Sexta-feira, 6 de Maio de 2005

Eclipse Solar Anular

 
No dia 3 de Maio escrevi sobre o Dia do Sol.
Mas, atenção: teremos este ano um Eclipse Anular...
Ainda falta muito tempo, mas coloquem já na vossa agenda !
É um acontecimento raro ! Faltam 5 meses.
Boa altura para fazer uma visita ao Norte de Portugal...
Somente os votos de que esteja bom tempo...
Já aqui se indicam as horas em que será visível...
 
 
ECLIPSE ANULAR DE 3 DE OUTUBRO DE 2005
 
Este eclipse é o QUARTO ECLIPSE ANULAR do século XXI.
Tal fenómeno será visível de forma parcial na maior parte dos três continentes Europa - África - Ásia. A trajectória deste eclipse tem início no Atlântico Norte e termina no meio do Oceano Índico.
Durante este trajecto, a sua faixa de centralidade atravessa sucessivamente os seguintes países: Norte de Portugal, Espanha, Argélia, Tunísia, Líbia, Nordeste do Tchad, Sudão, Sudoeste da Etiópia, Quénia, Sul da Somália e Seychelles.
 
Devido à sua raridade e ao espectáculo que proporcionam, a observação destes eclipses anulares torna-se ainda mais fascinante. Por isso, é imprescindível proteger os olhos, já que durante um eclipse anular não há nenhuma fase sem perigo.
 
Eclipse Anular
 
Um eclipse anular é um tipo de eclipse solar. Durante um eclipse anular, o Sol parece um "annulus" ou seja, um anel. Este tipo de eclipse ocorre quando o Sol e a Lua estão exactamente alinhados mas a Lua está longe demais da Terra para bloquear totalmente a superfície do Sol. O eclipse anular ocorre quando a Terra está no periélio de sua órbita em torno do Sol (ou seja, mais próxima a ele, fazendo o disco solar parecer maior) e a Lua está no apogeu de sua órbita em torno da Terra (ou seja, mais afastada da Terra, fazendo com que a Lua pareça menor). Como consequência desta disposição entre a Terra, a Lua e o Sol, um anel (annulus) de luz solar é visível em torno da Lua escura, uma vez que o nosso satélite não cobre inteiramente o disco do Sol durante este tipo de eclipse, o que contrasta com o eclipse total do Sol. Quando estivermos no auge do eclipse, nós vemos um anel luminoso em volta da Lua, que nada mais é do que o próprio Sol.
 
"Uma data longínqua!". De facto ainda falta bastante tempo para 3 de Outubro de 2005, mas não há qualquer problema em preparar tudo antecipadamente. O próximo eclipse do Sol a ser visível de Portugal será anular e será perfeitamente visível do Norte de Portugal. Tal acontecimento não passará com certeza despercebido da comunidade nacional de Astrónomos, quer sejam meros interessados, amadores ou profissionais (sim, também os há em Portugal).
Mas de que se trata um eclipse anular do Sol? É apenas um eclipse do Sol. No entanto tem uma particularidade: em vez de vermos o disco solar reduzido a um crescente (ou seja com a aparência de uma Lua em quarto crescente) vê-lo-emos exactamente como um anel.
 
O eclipse atinge o norte de Portugal (Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro).
 
Início como parcial: 7:38;
Sombra:   8:52;
Máximo:   8:53;
Final da sombra:   8:54;
Final do eclipse:  10:16.

EclipseANULAR.jpg

Nota: Agradeço a informação prestada por "Vô-Zé".
 
Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:15
Link do post | comentar
1 comentário:
De Anónimo a 8 de Maio de 2005 às 18:44
Muito bem é isso mesmo. Pelos meus fracos conhecimentos não há erros e fez muito bem em fazer notar que neste caso não há nenhum momento sem perigo por visão sem óculos próprios (e só durante muito puco tempo de cada vez) ou outro filtro eficaz. É preciso atenção a isso, pois filtros fotográficos, radiografias, não servem. O único que também serve é a chamada máscara de soldador.
Por curiosidade, os filtros que usamos nos telescópios, reduzem a radiação (da luz) em 200.000 vezes.
um abraço

Vô-Zé
</a>
(mailto:martins-ze@sapo.pt)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags