Terça-feira, 3 de Maio de 2005

Dia do SOL - 3 de Maio



A importância do SOL

Sem a luz (energia) do Sol, a vida na Terra não seria possível. Não existiriam as plantas,  os ventos, os rios, as cores, enfim nenhuma forma de vida. Seríamos uma imensa massa, escura e fria, congelada a uma temperatura de -270 ºC.

Todas as coisas vivas precisam de se alimentar de energia para crescer, mover e reproduzir. As plantas suprem as suas necessidades captando a luz do sol e convertendo-a em energia química num processo conhecido como fotossíntese. Outros seres vivos, como os seres humanos, que não conseguem realizar a captação de energia dessa forma têm de supri-la alimentando-se de outros animais ou plantas.

Na Terra, quase todas as fontes de energia conhecidas e utilizadas pelos homens foram ou são derivadas do Sol. O carvão, o petróleo, e o gás natural conhecidos como combustíveis fósseis, são produtos da captação e armazenamento da luz solar em plantas, algas e animais pré-históricos, que existiram há milhões de anos atrás. As florestas e culturas agrícolas existentes hoje (como a cana de açúcar), chamadas de biomassas, são também produtos do processo de fotossíntese.

A evaporação de parte da água dos rios, lagos e mares é provocada pela luz do sol. Esses vapores sobem para a atmosfera, reúnem-se formando nuvens que se deslocam, condensam e caem como chuva, reabastecendo os rios e lagos que correm para o mar.

Este ciclo, desde a evaporação até a precipitação é chamado de ciclo hidrológico. A energia contida nas águas correntes dos rios foi aproveitada antigamente através de moinhos de água e mais recentemente por intermédio das chamadas "fábricas" hidroeléctricas. O aquecimento desigual da atmosfera terrestre pelo Sol provoca o surgimento de regiões com diferenças na pressão do ar. As regiões de ar sob altas pressões tendem a mover-se para regiões de baixas pressões, criando os ventos.

Fonte:
http://www.ufpe.br/grupofae/feiras/luzdosol.htm


Barra_comprida_animada.gif


Sol


Estrela de grandeza média, relativamente ao conjunto da nossa galáxia, a Via Láctea, em torno da qual gravitam a Terra e os outros membros do nosso sistema planetário. A sua massa é 333 000 vezes a da Terra e o seu volume 1 400 000 vezes. A distância do nosso planeta ao Sol é de cerca de 150 milhões de quilómetros (ou 1 U.A., aproximadamente), demorando a sua luz, para chegar até nós, pouco mais de oito minutos.

O Sol apresenta uma estrutura granulosa e o seu brilho não é uniforme, sendo o bordo menos brilhante que a parte central do disco solar. As camadas exteriores do Sol dividem-se em: fotosfera, a mais profunda, com cerca de 300 km de espessura e uma temperatura mínima de 6000°C; a cromosfera tem cerca de 8000 km de espessura, de onde emergem enormes jactos luminosos, as protuberâncias, que chegam a atingir 800 000 km; e a coroa com a altura de 1 milhão de quilómetros e temperatura de 1 milhão de graus Celsius; a temperatura interna solar atinge 20 milhões de graus Celsius. Presume-se que o Sol tenha 5 biliões de anos de idade, pela sequência principal do diagrama de Hertzsprung-Russel, pode ser considerado uma estrela anã. O seu império - o Sistema Solar - compreende 9 planetas, 1600 asteróides, 32 satélites e um grande número de cometas. Diâmetro: 1 390 000 km; Superfície: 1 940 000 km²; Volume: 2 700 000 milhões de km3; Massa: 2 x 103 t; Velocidade absoluta (em relação ao centro da via Láctea): 216 km/s; relativa (em relação às estrelas mais próximas): 19 km/s. Futuro: o Sol perde cada dia 360 mil milhões de toneladas transformadas em energia. A sua atracção vai, por isso, enfraquecendo e daí que a Terra se afasta do Sol 1 metro por ano.

Além da alternância das estações do ano, entre dias e noites, o Ciclo Solar tem muitos efeitos importantes, que influenciam o nosso Planeta. Estudos de Heliosismologia executados a partir de sondas espaciais, permitiram observar certas "vibrações solares", cuja frequência aumenta com o aumento da actividade solar, acompanhando o ciclo de onze anos de erupções, a cada vinte e dois anos existe a manifestação do chamado hemisfério dominador, além da movimentação das estruturas magnéticas em direcção aos pólos, que resultam em dois ciclos de dezoito anos com incremento da actividade geomagnética da Terra e da oscilação da temperatura do plasma ionosférico na estratosfera de nosso planeta.

Foram observadas emissões electromagnéticas em forma de anéis de diversos tamanhos com temperaturas na ordem de dois milhões de graus Kelvin, além de emissão de massa coronal a cada vinte e quatro horas aproximadamente.


