Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Castanhas

 
Castanhas, algumas no interior do ouriço

Castanhas, algumas no interior do ouriço

Clique aqui para ampliar a imagem




Sabia que...
 
As castanhas retardam o envelhecimento. Para além das gorduras insaturadas, são uma excelente fonte de proteínas, magnésio, potássio, cálcio, zinco e, muito importante, as fibras.  A castanha fresca é uma boa fonte de vitamina C, de tiamina (B1), de piroxila (B6), de potássio (K) e de fósforo (P). Quem tem o hábito de consumir castanhas regularmente parece ter uma melhor condição física.
 
As castanhas ajudam a prevenir  as doenças cardiovasculares. Incluir uma pequena dose de castanhas na alimentação pode diminuir o colesterol e ajudar a reduzir o risco de doença cardíaca.  A castanha não é indigesta, se não for comida em associação com pão, arroz, batata e outros alimentos feculentos. O consumo de castanha é compatível com leite e derivados, fruta fresca, etc. e deve ser bem mastigada.
 
A castanha que comemos é, de facto, uma semente que surge no interior de um ouriço (o fruto do castanheiro). Mas, embora seja uma semente como as nozes, tem muito menos gordura.
 
A castanha pode melhorar:
 
- Anemia, astenia física e intelectual.
- Hemorragia.
- Presença de sangue nas fezes.
- Varizes e hemorróidas.
- Bronquite.
- Vómitos.
- Náuseas.
 
..................................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
6 comentários:
De TiBéu ( Isa) a 7 de Novembro de 2007 às 00:18
Não tinha este conhecimento, mais uma vez obrigada. A foto está bonita, Gosto muito, mas os meus diabetes não me deixam comer como eu desejava.
Bom S. Martinho. bj e boa semana


De lena a 7 de Novembro de 2007 às 01:01
Olá amigo...

(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

Que tu tenhas Hoje,
e a cada Dia
A Força dos céus,
A Luz do Sol,
O Brilho da Lua,
O Resplendor do Fogo,
A Presteza dos Ventos,
A Profundidade do Mar,
A Estabilidade da Terra,
A Firmeza da Rocha
E o AMOR DE DEUS.
Com Carinho....LENA...

(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

Beijos com carinho e amizade


De maripossa a 7 de Novembro de 2007 às 16:54
Amigo Filipe. Ontem estive por aqui um pouco ainda falei com a Chica, depois nem tempo tive para jantar, pois foi a chamada, andamos no monte até as 2 da manhã, apagava-mos de um lado era logo atear de outro, não apanham ninguém ? é duro. Amigo desculpe, este desabafo , sobre as castanhas adoro sejam de que maneira for, o que não posso é comer, muitas pois me faz mal, ao sistema digestivo
Beijinho de amizade Maria Elisa


De Maria Papoila a 7 de Novembro de 2007 às 20:42
Amigo Filipe:
Bela foto das castanhas!
"Quentes e Boas!" Sem dúvida que um grande alimento e que fazia parte da alimentação na Idade Média e ainda muito usada em trás-os Montes nos assados.
Beijos


De Conceição Pereira a 8 de Novembro de 2007 às 00:06
Oi Filipe, meu amigo.
O que se aprende contigo. Por acaso desconhecia tantas propriedades na castanha.
Que é um fruto bom, lá isso é, só é pena não poder come-las com frequência.
O que tb é pena é as dos vendedores de rua serem tão caras, pq para mim não há castanhas assadas que me saibam tão bem quanto essas.
Vai-nos deliciando sempre com esse teu saber.
Bjs aí para o pessoal de casa.
Um forte abraço da família Pereira


De soaresesilva a 8 de Novembro de 2007 às 01:31
A fotografia está tão bonita que desperta o apetite para as castanhas. Cá em casa comem-se mas só pelo S. Martinho, quer assadas, quer cozidas. Não sabia que tinham tantas propriedade nutritivas. Vou passar a comer mais.


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags