Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

24
Mai06

O Helicóptero

Praia da Claridade

 
Bell Helicopters - Bell 407
 
 
 

Helicóptero - do grego helix (espiral) e ptero (asa) - é uma aeronave de asas rotativas mais pesada que o ar propulsionada por um ou mais rotores (1) horizontais maiores (propulsores) que quando girada pelo motor cria a sustentação necessária para o voo. São classificados como aeronave de asa-rotativa para os distinguir das aeronaves de asa-fixa convencional (avião).
 
 
História
 
A primeira ideia um pouco prática de um helicóptero foi concebida primeiro por Leonardo da Vinci no século XV, mas esquecida até a invenção do avião no século XX. Desenvolvedores como Louis Breguet, Paul Cornu, Juan la de de Cierva, Emile Berliner, e Igor Sikorsky abriram caminho para este tipo de aeronave. O primeiro voo de um helicóptero completamente controlável foi demonstrado por Hanna Reitsch em 1936 em Berlim, Alemanha.
 
 
Finalidades
 
Os helicópteros têm serventias militares e civis, como passagem de tropa, apoio de infantaria, combate ao fogo, operações entre navios, deslocamentos de empresários, evacuação de vítima, polícia e vigilância de civis, transportes de bens (alguns helicópteros podem levar cargas que podem ser atiradas por pára-quedas) etc.
 
 
Vantagens e desvantagens
 
Comparando com os aviões, os helicópteros são muito mais complexos, mais caros na compra e operam, relativamente, com reduzida velocidade, com pouca autonomia e com pouca capacidade de carga. A vantagem obtém-se na habilidade de manobra: os helicópteros podem pairar, inverter trajectória, e acima de tudo com voo vertical à terra. Dependendo do reabastecimento e quantidade de carga, um helicóptero pode viajar para qualquer localização, e aterrar em qualquer lugar desde que haja espaço no local de aterragem.
 
 
(1) - Rotor é o componente de um helicóptero destinado a prover a sustentação necessária ao voo. Pode ser descrito como um tipo especial de hélice mas incorpora articulações nas pás que permitem os movimentos de passo, abano e avanço.
 
O movimento de passo é o que permite a mudança do ângulo de ataque das pás e faz variar a sustentação.
 
O movimento de abano é o que permite ao rotor acomodar-se a eventuais esforços devidos à precessão giroscópica durante o voo translacional. Juan de La Cierva foi o primeiro a utilizar esse artifício na construção dos autogiros.
 
O movimento de avanço e recuo das pás permite a sua acomodação aos esforços devidos ao arrasto aerodinâmico das pás durante o voo translacional.
 
A combinação destes movimentos permite ao helicóptero deslocar-se longitudinalmente sem que a precessão giroscópica o faça emborcar, como acontecia com os primeiros aparelhos.
 
Num helicóptero convencional o rotor principal provê a sustentação, enquanto que o rotor de cauda provê o controle anti-torção e evita que a fuselagem gire no sentido oposto ao do rotor principal.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D