Para quem estiver interessado:

Sol
Dados astronómicos

Distância média à Terra ..........     150 000 000 km (93 000 000 milhas)
Brilho Aparente (V) ................     -26,8
m
Brilho Absoluto .......................        4,8
m

Características Físicas

Diâmetro ........................................    1 392 000 km
Diâmetro relativo (dS/dE) ................    109
Área de superfície ............................    6,09 × 1012 km2

Volume ..........................................     1,41 × 1027 m3
Massa .............................................    1,9891 × 1030    kg
Massa em relação à Terra .................    333 400
Densidade média .............................    1411 kg m
-3
Densidade em relação à Terra............    0,26
Densidade em relação à água ............    1,409
Gravidade na superfície ....................    274 m s
-2
Gravidade relativa (superfície)..........    27,9 g
Temperatura na superfície ................    5506,85 ºC
Temperatura da coroa ......................             5 × 106ºC
Luminosidade (LS) ............................   3,827 × 1026 J s
-1

Características Orbitais


Período de rotação : 

No equador .............     27d   6h 36m
A 30° latitude .........     28d   4h 48m
A 60° latitude .........     30d 19h 12m
A 75° latitude .........     31d 19h 12m

Período de translação em
torno do centro da Galáxia ........   2,2 × 108 anos

Composição da
Fotosfera

Hidrogénio ............   73,46 %
Hélio .....................   24,85 %
Oxigénio ................     0,77 %
Carbono .................     0,29 %
Ferro .....................     0,16 %
Neón .....................     0,12 %
Azoto .....................     0,09 %
Silício ....................     0,07 %
Magnésio ................     0,05 %
Enxofre ..................     0,04 %

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Barra_comprida_animada.gif

A importância do sol no organismo

Os raios solares ativam a vitamina D no nosso organismo. E é ela a responsável pela absorção de cálcio. Apenas 15 minutos diários, antes das 10 horas ou depois das 15 horas  são suficientes.
Evite os ladrões de cálcio:  refrigerantes, bebidas alcoólicas, cafeína, açúcar, proteínas em excesso e sódio reduzem os efeitos do cálcio. O tabaco também pode eliminar os minerais que existem nos ossos.

Energia Solar:  economia para o seu bolso,
benefício para o futuro

O Sol é uma fonte emissora de energia que existe há mais ou menos 5 biliões de anos e que continuará emitindo energia por, no mínimo, mais uns 5 biliões. A energia solar é totalmente gratuita, inesgotável e disponível em todo o globo terrestre. Além disso, ela é não poluente e susceptível a inúmeras aplicações. Mesmo assim,  ainda é pouco utilizada no nosso país. Muitas pessoas acham que o investimento em equipamentos que trabalham com esse tipo de energia é muito alto ou que não existe tecnologia avançada o suficiente para tal.
A realidade é bastante diferente. Se reparar, já se encontram com facilidade. Actualmente, é possível recuperar o investimento feito nesses equipamentos e na manutenção em aproximadamente dois  anos, devido à redução das contas de energia eléctrica do seu distribuidor normal. E as placas colectoras, que ficam no telhado das casas, não sofrem mais rompimentos, pois são utilizados materiais resistentes e até anti-congelantes na sua fabricação. E as opções são várias também no aspecto da temperatura, das horas de utilização e, se necessário poderá haver uma compensação técnica para dias com menos sol.
Não deixe de considerar a energia solar 
por respeito ao nosso planeta. Ela será de importância vital para o futuro, por duas razões. Primeiro, as fontes de combustível fóssil e de fusão nuclear são limitadas e a utilização desta última apresenta sérios problemas de segurança. Segundo, o uso de reservas de combustível resulta na poluição do meio ambiente por meio da disposição dos resíduos e da libertação de calor, ocasionando inclusivé perigosas mudanças climáticas.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:05
Link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

Poemas


“ AR LIVRE ”

“ A menina translúcida passa.
Vê-se a luz do sol dentro dos seus dedos.
Brilha em sua narina o coral do dia.

Leva o arco-íris em cada fio do cabelo.
Em sua pele, madrepérolas hesitantes
pintam leves alvoradas de neblina.

Evaporam-se-lhe os vestidos, na paisagem.
É apenas o vento que vai levando seu corpo pelas alamedas.
A cada passo, uma flor, a cada movimento, um pássaro.

E quando pára na ponte, as águas todas vão correndo,
em verdes lágrimas para dentro dos seus olhos. ”

( Cecília Meireles  - 1901/1964 )



Barra_comprida_animada.gif



“ A ÁRVORE DA SERRA ”

“- As árvores, meu filho, não têm alma!
E esta árvore me serve de empecilho...
É preciso cortá-la, pois, meu filho,
Para que eu tenha uma velhice calma!

- Meu pai, por que sua ira não se acalma?!
Não vê que em tudo existe o mesmo brilho?!
Deus pôs alma nos cedros... no junquilho...
Esta árvore, meu pai, possui minha alma!...

