Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006

Teatro Nacional D. Maria II

 
Teatro Nacional D. Maria II - Lisboa - Portugal
 
Teatro Nacional D. Maria II - Lisboa - Portugal
 
 
 

Aberto desde 1846, pelas mãos de Almeida Garrett, o Teatro Nacional D. Maria II, que recebeu o nome da filha de D. Pedro IV, nasceu dos escombros do Palácio dos Estaus, antiga sede da Inquisição e que, em 1836, tinha sido destruído por um incêndio. A estrutura neoclássica foi construída por volta de 1842 do século XIX pelo arquitecto Italiano Fortunato Lodi.
 
O Palácio dos Estaus, onde esteve sediada a Inquisição, era o palácio onde originalmente se alojavam os embaixadores Estrangeiros. Ficava no topo Norte do Rossio onde hoje se encontra o Teatro Nacional D. Maria II.
 
Durante um largo período de tempo o Teatro Nacional foi gerido por sociedades de artistas que, por concurso, se habilitavam à sua gestão. A gestão mais duradoura foi a de Amélia Rey Colaço/ Robles Monteiro que permaneceu no teatro de 1929 a 1964.
 
Em 1964 o Teatro Nacional sofreu um brutal incêndio que apenas poupou as paredes exteriores. O edifício que hoje conhecemos, e que respeita o original estilo neoclássico, foi totalmente reconstruído e só em 1978 reabriu as suas portas.
 
Em Março de 2004, o Teatro Nacional D. Maria II foi transformado em sociedade anónima de capitais públicos, passando a denominar-se TNDM II, S.A. – gerido por administração própria e sujeito à superintendência e tutela dos Ministros das Finanças e da Cultura.
 
Neste teatro brilharam muitas estrelas e muitos talentos se revelaram. Aqui brilharam: Eunice Muñoz, Lurdes Norberto, Carmen Dolores, Ruy de Carvalho, Laura Soveral, Anna Paula, Mariana Rey Monteiro, Catarina Avelar, entre muitos outros.
Fonte: Wikipédia. 
 
 
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
9 comentários:
De Pedro Gonçalves a 6 de Outubro de 2006 às 09:48
Mais algo que fiquei a saber. É sempre bom ver blogs com temas culturais.

Um Abraço e bom fim-de-semana.



De Martuxa a 6 de Outubro de 2006 às 15:47
Belissimo, tal como a cidade onde ele se encontra, Lisboa. A minha terra
Sorrisos


De soaresesilva a 6 de Outubro de 2006 às 15:50
Vi neste teatro enormes êxitos com peças cheias de valor e magníficos actores. Penso que agora se vai menos ao teatro, não sei se por desinteresse se por falta de dinheiro...


De Luis a 6 de Outubro de 2006 às 17:09
Contigo aprende-se sempre bastante.
Obrigado.

Abraço
Luis


De GotaDeAmor a 6 de Outubro de 2006 às 17:51
Vim desejar um bom fim de semana ... Beijinho


De Ignotu a 6 de Outubro de 2006 às 18:15
Almeida Garrett é só recordado como autor da história de joaninha e a viagem pelo vale de santarém. Poucos sabem dos seus múltiplos contributos para a cultura portuguesa...


De Praia da Claridade a 7 de Outubro de 2006 às 01:51
É uma opinião, que respeito .....
Mas ainda há muitos que recordam várias obras de Almeida Garrett, como:
Frei Luís de Sousa, O Arco de Sant'Ana, Viagens na minha Terra, Folhas Caídas...
Um bom fim de semana.


De jo a 6 de Outubro de 2006 às 19:00
Vi poucas peças neste teatro, mas como edificio acho-o magnifico.
Bom fim de semana. Abraços


De Maria Elisa a 6 de Outubro de 2006 às 22:23
Meu amigo!Boa noite para si sobre o TEATRO NACIONAL D.MARIA ll Lindo, uma obra de Arte,onde a grande Senhora do Teatro Amélia Ray Colaço fez grandes peças,uma das quais me lembro de,As Arvóres Morrem De Pé!com a sua bemgala na Mão,me lembro bem do Incêndio que o destruíu,e como ele renasceu das cinzas.Grande Obra sem dúvida,e se a gente se esquecer aqui está o nosso amigo Filipe a dar-nos a lição!..No bom sentido,esse sim de cultura.
Amigo Filipe bom fim de Semana beijinho
Maria Elisa


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags