Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

13
Mar06

Monocarril

Praia da Claridade

Monocarril: H-Bahn - Dortmund - Alemanha


Um monocarril  é um metro ou caminho de ferro que opera num único carril, em oposição às ferrovias tradicionais que possuem dois carris paralelos. Um dos mais antigos monocarris, o de Wuppertal na Alemanha foi construído em 1901 e ainda se encontra em funcionamento.
 
Tipos de monocarril e aspectos técnicos
 
Existem dois tipos principais de monocarril: nos monocarris suspensos  o comboio está localizado debaixo do carril e suspenso por cima. No modelo mais popular, o comboio encaixa-se no carril. Existe ainda um outro modelo no qual, as rodas são colocadas dentro do carril.
 
Os monocarris modernos são propulsionados por energia eléctrica e têm normalmente pneus em vez das usuais rodas de ferro. Estes pneus rolam por cima e pelos lados do carril, de forma a fazer movimentar e estabilizar o comboio.
  
Oeiras foi a primeira cidade portuguesa a ter um sistema monocarril. O SATU - Sistema de Transportes Automático de Oeiras - foi inaugurado a 7 de Junho de 2004. Trata-se de um sistema automático, sem condutor, eléctrico e não poluente. Numa primeira fase, este monocarril faz a ligação entre a estação dos Navegantes, em Paço de Arcos e o Oeiras Parque, junto ao Parque dos Poetas. As carruagens têm capacidade para transportar 79 passageiros, podendo percorrer as três estações desta primeira fase em três minutos.
 

Vantagens e desvantagens
 
Vantagens:

>  A principal vantagem dos monocarris em relação aos sistemas de carris convencionais é que necessitam de muito menos espaço, tanto na horizontal como na vertical. A largura necessária é determinada pelo tamanho do veículo e não pelo tamanho da linha; sendo normalmente, elevados, ocupam muito menos espaço no chão, sendo este limitado praticamente aos pilares de sustentação. 

>  Devido ao pouco espaço que ocupam no chão, são mais atractivos que os sistemas elevados convencionais e visualmente apenas impedem a visão de uma pequena parte do céu. 

>  São menos ruidosos, já que usam rodas de borracha quando em contacto com o solo. 

> Os monocarris são capazes de subir, descer e virar, mais rapidamente que os comboios convencionais.

>  São mais seguros, já que não descarrilam e como são elevados, dificilmente entrarão em choque com pessoas e trânsito. 

>  São mais baratos e mais fáceis de construir, especialmente quando comparados com os sistemas de metro.


Desvantagens

>  Os monocarris necessitam da sua própria “estrada” 

> Ocupando menos espaço no chão do que os sistemas elevados convencionais, ocupam mais do que os sistemas subterrâneos. 

> Os desvios implicam que uma parte da linha fique suspensa no ar, num determinado espaço de tempo. Ao contrário dos desvios convencionais, um comboio que circule nessa linha suspensa, pode descarrilar, com o risco adicional de cair de uma altura de vários metros do chão. 

> Numa emergência, os passageiros não podem sair imediatamente visto não existirem plataformas para o poderem fazer; é necessário esperar que os bombeiros apaguem o fogo ou que sejam recolhidos por um veículo de emergência. Se o comboio estiver a arder, os passageiros poderão ter que tomar a desagradável decisão de se lançarem para o chão, de uma altura de vários metros correndo o risco de partir alguns ossos, ou ficarem no comboio, podendo assim sufocarem; os novos sistemas de monocarril, resolvem esta situação, criando plataformas a longo da linha.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

































5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D