Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

17
Mai06

O Saxofone

Praia da Claridade

 
Saxofone alto
 
Saxofone alto
 
 
Duas boquilhas para sax tenor; a da esquerda mais utilizada para musica clássica, a da direita mais apropriada para o pop ou jazz.

  
Duas boquilhas para sax tenor:
a da esquerda mais utilizada para musica clássica,
a da direita mais apropriada para o pop ou jazz.
 
 

Palhetas para sax alto e sax tenor respectivamente 
  
Palhetas para sax alto e sax tenor respectivamente
 
 
 

O saxofone é um instrumento de sopro inventado em 1840 pelo belga Adolphe Sax (1), um respeitado fabricante de instrumentos, que viveu na França no século XIX.
 
 
História
 
Ao contrário da maioria dos instrumentos populares hoje em dia, que para chegar aos seus formatos actuais foram evoluídos de instrumentos mais antigos, o saxofone foi um instrumento inventado. O pai do saxofone foi o belga Antonie Joseph Sax, mais conhecido pela alcunha de Adolphe Sax. Filho de um fabricante de instrumentos musicais, Adolphe Sax aos 25 anos foi morar em Paris, e começou a trabalhar no projecto de novos instrumentos. Ao adaptar uma boquilha semelhante ao do clarinete numa espécie de corneta, Sax teve a ideia de criar o saxofone, que foi concluído em 1840 e patenteado logo em seguida, em 1844.
 
Embora seja feito de metal, o saxofone pertence à família das madeiras, pois o seu som é emitido a partir da vibração de uma palheta de madeira que fica fixada à boquilha.
 
Por ter um som único, com propriedades tanto dos instrumentos de madeira, quanto dos de metais, o saxofone logo foi adoptado por muitos músicos. O sax tem a capacidade de ter o poder de execução de instrumentos como o clarinete, ao mesmo tempo que tem uma potência sonora quase tão grande quanto à das cornetas. Além disso o seu timbre é um dos que mais se assemelha ao da voz humana, sendo um dos mais apreciados em todos os cantos do planeta.
 
 
Construção
 
O sax é um instrumento fabricado em metal, geralmente latão, com uma mecânica semelhante à do clarinete e à da flauta. É composto basicamente por um tubo cónico com 26 orifícios que têm as aberturas controladas por 23 chaves vedadas com sapatilhas (sapata, rodela, dos instrumentos musicais de sopro) geralmente de couro (nas versões mais modernas) e uma boquilha onde se acopla uma palheta geralmente de bambu (instrumento de palheta simples). A família dos saxofones é bem extensa, mas o desenho é semelhante a todos, sendo de forma similar a um cachimbo ou ainda recto, dependendo do tamanho.
 
 
A família do saxofone
 
A família dos saxofones mais utilizada actualmente é composta por:
 
-  Soprano, armado em Sib
-  Alto ou contralto, armado em Mib
-  Tenor, armado em Sib
-  Barítono, armado em Mib

 
 
Há porém outros modelos mais raros, ou que foram caindo em desuso, por exemplo:
 
Sopranino, armado em Fá e Mib
Soprano, armado em Dó
-  Mezzo-Soprano, armado em Fá
-  "Melody", armado em Dó
Baixo, armado em Sib
-  Contra-Baixo, armado em Mib

 
 
Duas características comuns à família dos saxofones são o sistema de digitação e a escrita. A diferença básica entre os saxofones é o tamanho: o tubo pode variar de poucos centímetros, como no sopranino, a vários metros, como no contra-baixo.
 
Outra peculiaridade é que os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, a nota escrita não é a mesma nota que ouvimos (som real). Assim, para podermos ouvir uma nota equivalente ao dó de um piano é necessário escrever notas diferentes dependendo em qual tonalidade o saxofone é armado.
 
 
A boquilha
 
A boquilha é a peça que se encaixa na ponta do saxofone e na qual é fixada a palheta. O seu funcionamento é semelhante ao de um apito, que gera as vibrações que irão percorrer o corpo do instrumento e as quais tornarão o som típico do saxofone. As boquilhas podem ser fabricadas dos mais diversos materiais: massa plástica, metais, acrílico, madeira, vidro e até mesmo osso, contudo as de massa plástica e de metais são as mais utilizadas.
 
O formato das boquilhas também pode variar bastante, tanto externamente quanto internamente. Alterações nos formatos implicam em alterações significativas do som produzido, e devido a este facto a escolha da boquilha é uma decisão muito pessoal para cada saxofonista. Não existe um padrão entre as fábricas. A grosso modo, duas medidas internas são definidas: a altura da abertura e a sua profundidade. Quanto maior for a abertura e menor a profundidade, mais estridente será o som produzido, já o contrário resulta num som abafado e pequeno.
 
 
A palheta
 
A palheta está para o saxofone assim como a corda está para o violão. Ela é a responsável pela emissão do som emitido pelo instrumento. Ao soprarmos a boquilha é gerada uma coluna de ar que faz vibrar a palheta, produzindo o som.
 
As palhetas são fabricadas com madeira, geralmente cana ou bambu, existindo porém palhetas sintéticas criadas pela engenharia moderna. Existem numerações para determinar o nível de dureza de uma palheta, mas esta numeração não é padronizada, varia de fabricante para fabricante. Quanto mais dura é a palheta maior é o esforço para a emissão da nota, contudo menor é o esforço para manter o controle da afinação.
 
 
(1) - Antoine Joseph Adolphe Sax (6 de Novembro de 1814 - 4 de Fevereiro de 1894) foi um construtor de instrumentos belga, conhecido por ter inventado o saxofone.
 
Adolphe Sax nasceu em Dinant, Bélgica. O pai, Charles-Joseph Sax, também era construtor de instrumentos. Adolphe cedo começou a construir os seus instrumentos.
 
Quando deixou a escola, Sax começou as experiências para descobrir novos instrumentos e a sua primeira invenção importante foi um melhoramento no clarinete baixo, que patenteou apenas com 20 anos de idade.
 
Em 1841, Sax mudou-se para Paris, onde continuou a trabalhar na construção e invenção de instrumentos. A sua invenção mais famosa foi o saxofone, destinado a ser usado nas bandas militares.
 
O compositor Hector Berlioz escreveu aprovando o novo instrumento em 1842, mas Sax apenas o patenteou em 1846, depois de desenhar e construir toda a família de saxofones (do soprano ao baixo).
 
A partir de 1867, Sax foi professor do Conservatório de Paris, cidade onde morreu em 1894, e está sepultado no cemitério de Montmartre.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D