Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

29
Out05

O Sistema Solar

Praia da Claridade

Mosaico dos planetas do sistema solar excepto Plutao.jpg
Nota: os planetas não estão na mesma escala.



Um sistema solar
ou sistema planetário consiste de pelo menos uma estrela e vários objectos orbitando em sua volta (
asteróides, cometas, planetas e respectivos satélites naturais). O planeta Terra está localizado no nosso sistema solar que tem como estrela o Sol, e podemos chamá-lo simplesmente de O Sistema Solar.

Os planetas

Os principais elementos celestes que orbitam em torno do Sol são os nove planetas principais cujas dimensões vão do gigante de gás Júpiter até ao pequeno e gelado Plutão, com um diâmetro de menos de um quarto do tamanho da Terra.

Próximos do Sol encontram-se os
planetas telúricos que são compostos de rochas e silicatos como a Terra. São eles: Mercúrio, Vénus, Terra e Marte. Depois da órbita de Marte encontram-se os planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno), que são uma espécie de planetas colossais que se podem dividir em dois subgrupos: Júpiter-Saturno e Urano-Neptuno. Por fim, nos confins do sistema solar, na cintura de Kuiper encontram-se os planetas gelados, Plutão. O número poderá ser aumentado para dez em breve, devido à recente descoberta de 2003 UB313, um astro maior que Plutão. Todos os planetas têm nomes de deuses e deusas da mitologia greco-romana.

Mercúrio é o mais próximo do Sol, do qual dista apenas 57,9 milhões de quilómetros, enquanto Plutão está a cerca de 5914 milhões de quilómetros.

As luas e os anéis

Objectos de dimensão considerável que orbitam os planetas são os
satélites naturais ou luas. Estes compreendem pequenos astros capturados da cintura de asteróides como muitas luas de Marte e dos planetas gasosos, até astros capturados da cintura de Kuiper como o caso de Tritão no caso de Neptuno ou até mesmo astros formados a partir do próprio planeta através do impacto de um protoplaneta, como o caso da Lua da Terra.

Os planetas gasosos têm pequenas partículas de pó e gelo que os orbitam em enormes quantidades, são os chamados anéis planetários, os mais famosos são os anéis de
Saturno.

Planetas menores

A classe de astros chamados "planetas menores" inclui vários objectos diferenciados como são os asteróides da cintura principal e os astros da cintura de kuiper.

Os asteróides são astros menores do que os planetas e normalmente em forma de batata e a maioria encontra-se na órbita entre Marte e Júpiter e são compostos por partes significativas de minerais não-voláteis. Estes são subdivididos em grupos e famílias de asteróides baseados em características orbitais específicas. Note-se que existem luas de asteróides, que são asteróides que orbitam asteróides maiores, por vezes são quase do mesmo tamanho do asteróide que orbitam.

Os
asteróides troianos estão localizados nos pontos de lagrange dos planetas, e orbitam o sol na mesma orbita que um planeta, à frente e atrás deste.

Os meteoróides são astros com dimensão entre 50 metros até partículas tão pequenas como pó. Astros maiores que 50 metros são conhecidos como asteróides. Controversa continua a dimensão máxima de um asteróide e mínima de um planeta. Um meteoróide que atravesse a atmosfera da Terra passa a denominar-se meteorito.

Os
centauros são astros gelados semelhantes a cometas que têm órbitas menos excêntricas e que permanecem na região entre Júpiter e Neptuno.

Astros semelhantes aos centauros, são os
transneptunianos que são corpos celestes gelados cuja distância média ao sol se encontra para além da órbita de Neptuno. Pensa-se que os cometas de curto período sejam originários desta cintura. Plutão é por vezes considerado como um objecto da Cintura de Kuiper, e os objectos desta cintura que têm órbitas semelhantes a Plutão são chamados de Plutinos. Os objectos restantes são classificados como Cubewanos (que traduzido seria cebêuns, de CB1) caso se encontrem na cintura principal e os Objectos Dispersos do Disco nas bordas externas da cintura.

Aos maiores "planetas menores" com forma redonda tem sido atribuída a designação de
planetóide, de forma a distingui-los dos asteróides, normalmente vistos com forma de batata. A forma esférica deve-se a que a gravidade destes planetóides ultrapassa a força da matéria que o compõe, levando a formas esféricas. O termo "planeta menor" também tem sido removido dos asteróides da cintura para classificar estes astros intermédios entre asteróides e planetas.

As sementes dos quais os planetas se originaram são chamados de planetésimos que são corpos sub-planetários que existiram durante os primeiros anos do sistema solar e que não existem no sistema solar recente. O nome é também usado por vezes para referir os asteróides e os cometas em geral ou para asteróides com menos de 10 km de diâmetro.

Cometas

Os cometas são compostos largamente por gelos voláteis e com órbitas bastante excêntricas, geralmente como um periélio dentro das órbitas dos planetas interior e com afélio para além de Plutão. Cometas com pequenos períodos também existem; contudo, os cometas mais velhos que perderam todo o seu material volátil são categorizados como asteróides. Alguns cometas com órbitas hiperbólicas podem ter sido originados de fora do sistema solar.

Perélio ou Periélio de peri (à volta, perto) e hélio (sol) é o ponto da órbita de um planeta, ou planetóide, mais próximo do Sol.

Afélio
é o ponto da órbita de um planeta, ou planetóide, mais afastado do Sol.

De momento, os astros da
nuvem de Oort são hipotéticos e encontram-se em órbitas entre os 50.000 e os 100.000 UA, e pensa-se que esta região é a origem dos cometas de longo período.

O novo planetóide
Sedna com uma órbita bastante elíptica que se estende por cerca de 76 a 928 UA, não entra como é óbvio nesta categoria, mas os seus descobridores argumentam que deveria ser considerado parte da nuvem de Oort.

Principais astros do Sistema Solar

No nosso sistema solar existe uma quantidade de planetas, planetóides e luas com uma dimensão considerável.



Planetas, planetóides e principais luas:


  • Mercúrio
  • Vénus
  • Terra

    • Lua

  • Marte
  • Cintura de Asteróides

    • Ceres

  • Júpiter

    • Europa
    • Ganímedes
    • Io
    • Calisto

    • Saturno

      • Encélado
      • Tétis
      • Dione
      • Reia
      • Titã
      • Jápeto

      • Urano

        • Miranda
        • Ariel
        • Umbriel
        • Titânia
        • Oberon

        • Neptuno

          • Tritão

        • Plutão

          • Caronte

        • 2003 UB313 (sem nome oficial, possível novo planeta)
        • Cinturão de Kuiper

          • Orco
          • Ixion
          • 2002 UX25 (sem nome oficial)
          • Varuna
          • 2002 TX300 (sem nome oficial)
          • 2003 EL61 (sem nome oficial)
          • Quaoar
          • 2005 FY9 (sem nome oficial)
          • 2002 AW197 (sem nome oficial)
          • Sedna

          • Nuvem de Oort

          • Objectos hipotéticos do Sistema Solar:



            • Némesis
            • Vulcano
            • Planeta X

            • Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


              Nota:


              Mais desenvolvimento a este artigo, nomeadamente sobre

              Unidades Astronómicas,  no dia  2-Novembro-2005.

































Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D