Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

04
Jun06

Curitiba - Cidade brasileira

Praia da Claridade

 
Curitiba - capital do Estado do Paraná - Brasil
 
Hoje "voamos" até ao BRASIL !... 
 
  

Curitiba é uma cidade brasileira, capital do Estado do Paraná.
 
A sua população de 1.757.904 habitantes, conforme dados recentemente recolhidos pelo IBGE/2005 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Esta estatística coloca-a em 7º lugar entre as cidades mais populosas do Brasil, segundo o censo demográfico de 2000.
 
Há duas versões que são aceites hoje para a origem do nome Curitiba: os índios tupi-guarani - Tupi, Jê e Guarani usavam a expressão coré (pinhão) etuba (muito). Outra versão, também em Guarani combina Kurit (pinheiro) e Yba (grande quantidade). Durante a sua história, Curitiba recebeu um grande fluxo de imigrantes europeus, especialmente italianos, poloneses, alemães e ucranianos.
 
A cidade de Curitiba é especialmente conhecida pelas suas soluções urbanas inovadoras, como os autocarros bi-articulados (utilizados nos grandes centros urbanos ao redor do mundo, foi primeiramente utilizado na cidade de Curitiba no estado do Paraná, possui 27 metros de comprimento e tem capacidade de transportar até 230 passageiros) com as suas faixas exclusivas (possui 27 metros de comprimento e tem capacidade de transportar até 230 passageiros) e o "ligeirinho", modelo adoptado por cidades de outros países, inclusive dos Estados Unidos. A área verde da cidade, 51 metros quadrados por habitante, é cerca de três vezes maior que a área mínima recomendada pela UNESCO. Espalhadas pela cidade, estão as Ruas da Cidadania, que são estabelecimentos municipais onde se encontram pontos de comércio, bibliotecas, serviços de acesso à Internet gratuito, entre outros, e lazer, além de órgãos de serviço do governo municipal, estadual e do governo federal. São os únicos lugares na cidade onde o comércio ambulante é permitido.
 
Por todas essas soluções urbanas, Curitiba foi recentemente recomendada pela UNESCO como uma das cidades-modelo para a reconstrução das cidades do Afeganistão. Apesar disto, como qualquer outra metrópole brasileira, Curitiba ainda sofre com alguns problemas sociais, como a existência de favelas em torno do município e de moradores de rua. O índice de criminalidade, no entanto, ainda é baixo, se comparado com outras cidades do mesmo porte.
 
 
História
 
A região de Curitiba começou a ser povoada por volta de 1630, por habitantes vindos de Paranaguá (litoral do Estado do Paraná), onde havia sido descoberto o ouro de aluvião, formando o povoado de Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais, que foi elevado a vila em 1693. Sem muitos recursos minerais, a região fez com que muitos dos moradores se deslocassem para a região de Minas Gerais. Durante muito tempo, a vila não foi mais do que uma passagem do transporte de gado dos campos de Viamão, no Rio Grande do Sul, a Minas Gerais. O desenvolvimento na cidade começou a partir do início do século XIX, com a exploração e exportação da erva-mate, sendo elevada à categoria de cidade em 1842. Em 1853, o sul e sudoeste da província de São Paulo separam-se desta, formando a nova província do Paraná, da qual Curitiba se torna capital.
 
A partir de 1867, a cidade começa a receber levas de imigrantes, na sua maioria eslavos e italianos. Durante o século XX, especialmente na última metade, a cidade passa a ter um grande incremento populacional, já consolidada como pólo regional de comércio e serviços, tornando-se uma das cidades mais ricas do Brasil e pioneira em muitas soluções urbanísticas.
 
 
Demografia
 
Na formação histórica, a demografia é o resultado da miscigenação das três etnias que compõem a população curitibana: o índio, o português e o negro. Mais tarde, com a chegada dos imigrantes europeus, especialmente poloneses, italianos e alemães, formou-se um conjunto de culturas.
 
 
Imigrantes
 
O processo de desenvolvimento populacional tanto da cidade como do município teve origem com a imigração europeia. Os alemães a partir de 1833; em 1871, os italianos; e por último, os poloneses e ucranianos. Actualmente a cidade é o centro da cultura polonesa no Brasil. Em 1876, existiam vinte colónias agrícolas compostas de vários grupos étnicos, os quais abrigavam, além de agricultores, outros profissionais. Merecem destaque as colónias de imigrantes japoneses e sírio-libaneses. Actualmente, essa expansão foi substituída pelas migrações internas, cujos elementos vieram principalmente de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
 
 
Localização geográfica
 
Curitiba, capital do Estado do Paraná, situada no primeiro planalto, na sua parte menos ondulada, também denominado platô curitibano, este fica nas coordenadas 25º25'04" Sul de latitude e longitude 49º14'30" Oeste (Maack). A sua altitude de 934,6 m. acima do nível do mar supera a de qualquer outra capital estadual. A cidade ocupa uma superfície de 430,9 km².
 
 
Clima
 
O seu clima é subtropical húmido, sem estação seca, com Verões suaves e Invernos relativamente frios, pela classificação de Köppen. O índice pluviométrico alcança 1.500 mm em média por ano, pois as chuvas são uma constante do clima local. Este facto em parte deve-se ao grande desmatamento da Serra do Mar, barreira natural de humidade.
 
A grande altitude dá à cidade características próprias, como um Inverno mais frio do que as demais capitais do Brasil. 
É caracterizada por ter temperaturas médias anuais mais baixas e geadas periódicas.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D