Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Mosteiro dos Jerónimos

 
Mosteiro dos Jerónimos - Lisboa - Portugal
 
 
 

Monumento à riqueza dos Descobrimentos, o Mosteiro dos Jerónimos situa-se em Belém, Lisboa, à entrada do Rio Tejo. Constitui o ponto mais alto da arquitectura manuelina e o mais notável conjunto monástico do século XVI em Portugal e uma das principais igrejas-salão da Europa.
 
Destacam-se o seu claustro, completo em 1544, e a porta sul, de complexo desenho geométrico, virada para o rio Tejo. Os elementos decorativos são repletos de símbolos da arte da navegação e de esculturas de plantas e animais exóticos.
 
 
História
 
Encomendado pelo rei D. Manuel I, pouco depois de Vasco da Gama ter regressado da sua viagem à Índia, foi financiado em grande parte pelos lucros do comércio de especiarias. Escolhido o local, junto ao rio em Santa Maria de Belém, em 1502 é iniciada a obra com vários arquitectos e construtores, entre eles Diogo Boitaca (plano inicial e parte da execução) e João de Castilho (abóbadas das naves e do transepto – esta com uma rede de nervuras em forma de estrela –, pilares, porta sul, sacristia e fachada) que substitui o primeiro em 1516/17. No reinado de D. João III foi acrescentado o coro alto. Deriva o nome de ter sido entregue à Ordem de São Jerónimo, nele estabelecida até 1834. Sobreviveu ao sismo de 1755  mas foi danificado pelas tropas invasoras francesas enviadas por Napoleão Bonaparte no início do século XIX.
 
Inclui, entre outros, os túmulos dos reis D. Manuel I e sua mulher, D. Maria, D. João III e sua mulher D. Catarina, D. Sebastião e D. Henrique e ainda os de Vasco da Gama, de Luís Vaz de Camões, de Alexandre Herculano e de Fernando Pessoa.
 
Numa extensão construída em 1850 está localizado o Museu de Arqueologia. O Museu da Marinha  (um dos mais importantes, reconhecidos e visitados museus portugueses) situa-se na ala oeste. O Mosteiro dos Jerónimos é Monumento Nacional de Portugal.
Fonte: Wikipédia. 
 

Página oficial do Mosteiro dos Jerónimos
 
..........................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
10 comentários:
De TiBéu ( Isa) a 16 de Novembro de 2006 às 08:27
Sempre lindo o Mosteiro dos Jerónimos

Depois de ler a linda frase da noite deixo um beijo com votos de um bom dia


De TiBéu ( Isa) a 16 de Novembro de 2006 às 08:28
Sempre lindo o Mosteiro dos Jerónimos

Depois de ler a linda frase da noite deixo um beijo com votos de um bom dia


De Edimar Suely a 16 de Novembro de 2006 às 08:29
lá. bom dia,

Que lindo este mosteiro, hein? Gostei de saber também sobre a história do mesmo. Tenha um bom final de semana e muita paz.
Edimar Suely
edi_suely.blig.ig.com.br


De soaresesilva a 16 de Novembro de 2006 às 12:33
Decerto um dos mais belos monumentos portugueses. E a sua localização não podia ter sido melhor escolhida. Os jardins que entetanto foram criados à sua frente também estão muito bem arranjados, fazendo uma bela moldura àquela joia.


De kapa a 16 de Novembro de 2006 às 13:01
Mais um belo artigo, este do imponente Mosteiro dos Jerónimos.

Contuação deste belo trabalho.

Um bom fim de semana


Kapa


De mfc a 16 de Novembro de 2006 às 15:47
A gente não se cansa de o admirar!


De Maria Elisa a 16 de Novembro de 2006 às 17:44
Olá amigo Filipe!Como gostei desta maravilha!Mosteiro dos Jerónimos,podemos dizer uma maravilha da coroa Portuguêsa,como os nossos antepasados faziam destas maravilhas,que temos tantas espalhadas pelo País,embora muitas vezes todos estes monomentos não são devidamente preservados.
Beijinho amigo,neste dia de chuva e frio aqui no Minho.
Maria Elisa


De Maria Elisa a 16 de Novembro de 2006 às 17:46
Olá amigo Filipe!Como gostei desta maravilha!Mosteiro dos Jerónimos,podemos dizer uma maravilha da coroa Portuguêsa,como os nossos antepasados faziam destas maravilhas,e que temos tantas espalhadas pelo País,embora muitas vezes todos estes monumentos não são devidamente preservados.
Beijinho amigo,neste dia de chuva e frio aqui no Minho.
Maria Elisa


De Maria Papoila a 16 de Novembro de 2006 às 21:13
Uma maravilha este Monumento Nacional, o Mosteiro dos Jerónimos. Sabes que quando construiram o CCB temi pela proximidade ao magnífico Mosteiro, mas quando visitei o CCB reconciliei-me pelas perspectivas diferentes que pude observar do Mosteiro dos Jerónimos. Beijo


De Praia da Claridade a 17 de Novembro de 2006 às 00:59
Ainda hoje me custa a aceitar aquele "mamarracho" do CCB. Também já lá estive, mas aquele tipo de construção não me parece nada adequada às construções envolventes...
Bom fim de semana. Beijo.


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags