Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

03
Ago06

O Champignon - cogumelo comestível

Praia da Claridade

 
O Champignon - cogumelo comestível
 
 
 

O champignon é um cogumelo comestível da família das agaricáceas ou também da espécie Agaricus bisporus.
 
Os cogumelos comestíveis, apreciados em muitas dietas Europeias e Orientais, vêm crescendo de importância nos últimos anos, quanto à possibilidade de reciclar economicamente certos resíduos agrícolas e agro-industriais. Por outro lado, considerando o elevado conteúdo proteico dos cogumelos comestíveis, o seu cultivo tem sido apontado como uma alternativa para incrementar a oferta de proteínas.
 
Importância nutricional
 
Além de saboroso, o champignon é nutritivo, rico em proteínas, contendo 2.69% de proteínas, cálcio, ferro, cobre, zinco, vitamina C e folato. Contem dezoito aminoácidos. O folato ou ácido fólico é uma potente vitamina antidepressiva natural. Fontes de folato: espinafre, feijão branco, laranja, espargo, couve de Bruxelas.
 
Como se produz
 
A produção deste tipo de cogumelo é feita em composto orgânico à base de capins (nome de várias plantas gramíneas e quase sempre forraginosas), bagaço de cana, palhas de arroz e/ou trigo e/ou soja, onde primeiramente é feita uma hidratação da mistura e a correcção do pH por meio de calcário. Na sequência é feita uma compostagem para transformação da celulose em proteínas e outros nutrientes que serão digeridos pelo fungo e posteriormente é feita a pasteurização do composto e a “semeadura” do fungo. Após algum tempo é colocada uma camada de turfa (terra vegetal) sobre o composto para induzir os frutos. O produto fica em repouso por um período de tempo em local climatizado até o aparecimento dos frutos e posterior colheita.
 
Como conservar o produto “in natura”
 
Os cogumelos podem ser conservados por 10 dias em refrigerador (4 °C) desde que não estejam lavados. Geralmente, são embalados em bandejas de isopor (250g), recobertos por filme de PVC. Este cogumelo "in natura" é muito mais sadio, pois não leva nenhum agente de branqueamento (bissulfito de sódio) e conserva muito mais o seu sabor original, pois também dispensa conservante (ácido cítrico).
 
O cogumelo pode ser preparado em sopas, molhos, pizas, saladas, estufado acompanhando carne, salteado com ovos, refogados, etc. Quando for retirar a parte mais fibrosa dos cogumelos, não as deite fora. Elas podem ser usadas para o preparar deliciosas sopas.
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D