Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

O Olho


Um olho é um órgão que permite detectar a luz. É composto por um sistema sensível às mudanças de luz, capaz de transformá-las em impulsos eléctricos.

Os olhos mais simples não fazem mais do que detectar se as zonas ao seu redor estão iluminadas ou escuras. Os mais complexos servem para proporcionar o sentido da visão.

O cristalino, uma lente natural, focaliza a imagem.

Os olhos compostos que se encontram nos artrópodes (insectos e animais similares) são formados por muitas facetas simples que dão uma imagem pixelada (não imagens múltiplas, como frequentemente se crê).

Nos seres humanos e nos primatas superiores a retina é constituída por dois tipos de células, os bastonetes, que nos dão a percepção de claro e escuro, e os cones, que nos dão a percepção das cores. Os outros mamíferos só têm percepção de luz em preto e branco, então aquele mito de que o touro é atraído pelo vermelho não corresponde à realidade, pois o mesmo só vê em preto e branco.

O olho humano tem diâmetro antero-posterior de +- 24,15mm, diâmetros horizontal e vertical ao nível do equador de +- 23,48mm, circunferência ao equador de 75mm, pesa 7,5g e tem volume de 6,5cc. Três camadas compõem o mesmo: a externa, composta da esclera (porção adjacente branca), a média ou vascular, composta pelo cório (membrana do olho, fina, vascular, pigmentada, situada entre a esclerótica e a retina) ou uvea (conjunto formado pela coróide, íris e processos ciliares) e a interna, que é a retina.

Estrutura de um olho humano
Estrutura de um olho humano


Distúrbios de Refracção

Os distúrbios de refracção, causados por problemas no cristalino e/ou na córnea, são problemas de visão que são corrigidos com o uso de óculos ou lentes de contacto. São eles:


  • Miopia - Os portadores de miopia têm dificuldade para ver ao longe. Um míope não consegue ver objectos distantes com nitidez porque as imagens desses objectos formam-se antes da retina. Isso acontece por excesso de curvatura do cristalino ou da córnea do olho, ou dos dois, ou ainda por um excessivo alongamento do globo ocular. Para corrigir a miopia são usadas lentes divergentes que deslocam as imagens um pouco mais para trás. Outra opção é a cirurgia. 
  • Hipermetropia - Os portadores de hipermetropia têm dificuldades para ver perto. O Hipermétrope geralmente tem boa visão para longe, pois o seu grau, se não for muito elevado, é corrigido pelo aumento do poder dióptrico do cristalino, o que chamamos de acomodação. No entanto, quando vai focalizar a imagem para perto, o cristalino além de corrigir o grau de longe, ainda tem que aumentar mais 3 graus, para focalizar a imagem a 33 centímetros dos olhos, o que faz com que o mesmo ou não consiga focalizar a imagem ou sinta desconforto visual, geralmente referido como cansaço, ou dor de cabeça.
  • Presbiopia - Os portadores de presbiopia têm dificuldades para ver tanto ao longe como ao perto. É uma doença do olho popularmente conhecida como "vista cansada" e que atinge as pessoas, normalmente, a partir dos 40 anos. Pessoas com Hipermetropia ou Diabetes mellitus tendem a apresentar a presbiopia mais precocemente, ao redor dos 35 anos de idade.
  • Astigmatismo - É um defeito existente na curvatura do cristalino, resultando em dificuldade para ver uma recta em determinada posição e não noutra. É uma deficiência visual, causada pelo formato irregular da córnea ou do cristalino formando uma imagem em vários focos que se encontram em eixos diferenciados. É corrigido com lentes cilíndricas ou com cirurgia.

O cristalino é um citosistema altamente organizado que se localiza entre a íris e o vítreo. É constituído por células organizadas longitudinalmente, como uma casca de cebola, que perdem as suas organelas durante a formação, assumindo desta maneira sua característica de ser transparente. Tem de 7 a 9 mm de comprimento no seu maior eixo e 2 a 4 mm de diâmetro (a lente cresce continuamente durante a vida do indivíduo), com formato parecido com uma lentilha. Organelas são estruturas citoplasmáticas bem definidas e envolvidas por membranas que exercem funções específicas no metabolismo da célula.

Córnea é a parte anterior transparente e protectora do
olho dos vertebrados. Fica localizada na região polar anterior do globo ocular. A córnea e o cristalino têm a função de focar a luz através da pupila para a retina, como se fosse uma lente fixa. São as lágrimas (secreção lacrimal) que mantêm a córnea húmida e saudável.


Uma lente de contacto sobre o olho
Uma lente de contacto sobre o olho


A lente de contacto é uma lente correctiva, cosmética ou, às vezes, protectora, colocada sobre a córnea do olho. A ideia de aplicar lentes correctivas directamente na superfície do olho foi proposta pela primeira vez em 1508 por Leonardo da Vinci, e ideias similares surgiram de René Descartes em 1636, mas foi somente em 1887 que o fisiologista alemão Adolf Eugen Fick construiu as primeiras lentes de contacto.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:16
Link do post | comentar
5 comentários:
De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 15:53
Mais um õptimo artigo, hoje, sobre esta coisa perfeita e maravilhosa que é a visão. Que complexidade!! Felizmente que o Homem foi encontrando maneira de corrrigir os inevitáveis distúrbios que surgem neste órgão. Pena é que ainda não se consigam corrigir certos defeitos.Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 15:26
Os Olhos!algo de muito belo,pois os olhos são aquilo que nos mostra a alma,ou seja a beleza da mesma;A Alma estou de acordo que Leonardo de vince,não seria deste planeta pois para fazer estudos sobre lentes de contacto é obra,ainda dizem que os antigos não eram "finos"pois eram sim senhor e muito,já agora um bom fim de semana para si e já agora estou a houvir a musica da Figueira Foz pois gosto bastante.Beijos Filipe. ElisaMaria Elisa
</a>
(mailto:mariaelisaramos@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 14:14
Olá já aprendi alguma coisa vinda aqui não sabia que o Leonardo da Vince, também fez estudos de lentes de contacto, para mim Leonardo de Vince, não devia ser deste planeta, (estás te a rir da minha maluqueira) mas na verdade para mim ele era mesmo um ser fora do normal, pensar que ele viveu na Renascença, é obra,. Quanto a olhinhos os meu agora para verem ao pé só mesmo de óculos, o que me aborrece muito.
Beijinho
aldora
(http://gatinhosvoadores.blogspot.com)
(mailto:aldoramira@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 13:23
Ora aí está; esses ares da Figueira também devem ajudar mas, uma boa lição, tal como deveriam ser dadas hoje aos mais jovens, futuros crescidos, que aprendem tão mal e com cada vez mais queixas de quem (não...) ensina, pelo menos alguns conteúdos simplesmente só para encher o tempo e a cabeça dos alunos. Bom fim de semana e boa sorte.paraquedista
(http://www.paraquedista.blogs.sapo.pt)
(mailto:fsilva@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 10:22
Gostaria de encontrar mais pormenores (p expl. s/ a visão de noite para astronomia IOI) MAS... esperava de si,sempre em cima dos acontecimentos,
alguma coisa sobre o GÉNIO que nasceu neste dia há 250 anos e até que a música de fundo fosse, por expl. a 40ª. sinfonia.
(Nunca chegou a emendar o erro do quarto crescente) Vô-Zé
</a>
(mailto:martinsze@oniduo.pt)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags