Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

24
Mar06

Portal do Astrónomo

Praia da Claridade

www.portaldoastronomo.org


Fontewww.portaldoastronomo.org O Portal do Astrónomo.
.
.

NUCLIO - Núcleo Interactivo de Astronomia
Newsletter n.º 215

O Tema do Mês dedicado aos "Almanaques" fala esta semana de galinhas, mais concretamente do Ovo de Colombo. Qual a relação com o assunto do Tema do Mês é algo que terá de ler na 4ª parte em:
http://portaldoastronomo.org/tema.php?id=26

Nas Crónicas, Phil Plait fala-nos em crateras escondidas à vista de todos:
http://portaldoastronomo.org/cronica.php?id=46

Durante a próxima semana o céu vai brindar-nos com alguns eventos
interessantes, infelizmente nem todos visíveis a partir de Portugal.

Comecemos com o que podemos ver: no dia 26 de madrugada antes do Sol nascer, um fino minguante lunar com 14% de fase estará ligeiramente a Sul de um brilhante Vénus com mag. -4,4 e uma fase pronunciada de 50%. A separação entre os dois astros é de uns generosos 6º30' aproximadamente, por isso esta conjunção será melhor vista a olho nu ou com uns binóculos de baixa ampliação, de 6x ou 8x.

No dia seguinte, dia 27, é a vez de um discreto Mercúrio ser visitado pelo nosso satélite natural. O planeta mais interior do sistema solar terá uma mag. 1,1 e estará a menos de 5º de altitude por altura do crepúsculo civil em Lisboa, por isso irá precisar de um local com bom horizonte Oeste, e atmosfera bastante limpa. A Lua, com uma fase de 7% estará aproximadamente a 7º30' de distância e sensivelmente à mesma altura, por isso mais uma vez irá precisar de baixa ampliação para observar esta conjunção com auxílio óptico, no máximo 6x.

No dia 29 teremos a chegada da Lua Nova, às 10h15 UT, e ao mesmo tempo seremos brindados com um eclipse do Sol, que será apenas parcial em Portugal. Por terras lusas aproximadamente 25% do sol ficará obstruído pela Lua, sendo o máximo em Lisboa às 10h02 UT, ou 11h02 hora local. Não se esqueça que olhar para o Sol sem protecção adequada pode ter consequências graves para a sua visão, por isso use sempre um filtro solar apropriado quando observar este eclipse.

Para observar este eclipse como total irá precisar de se deslocar para alguns países africanos, como a Líbia ou o Egipto, ou mais a norte, para a Turquia, entre outros. Uma pequena parte do Brasil também vai poder ver o eclipse total ao nascer do sol, sendo no entanto um evento muito curto neste local.

Finalmente para encerrar, recordamos que no próximo Domingo Portugal passa para a hora de verão, devendo adiantar o seu relógio 1h na noite de Sábado para Domingo.

---

Conferência: Astronomia e Ciências Espaciais, Comunicação e Educação
http://www.portaldoastronomo.org/noticia.php?id=630

A conferência "Astronomia e Ciências Espaciais, Comunicação e Educação" decorrerá nos próximos dias 21 e 22 de Abril de 2006, no Centro Multimeios de Espinho. Esta conferência tem como objectivo reflectir sobre o estado actual da Astronomia e Astrofísica em aspectos onde a Comunicação e a Educação se conjugam. O público-alvo inclui astrónomos e agentes nacionais do ensino e da divulgação da ciência - desde as escolas ao sector privado, passando pelos investigadores e pela comunicação social.


A dança cósmica das galáxias distantes
http://www.portaldoastronomo.org/noticia.php?id=631

Através de um estudo de dezenas de galáxias distantes, realizado com a ajuda do GIRAFFE do VLT (ESO), uma equipa internacional de astrónomos descobriu que a relação entre a quantidade de matéria escura e de estrelas nas galáxias era, há 6 mil milhões de anos, semelhante à de hoje. Esta descoberta, uma vez confirmada, sugere uma interacção mais estreita do que seria de prever entre a matéria escura e a matéria normal. Os cientistas descobriram também que 4 em cada 10 galáxias estão fora do estado de equilíbrio, o que pode implicar que as colisões e fusões de galáxias são importantes na sua formação e evolução. Estes resultados vêm trazer uma nova luz sobre a forma como as galáxias evoluíram desde a altura em que o Universo tinha apenas metade da sua idade actual.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D