- Disse – e ajoelhou-se, numa rogativa:
'Não mate a árvore, pai, para que eu viva!'
E quando a árvore, olhando a pátria serra,

Caiu aos golpes do machado bronco,
O moço triste se abraçou com o tronco
E nunca mais se levantou da terra! ”

( Augusto dos Anjos  - 1884/1914 )

Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
Domingo, 1 de Maio de 2005

Dia da Mãe

Às Mães</a></b>

- às Mães que apesar das canseiras, dores e trabalhos, sorriem e riem, felizes, com os filhos amados ao peito, ao colo ou em seu redor; e às que choram, doridas e inconsoláveis, a sua perda física, ou os vêem “perder-se” nos perigos inúmeros da sociedade violenta e desumana em que vivemos;
- às Mães ainda meninas, e às menos jovens, que contra ventos e marés, ultrapassando dificuldades de toda a ordem, têm a valentia de assumir uma gravidez - talvez inoportuna e indesejada – por saberem que a Vida é sempre um Bem Maior e um Dom que não se discute e, muito menos, quando se trata de um filho seu, pequeno ser frágil e indefeso que lhe foi confiado;
- às Mães que souberam sacrificar uma talvez brilhante carreira profissional, para darem prioridade à maternidade e à educação dos seus filhos e às que, quantas vezes precisamente por amor aos filhos, souberam ser firmes e educadoras, dizendo um “não” oportuno e salvador a muitos dos caprichos dos seus filhos adolescentes;
- às Mães precocemente envelhecidas, gastas e doentes, tantas vezes esquecidas de si mesmas e que hoje se sentem mais tristes e magoadas, talvez por não terem um filho que se lembre delas, de as abraçar e beijar...;
- às Mães solitárias, paradas no tempo, não visitadas, não desejadas, e hoje abandonadas num qualquer quarto, num qualquer lar, na cidade ou no campo, e que talvez não tenham hoje, nem uma pessoa amiga que lhes leia ao menos uma carta dum filho...;
- também às Mães que não tendo dado à luz fisicamente, são Mães pelo coração e pelo espírito, pela generosidade e abnegação, para tantos que por mil razões não tiveram outra Mãe... e finalmente, também às Mães queridíssimas que já partiram deste mundo e que por certo repousam já num céu merecido e conquistado a pulso e sacrifício...
A todas as Mães, a todas sem excepção, um Abraço e um Beijo cheios de simpatia e de ternura!
Parabéns, mesmo que ninguém mais vos felicite!
Obrigado, mesmo que ninguém mais vos agradeça!
 

Fonte: APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas


Poema à Mãe

Dia da mãe?
Mas porquê?
Pois se ela, todo o ano,
nos dá amor e carinho,
nos ampara, nos afaga
e nos dá tudo o que tem.

Sim, porquê só nesse dia
nós lhe mostramos interesse?
A mãe merece presentes,
merece beijos, abraços,
carícias e muito mais.

Por isso nós dia a dia
vamos-lhe passar a dar,
com bondade, amor profundo.

Tendo sempre em pensamento,
seja qual for o momento,
que nenhum de nós sem ela
estaria agora no mundo.

Humberto Reis

</font>
Publicado por: Praia da Claridade às 00:10
Link do post | comentar | ver comentários (1)

1º de Maio - Dia do Trabalhador

História

No dia 1 de Maio de 1886 realizou-se uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago nos Estados Unidos da América. Essa manifestação tinha como finalidade reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação centenas de milhares de pessoas. Nesse dia teve início uma greve geral nos EUA. No dia 3 de Maio houve um pequeno levantamento que acabou com uma escaramuça com a polícia e com a morte de um dos protestantes. No dia seguinte, 4 de Maio, uma nova manifestação foi organizada como protesto pelos acontecimentos dos dias anteriores, tendo terminado com o lançamento de uma bomba por desconhecidos para o meio dos polícias que começavam a dispersar os manifestantes, matando sete agentes. A polícia abriu então fogo sobre a multidão, matando doze pessoas e ferindo dezenas. Estes acontecimentos passaram a ser conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Três anos mais tarde, a 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista reunida em Paris decidiu por proposta de Raymond Lavigne convocar anualmente uma manifestação com o objectivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diário. A data escolhida foi o 1º de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago. Em 1 de Maio de 1891 uma manifestação no norte de França é dispersada pela polícia resultando na morte de dez manifestantes. Esse novo drama serve para reforçar o dia como um dia de luta dos trabalhadores e meses depois a Internacional Socialista de Bruxelas proclama esse dia como dia internacional de reivindicação de condições laborais.

A 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica o dia de 8 horas e proclama o dia 1 de Maio desse ano dia feriado. Em 1920 a Rússia adopta o 1º de Maio como feriado nacional, e este exemplo é seguido por muitos outros países.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags