Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

04
Out07

O primeiro satélite artificial

Praia da Claridade

 
Sputnik 1, o primeiro satélite artificial

Sputnik 1, o primeiro satélite artificial

Clique aqui para ampliar a imagem


 
Sputnik 1 aberto, mostrando o seu interior

Sputnik 1 aberto, mostrando o seu interior

Clique aqui para ampliar a imagem




Faz hoje 50 anos que começou a exploração espacial.
 
 
Sputnik, que em Russo significa "amigo" ou "companheiro", foi o primeiro satélite artificial lançado pela URSS (e o primeiro objecto fabricado pelo homem a orbitar a Terra).
  
Sputnik foi o primeiro satélite artificial da Terra. Foi lançado pela URSS em 4 de Outubro de 1957, no Cosmódromo de Baikonur (base de foguetes da URSS), e a missão que o lançou chamou-se Sputnik I. O Sputnik era uma esfera de aproximadamente 58,5 cm e pesando 83,6 kg. Ele não tinha nenhuma função, a não ser transmitir um sinal de rádio, "beep", que podia ser sintonizado por qualquer rádio-amador. O satélite orbitou a Terra por seis meses antes de cair.
 
O seu foguete, chamado R.7, pesava 4 toneladas e entrou em órbita também. Ele foi projectado originalmente para lançar ogivas nucleares.
 
A missão Sputnik I, junto com o voo de Yuri Gagarin no Vostok I, teve um impacto profundo na história da exploração espacial, foram os eventos que desafiaram os Estados Unidos da América e foram a gota d'água para o lançamento do programa espacial dos EUA objectivando alcançar a Lua.
 
A Sputnik tornou-se uma lenda e um marco da exploração espacial. A sua história confunde-se com a tenacidade do seu principal engenheiro, Sergei Korolev, que mais tarde foi indicado por Nikita Khrushchov, o líder soviético na época, como "engenheiro-chefe" do programa espacial soviético.
 
A missão Sputnik provou duas coisas importantes. Em primeiro lugar que era possível colocar em órbita um artefacto humano, e em segundo lugar, e mais importante, que era possível colocar seres vivos no espaço, inclusive humanos.
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
03
Out07

José Hermano Saraiva

Praia da Claridade

 
José Hermano Saraiva

José Hermano Saraiva

Clique aqui para ampliar a imagem




José Hermano Saraiva (Leiria, 3 de Outubro de 1919), é um historiador e jurista português.
 
Exerceu o professorado liceal, a advocacia e a gestão de empresas. Foi Ministro da Educação entre 1968 e 1970 e embaixador no Brasil entre 1972 e 1974.
 
É bastante conhecido, não só em Portugal mas junto às comunidades portuguesas ao redor do mundo, sobretudo pelos programas televisivos sobre a História de Portugal.
 
É membro da Academia das Ciências de Lisboa, da Academia Portuguesa da História e da Academia de Marinha em Portugal, e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, no Brasil.
 
Foi ainda distinguido, em Portugal, com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública, a Grã-Cruz do Mérito do Trabalho e com a Comenda da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, e, no Brasil, com a Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco.
 
É uma figura polémica não só pela sua actuação enquanto Ministro da Educação do regime salazarista, como também pela sua visão da História que nunca conseguiu obter prestígio entre o meio científico e académico. Os seus críticos assinalam que, apesar de se dedicar há mais de quarenta anos ao estudo da História, não tem nessa área qualquer grau académico superior à Licenciatura; como professor, foi docente do então Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina da Universidade Técnica de Lisboa e de instituições privadas de ensino.
 
Em contrapartida, os seus apoiantes salientam as suas inegáveis qualidades de comunicador televisivo e de divulgador da História de Portugal junto de todas as camadas da população, quer no país quer junto à comunidade portuguesa e luso-descendente no exterior. O estilo teatral de Saraiva e as suas inexcedíveis qualidades de comunicador, transformaram-no no mais conhecido historiador português do século XX, e recentemente, num concurso de televisão, ficou classificado em 22º lugar, entre os maiores portugueses da História.
 
É filho de José Saraiva, erudito e conceituado professor liceal, irmão de António José Saraiva (reputado investigador na área das Letras) e tio de José António Saraiva (jornalista e arquitecto).
Fonte: Wikipédia. 
 

De salientar que, mais uma vez, José Hermano Saraiva incluiu esta cidade da Figueira da Foz em mais um dos seus programas de História, mais precisamente em "A Alma e a Gente" transmitido na RTP-2 no passado dia 23 de Setembro.


.............................................................

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D