira e Carmo decide entrar em combate com os caça-bombardeiros Vampire, da Força Aérea Indiana, que atacavam as forças portuguesas em Diu. Com o fogo da peça antiaérea de 20 mm da "Vega" são repelidos vários ataques aéreos. No entanto num derradeiro ataque os Vampire bombardeiam a lancha matando o seu comandante e dois marinheiros, acabando por afundá-la.

Pelo seu acto heróico, a título póstumo, Oliveira e Carmo foi condecorado com a Ordem Militar da Torre e Espada e promovido ao posto de Capitão-Tenente. Em sua homenagem, a Marinha Portuguesa baptizou uma das corvetas da Classe Baptista de Andrade com o seu nome (NRP Oliveira e Carmo (F489)).

A Ordem Militar da Torre e Espada, oficialmente designada por Ordem da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, é uma das
ordens honoríficas portuguesas que apenas pode ser conferida em três casos:

  • Por méritos excepcionalmente relevantes demonstrados no exercício de funções dos cargos supremos que exprimem a actividade dos órgãos de soberania ou no comando de tropas em campanha;
  • Por feitos de heroísmo militar e cívico;
  • Por actos excepcionais de abnegação e sacrifício pela Pátria e pela Humanidade.

Tem a sua origem histórica na Ordem da Torre e Espada, fundada por Afonso V de Portugal em 1459.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

- - - - - - - - - - - - - - - -

Lancha de fiscalização 'Vega'
Lancha de fiscalização 'Vega'


2º Tenente Jorge Manuel Catalão de Oliveira e Carmo
2º Tenente Jorge Manuel Catalão de Oliveira e Carmo

Fonte: http://www.marinha.pt/extra/revista/ra_dez2001/pag20.html

Uma singela homenagem do autor deste blog.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:03
Link do post | comentar
6 comentários:
De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2006 às 10:27
Assim que puder vou espreitar essa tua amiga :)...ou melhor eu espreitei agorinha mas só deu para ver o template, n quero forçar mto o olhar senão lá vem a bela da enxaqueca tenho de experimentar uma receita milagrosa...oteudoceolhar
(http://oteudocoelhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2006 às 10:25
Como vês amigo Filipe há sempre forma de sermos recompensados pelo nosso esforço e trabalho. Por vezes quando menos esperamos...deves te ter sentido mto bem;) mereçes pela qualidade das tuas pesquisas e empenho nas mesmas...eu bem disse q és um melhor historiador e investigador do que muitos daqueles q tiram o "canudo"...Boa semana, um beijo *oteudoceolhar
(http://oteudoceolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 18:28
És um SER fantástico, conseguiste postar um tema que encheu de alegria a nossa Luiza. Fiquei a conhecer mais um pouco da nossa história e de um dos nossos herois. Eu sou patriota, não patrioteira.jo
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:mjoaojara@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 18:01
Hoje cheguei aqui muito tarde mas não perdi pela epera pois deparei-me com esta comovente homenagem a uma pessoa da minha Família e grande Amigo. Agradeço-te imenso e crê que fiquei muito surpreendida e sensibilizada com a tua ideia. O Jorge Manuel (Jolé para os amigos) tem dois Filhos, um deles nascido um mês depois do Pai ter morrido. Há pessoas que não desparecem porque sempre alguém (e hoje foste tu) que o recorda. Um grande beijo de agradecimento. Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 16:15
Boa tarde amigo Filipe...hoje passo de fugida, talvez mais logo volte...estou com uma daquelas dores de cabeça que só dá vontade de corta-la :)....Como descobriste o meu cantinho das experiências? aquilo n faz sentido nenhum é só mesmo onde faço pequenas experiências;) em todo o caso obrigada pelo comentario :) depois coloco lá no outro lado pode ser??? Beijo até logo**oteudoceolhar
(http://oteudoceolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 13:34
ola filipe. vale sempre a pena passar por aqui. bom fim de semana da leonor.leonoreta
</a>
(mailto:eximproviso@hotmail.com)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags