Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

27
Ago06

O Caminho de Ferro Transiberiano

Praia da Claridade

 
Complemento ao meu artigo "A Rota da Seda"
 
 
A Transiberiana em vermelho, e a linha Baikal Amur em verde. Note o Lago Baikal entre as duas.
 
A Transiberiana em vermelho, e a linha Baikal Amur em verde.
Note o Lago Baikal entre as duas.
 
A marca do quilómetro 9288, no final da linha, em Vladivostok.
 
A marca do quilómetro 9288, no final da linha, em Vladivostok
 
 

O Caminho de Ferro Transiberiano ou simplesmente Transiberiana, construída entre 1891 e 1916, é uma rede ferroviária ligando a Rússia europeia com as províncias russas do extremo oriente. Com 9289 km (5772 milhas) e atravessando 8 fusos horários, é a mais longa ferrovia do mundo.
 
A rota principal é a "Linha Transiberiana", que sai de Moscovo para Vladivostok (nas margens do mar do Japão), passando por Nizhny Novgorod no Volga, Perm no rio Kama, Ekaterinenburg nos Urais, Omsk no rio Irtysh, Novosibirsk no rio Ob, Krasnoyarsk no rio Yenisei, Irkutsk perto da extremidade sul do Lago Baikal, Chita e finalmente Khabarovsk. (De 1956 a 2001 o comboio chegava via Yaroslavl em vez de Nizhny Novgorod). Em 2002 a electrificação foi finalizada. Cerca de 30% das exportações russas viajam por esta linha.
 
Uma segunda linha é a Linha Transmanchuriana, que coincide com a Transiberiana até Tarskaya, algumas centenas de quilómetros a leste do lago Baikal (ver imagem). De Tarskaya a Transmanchuriana dirige-se para o sudeste, China adentro, terminando o seu percurso em Pequim.
 
A terceira linha é a Linha Transmongoliana, que coincide com a Transiberiana até Ulan Ude, na margem oriental do Baikal. De Ulan-Ude a Transmongoliana dirige-se para o sul, em direcção de Ulaanbaatar, para depois dirigir-se ao sudeste, em direcção a Pequim.
 
Em 1991, uma quarta rota indo mais longe para o norte foi finalmente terminada, depois de mais de 50 anos de trabalhos esporádicos. Conhecida como a Linha Baikal Amur (em verde no mapa), esta extensão inicia-se da Linha Transiberiana, a várias centenas de quilómetros a oeste do Lago Baikal, e passa pelo lago na sua extremidade norte. Chega ao Pacífico a nordeste de Khabarovsk, em Sovetskaya Gavan (i.e., Porto Soviético, também conhecida como Sovgavan, Sovietgavan e, antigamente, Imperatorskaya Gavan, i.e., Porto Imperial). Apesar desta rota dar acesso à sensacional costa norte do Baikal, ela também passa por algumas zonas de acesso restrito.
Fonte: Wikipédia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D