Sábado, 28 de Outubro de 2006

Caminho-de-Ferro

 
Inauguração do Caminho-de-ferro em Portugal (28 de Outubro de 1856) - Aguarela de Alfredo Roque Gameiro

Inauguração do Caminho-de-Ferro em Portugal (28 de Outubro de 1856)
Aguarela de Alfredo Roque Gameiro
 
 

A tarde de 28 de Outubro de 1856, ficou para a História de Portugal como o início da circulação de comboios em Portugal.
 
A 1ª viagem teve o seu inicio em Lisboa - Santa Apolónia - com destino ao Carregado, tendo o percurso de cerca de 40 quilómetros demorado 40 minutos.

Hoje,  28 de Outubro de 2006, o Caminho de Ferro público português assinala 150 anos sobre a sua primeira viagem.
 
George Stephenson é conhecido como o pai dos caminhos de ferro britânicos e que projectou a sua primeira locomotiva em 1814. Após 1825, data da construção da primeira linha-férrea em Inglaterra, defendeu-se a sua introdução em Portugal, como uma das formas de modernizar o país.
 
Espaço aberto aos Entusiastas do Caminho de Ferro:
Empresa CP Comboios de Portugal.
 
 
                                      
 
  
_____________________________________________________________________
 
Caminho-de-ferro
é um sistema de transporte baseado em trens ou comboios correndo sobre carris previamente dispostos. O transporte ferroviário é predominante em regiões altamente industrializadas, como a Europa, o extremo leste da Ásia e ainda em locais altamente populosos como a Índia. As ferrovias são o meio de transporte terrestre com maior capacidade de transporte de carga e de passageiros. Em muitos países em desenvolvimento da África e da América Latina, as ferrovias foram preteridas pelas auto-estradas como tipo de transporte predominante.
  
Vias-férreas
 
As vias-férreas são compostas por dois trilhos ou carris (peças de aço, fixadas de forma paralela entre si) destinados ao trânsito de veículos especialmente projectados para tal, como bondes (carro eléctrico tradicional em grandes cidades), vagonetes, litorinas (veículo de transporte ferroviário dotado de motor, também é chamada automotora, comboios ou trens, etc.
 
No caso de tráfego de comboios ou trens a vias denominam-se ferrovias ou caminhos-de-ferro.
 
A distância entre os trilhos de uma via-férrea é denominada bitola.
 
A bitola da via, vulgarmente chamada apenas de bitola, é a distância entre as faces interiores das cabeças dos carris. Em Portugal, como na Espanha, usa-se uma bitola comum de 1668 mm, chamada de bitola ibérica. Recentemente, passaram-se a usar dispositivos de mudança de bitola nos trens que vão para a França (onde se usa a bitola internacional).
 
Engenharia Ferroviária
 
A maioria das linhas-férreas é formada por dois carris paralelos geralmente feitos de aço, dispostos perpendicularmente sobre travessas de madeira ou betão (material da construção civil composto por uma mistura de cimento, areia, pedras britadas e água) assentes em balastro ou lastro (camada de pedra britada sobre o qual assenta o conjunto das travessas). As rodas dos trens ou comboios encaixam-se nos carris, mantidos a uma distância específica constante, a bitola, como se disse acima. A função das travessas é manter os carris na mesma bitola, para evitar distâncias irregulares. Os acidentes provocados pela saída das rodas dos carris são chamados descarrilamentos.
 
No transporte ferroviário, um trem ou comboio consiste em um ou vários veículos (carruagens ou vagões), ligados entre si e capazes de se movimentarem sobre uma linha ou carril, para transportarem pessoas ou carga de um lado para outro, segundo uma rota previamente planeada.
 
O percurso das ferrovias é pontuado por estações, gares, ou terminais, dispostos em locais estratégicos, como concentrações populacionais (cidades, vilas, povoados) ou de produção (fazendas, indústrias, portos).
Fonte: Wikipédia. 
 
 
Publicado por: Praia da Claridade às 00:59
Link do post
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags