Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

30
Abr06

O Tomate

Praia da Claridade

 
O tomate é o fruto do tomateiro
 
 
 

O tomate (do náuatle tomatl ) é o fruto do tomateiro (Solanum lycopersicum; Solanaceae), embora impropriamente considerado como legume pelos leigos.
 
Originário da América Central e do Sul, era amplamente cultivado e consumido pelos povos pré-colombianos, sendo actualmente cultivado e consumido em todo o mundo.
 
 
Origem
 
A maioria dos botânicos atribui a origem do cultivo e consumo (e mesmo a selecção genética) do tomate como alimento, à civilização inca do antigo Peru, o que deduzem por ainda persistir naquela região, uma grande variedade de tomates selvagens e algumas espécies domesticadas (de cor verde) apenas ali conhecidas.
 
Estes acreditam que o tomate da variedade Lycopersicum cerasiforme, que parece ser o ancestral da maioria das espécies comerciais actuais, tenha sido levado do Peru e introduzido pelos povos antigos na América Central, posto que este foi encontrado amplamente cultivado no México.
 
Outros estudiosos acreditam que o tomate seja originário da região do actual México, não apenas pelo nome pertencer tipicamente à maioria das línguas locais (Náuatles), mas porque as cerâmicas incas não registaram o uso do tomate nos utensílios domésticos, como era costume.
 
Os primeiros contestam esta objecção, alertando que muitas outras frutas e alimentos dos incas também não foram representados nas cerâmicas.
 
 
Características
 
O tomateiro é uma planta fanerógama, angiosperma e monocotiledônea. Apesar da crença generalizada de que seja um legume, é um fruto, uma vez que é o produto do desenvolvimento do ovário e do óvulo da flor, formando o pericarpo e as sementes, respectivamente, após a fecundação.
 
O tomate é rico em betacaroteno e contém vitamina C.
 
 
Uso culinário
 
É falsa a noção de que, pelo largo uso nos molhos das massas, o tomate tenha origem na Itália ou mesmo longo uso na cozinha italiana.
 
O tomate sempre foi consumido nas civilizações incas, maias e asteca e pertence a um extenso rol de alimentos da América pré-colombiana desconhecidos do Velho Mundo, do qual fazem parte o milho, vários tipos de feijões, batatas, frutas como abacate e o cacau (de cujas sementes se faz o chocolate), afora artigos de uso nativo que se difundiram, como o chiclete (seiva de Sapota -ou sapoti-) e o tabaco.
 
Inicialmente o tomate era tido como venenoso pelos europeus e cultivado apenas para efeitos ornamentais. Somente no século XIX é que o tomate passou a ser consumido e cultivado em escala cada vez maior, inicialmente na Itália, depois na França e na Espanha.
 
 
Valor nutricional
 
O consumo do tomate é recomendado pelos nutricionistas por se constituir em um alimento rico em licopeno (média de 3,31 mg em 100 gr), vitaminas do complexo B e minerais importantes, como o fósforo e o potássio. Quanto mais maduro, maior a concentração desses nutrientes. O licopeno é uma substância carotenóide protectora da próstata.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D