Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

Henrique de Borgonha

 
Henrique de Borgonha, conde de Portucale
 
Conde D. Henrique de Borgonha  -  Pai de D. Afonso Henriques
 
 
  

Henrique de Borgonha  (1066 — Astorga, 24 de Abril de 1112) foi Conde de Portucale desde 1093 até à sua morte.
 
Ele foi o filho de Henrique de Borgonha, herdeiro de Roberto I, Duque de Borgonha e irmão de Eudes I.
 
Sendo um filho mais novo, Henrique tinha poucas possibilidades de alcançar fortuna e títulos por herança, tendo por isso aderido à Reconquista contra os Mouros na Península Ibérica. Ele ajudou, enquanto cruzado, o Rei Afonso VI de Castela e Leão a conquistar o Reino de Galiza, que compreendia aproximadamente a moderna Galiza e o norte de Portugal, e como recompensa casou com a filha dele, Teresa de Leão. Com este casamento, em 1093, Henrique tornou-se também o Conde de Portugal, condado à época dependente do reino de Leão.
 
Teve vários filhos de Teresa. O mais novo, o único que sobreviveu à infância, foi Afonso Henriques, que se tornou o segundo Conde de Portugal em 1112. No entanto, o jovem Afonso tinha outros planos: em 1128 rebelou-se contra sua mãe que pretendia o condado devolvido a ela, e em 1139 reafirmou-se independente de Leão e proclamou-se Rei de Portugal. O reconhecimento oficial ocorreu em 1143, com a assinatura do tratado de Zamora. Está sepultado na Sé de Braga.
 
D. Afonso Henriques ou D. Afonso I  (25 de Julho de 1109 - 6 de Dezembro de 1185) foi o primeiro rei de Portugal. Em virtude das suas múltiplas conquistas, que ao longo de mais de quarenta anos mais que duplicaram o território que o seu pai lhe havia legado, foi cognominado O Conquistador; também é conhecido como O Fundador e O Grande. Os muçulmanos, em sinal de respeito, chamaram-lhe Ibn-Arrik («filho de Henrique», tradução literal do genitivo Henriques) ou El-Bortukali («o Português»).
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

sinto-me:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:08
Link do post | comentar
5 comentários:
De Paola Vannucci a 24 de Abril de 2006 às 03:14
Que demais, que demais,
vibro cada vez que chego aqui, hoje aqui no Brasil ainda é domingo, mas hoje fui ao zoológico com minhas filhas e uma vizinha com sua filhinha, e observamos o Tamanduá, tamanduá Bandeira, típico do Brasil,..... adoro Shaekspire, coco, tudo, estou aqui novamente meia hora, degustando suas saborosas palavras, acho vc que é um rei......hahahahahaahahahahahahha

Meu querido acabo de postar tb mais uma aventura da nossa amiga Julia, e tb ontem fiz mais um poema, é eu gosto de escrever poesias.......... apareça

http://paola-daniel.blogspot.com

Agora prometo que vou escutar a Canção do Mar mais uma vez e vou dormir.....hahahahahahaahahahah

Paola


De soaresesilva a 24 de Abril de 2006 às 12:01
Hoje tive uma certa dificuldade em vir aqui porque me apareceu o tal Activex e não havia maneira de pôr o ok.
Já quando andava no liceu, a parte da história que eu mais apreciava era a da formação de Portugal. Os miúdos de agora bem precisavam de saber quem foram os nossos "avós" mas parece-me que isso já não se ensina...


De Sindarin a 24 de Abril de 2006 às 18:08
Olá amigo! Porque andas triste? Ñ quero ver-te dessa maneira e no k me diz respeito a minha amizade vai sempre ser tua incondicionalmente!!! Tenho vindo sempre k posso comentar o teu cantinho k acho interessantíssimo, mas agora pergunto-me será k os meus coments ñ aparecem no teu? Realmenta há aqui uma coisinha chata k está sempre a interferir mas isso ñ me vai afugentar, nunca! Um gde beijinho e uma semana cheia de coisas boas. Ñ desanimes ás vezes é temporário ñ termos visitas mas se for preciso faço qualquer coisa no meu canto para k te visitem mais. Fica bem!


De Luis a 24 de Abril de 2006 às 19:40
De facto não vim aqui para comentar o teu post, mas para te dizer que, se tens dificuldade em aceder aos blogs, provavelmente o teu PC precisa de ser formatado e instalado tudo de novo.
Um abraço Luis

PS<> vou ler o posta a seguir


De ciloca a 24 de Abril de 2006 às 20:18
Estava a pensar postar qualquer coisa alusiva ao 25 de Abril, mas como é tua especialidade, falar de gente e factos, posta tu sobre o 25, que eu virei dar uma olhada.beijos.


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags