Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Feliz Dia de São Valentim !

 
Neste Dia de São Valentim, um santo católico que dá nome ao Dia dos Namorados em muitos países...
 
... O Lenço dos Namorados


O lenço dos namorados é um lenço fabricado a partir de um pano de linho fino ou de lenço de algodão, bordado com motivos variados. É uma peça de artesanato e vestuário típico do Minho, sendo usado por mulheres com idade de casar.
 
Era hábito a rapariga apaixonada bordar o seu lenço e entregá-lo ao seu amado quando este se fosse ausentar. Nos lenços poderiam ter bordados versos, para além de vários desenhos, alguns padronizados, tendo simbologias próprias.
 
Era usado como ritual de conquista. Depois de confeccionado, o lenço acabaria por chegar à posse do homem amado, que o passaria a usar em público como modo de mostrar que tinha dado início a uma relação. Se o namorado (também chamado de conversado) não usasse o lenço publicamente era sinal que tinha decidido não dar início a ligação amorosa.
 
É provável que a origem dos "Lenços de Namorados", também conhecidos por "Lenços de Pedidos" esteja intimamente ligada aos lenços senhoris dos séculos XVII - XVIII, que posteriormente foram adaptados pelas mulheres do povo, adquirindo os mesmos, consequentemente, um aspecto mais popular.
 
Existe actualmente uma comissão técnica que funciona como órgão avaliador e de certificação deste tipo de artesanato regional.
 
 
ADERE - lenços de namorados com imagens - veja aqui
 
Lenços de namorados com nova imagem:
- Jornal de Notícias - 30 de Junho de 2004 - veja aqui.
  
Pegue na agulha e borde um LENÇO DE NAMORADOS:
- Notícias Magazine - 14 de Fevereiro de 1999 - veja
aqui.
Fonte: Wikipédia. 
 

................................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
27 comentários:
De Chicailheu a 14 de Fevereiro de 2008 às 08:30
Filipe

Muita engraçada esta história dos "lenços dos namorados"

Agora, é tudo descartável...é só no dia e depois vai para o lixo.

Gostei bastante.
beijinhos
desra tua aniga
Chicailheu


De Manuela a 14 de Fevereiro de 2008 às 12:05
Neste dia dos Namorados
Venho aqui comentar
Desejo-lhe um dia feliz
E alguém para namorar.


Abraço

Manuela


De soaresesilva a 16 de Fevereiro de 2008 às 01:29
Costumo comentar no próprio dia em que publicas um novo artigo mas no dia 14, com tantos "namorado" a atender, não tive tempo de vir comentar. Muito interessante esta história dos lenços de namorados. Vi alguns no Museu do Traje, em Lisboa. é impressionante como se conseguia bordar em linho tão fino. Alguns eram lindíssimos, mesmo com erros ortográficos...


De Jorge G - O Sino da Aldeia a 16 de Fevereiro de 2008 às 14:44
Boa tarde.

Interessantíssimo este artigo que nos dá a conhecer, ou a recordar, costumes tradicionais que se vão tantas vezes perdendo na pressa e materialismo exacerbado dos dias de hoje.

Nota: Peço desculpa por desconhecer que o Sino da Aldeia estava na lista dos blogues amigos desta bela Praia da Claridade. Muito obrigado e, se me permite, vou linkar este sereno mar azul de imediato.

Um abraço
Jorge G.


De maripossa a 16 de Fevereiro de 2008 às 22:25
Amigo Filipe. Ontem ainda tentei, fazer alguma coisa, mas acabei por não fazer mais nada, estava deprimida, depois de um dia muito complicado.Gostei muito deste post,sobre o dia dos namorados, para mim ele será em qualquer altura, basta querer... sobre estes lindos lenços conheço bem, pois o Minho é muito fértil em artesanato.
Deixo um beijinho e bom fim semana com amizade Maria Elisa


De Picarota a 21 de Fevereiro de 2008 às 09:45
Gostei destes lenços dos namorados não conhecia,por aqui foi flores beijinho de amizade Salomé


De José Plácido a 22 de Fevereiro de 2008 às 17:35
Olá, Filipe Freitas. Sou José Plácido, jornalista da revista «Visão». Contacto-o para lhe pedir um favor, se lhe for possível. Estou a fazer uma reportagem sobre «avós na Internet» e gostava muito de poder falar com Maria Elisa Ramos (no que tenho urgência, para a poder incluir no artigo), com quem não consigo contactar. Será que me podia facultar o telemóvel ou o e-mail de Maria Elisa? Muito obrigado!
José Plácido - jplacido@edimpresa.pt


De padeiradealjubarrota a 22 de Fevereiro de 2008 às 20:20
Interessante. Também há naprons com corações e dizeres bordados.


De Manuela a 27 de Fevereiro de 2008 às 15:37
Amigo que é feito de si?
Vá lá venha até ao meu blog ver se gosta da surpresa que tenho lá.

Abraço

Manuela


De Jofre Alves a 27 de Fevereiro de 2008 às 18:25
Artigo interessante, como sempre. Deixo saudações de boa semana.


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags