Sábado, 5 de Março de 2005

FIGUEIRA antiga

 
Com este título vou começar a publicar fotografias antigas da
Figueira da Foz.
 
Fotografias maravilhosas que nos mostram como era esta cidade.
Recorde-se que a Figueira da Foz foi elevada a vila no ano de 1771.
Nessa altura tinha 2.350 habitantes.
Foi elevada à categoria de cidade a 20 de Setembro de 1882.

Mais um pouco de história, como introdução:

«Rainha das praias à sombra da serra

Nove praias nos quinze quilómetros continuam a atrair milhares à cidade que apresenta novas e diversificadas propostas culturais

                                           
PAULO DÂMASO

"Não tem outro remédio, senão vir à Figueira quem quiser ver a mais linda praia de Portugal!", escrevia Ramalho Ortigão, no final do século XIX. Quiaios, Murtinheira, Cabo Mondego, Buarcos, Figueira da Foz, Cabedelo- Cova, Gala, Costa de Lavos e Leirosa, são as nove praias ao longo dos 15 quilómetros de costa que transformam a cidade, durante o verão, num local de encontros onde se revêem velhos amigos e se conquistam novas amizades.

Elevada à categoria de cidade a 20 de Setembro de 1882, a Figueira da Foz é famosa pelo seu areal, conhecido como "Praia da Claridade", que atraía a banhos a aristocracia de variados pontos do país, uma "prática" iniciada pelo primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques, que aqui se teria deslocado a conselho médico. Talvez por isso, a Figueira recebeu a designação de "Rainha das praias de Portugal".

Mas nem só de praia vive esta cidade, que oferece ainda a quem a visita a foz do rio Mondego e a Serra da Boa Viagem. Ex-libris da Figueira da Foz, pelo menos até 1993, altura que foi quase completamente dizimada por um gigantesco incêndio, na Serra da Boa Viagem subsistem alguns locais intactos, como é o caso da zona que inclui o Vale dos Cedros, adjacente à capela de Santo Amaro e o Abrigo da Montanha, um verdadeiro miradouro sobre a cidade.

Espaços verdes

Como local privilegiado de desporto e ocupação de tempos livres, a Figueira da Foz possui o Parque das Abadias, espécie de fronteira entre a zona marginal e a parte mais antiga da cidade, uma zona que tem vindo a ser melhorada pela autarquia, nos últimos anos.

Entre o Parque das Abadias e o Rio Mondego encontra-se o Jardim Municipal, que dispõe de parque infantil e ainda um coreto onde, especialmente nos meses de Verão, têm lugar diversos espectáculos musicais. Na zona norte do concelho destaque ainda para a Mata Nacional de Quiaios, que se estende por terrenos desta freguesia e do Bom Sucesso. Praias quase desertas e as lagoas das Braças e Vela são alguns dos locais a merecer uma visita. 

No capítulo cultural e de lazer as opções são muitas. Desde a Biblioteca Municipal ao Museu Municipal Dr. Santos Rocha, passando pelo recém inaugurado Centro de Artes e Espectáculos, com um vasto programa cultural que ao longo do Verão e do ano promete grandes momentos culturais. 

Ainda na área cultural, o Palácio Sotto Mayor apresenta uma rica colecção de pintura e mobiliário. É pertença da Sociedade Figueira Praia, empresa que detém igualmente a propriedade e gestão do Casino da Figueira da Foz.

Um Forte com séculos de história

Erguido na margem Norte da foz do rio Mondego, o Forte e a Capela de Santa Catarina são o cartão de visita para quem visita a Praia da Claridade. Ignora-se a sua história relativamente às épocas anteriores à constituição da nacionalidade, avançando-se com a hipótese de que a fortaleza lusitana, sucessivamente restaurada, tivesse resistido à dominação romana e aos tempos posteriores, desempenhando assim o papel de defesa e de atalaia. 

Remodelado em 1602, após o ataque de piratas ingleses, o forte voltou, em 1640, a ser alvo de um novo restauro, por ordem de D. João IV, tendo sido construída a grande bateria, que incluía 15 peças de artilharia, a fim de defender a barra do Mondego de eventuais ataques. 

Dentro do forte há a capela de Santa Catarina, com uma imagem da padroeira, do século XVIII.

Recentemente, numa acção conjunta da autarquia e da capitaniam o seu farol foi totalmente recuperado sendo este o primeiro verão em que poderá ser visitado com a sua nova roupagem.»

Fonte:  http://jn2.sapo.pt/ferias/fige.html


Fotografias antigas da Figueira da Foz,
como refiro no início deste artigo.
Esta será a primeira, uma fotografia maravilhosa,
um local que ainda muitos recordam...
         
Actualmente ainda se ouve dizer:
"ainda me recordo quando o mar batia no Forte".
Sim, eu próprio me recordo e assisti à construção do actual paredão que fez aumentar muito a praia e deu a esta zona um visual muito diferente...

 

Marginal e Praida da Figueira da Foz

Como era antigamente a praia junto da Torre do Relógio
e do Forte de Santa Catarina, no qual as ondas batiam...
Que grande diferença que encontramos hoje !
        
Continue a visitar esta página...
"Não perca os próximos capítulos..."
Porque... vão aparecer mais fotografias e novos assuntos... diários.
E não se esqueça: deixe o seu comentário !


Fonte: www.figueira.net/fotosantigas/slideshow.html

Publicado por: Praia da Claridade às 01:05
Link do post | comentar

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags