Segunda-feira, 20 de Junho de 2005

Monte Everest

O Everest (ou Evereste) é a mais alta montanha do mundo. Está localizado na cordilheira do Himalaia. Situa-se na fronteira entre o Nepal e o Tibete (China). Em nepalês, o pico é chamado de Sagarmatha (rosto do céu), e em tibetano Chomolangma ou Qomolangma (mãe do universo).

Medida da Altitude

O Everest foi assim chamado por Sir Andrew Waugh, o governador-geral da Índia colonial britânica, em homenagem a seu predecessor, Sir George Everest.

Radhanath Sikdar, um matemático e topógrafo indiano de Bengala, foi o primeiro a identificar o Everest como a montanha mais alta do globo, de acordo com seus cálculos trigonométricos em 1852. Certos indianos pensam que o pico deveria ser chamado Sikdar, e não Everest.

A última medição oficial da altitude do cume ocorreu em 1975, com o valor de  8.848,13 m.  Devido às forças geológicas, que continuam a formar a cordilheira dos Himalaias, considera-se actualmente que a altitude aproximada é de  8.850 metros  acima do nível médio das águas do mar.

Ascensões

Desde 1921, foram feitas diversas tentativas de escalada.  Em 6 de Junho de 1924, George Mallory e Andrew Irvine, ambos britânicos, fizeram uma tentativa de ascensão da qual jamais retornaram.  Não se sabe se atingiram o pico e morreram na descida, ou se não chegaram até ele, já que o corpo de Mallory, encontrado em 1999, estava com objectos pessoais, mas sem a foto da esposa, que ele prometera deixar no pico.  A primeira ascensão até o topo foi feita pela expedição anglo-neozelandesa em 1953, dirigida por John Hunt. O pico foi alcançado em 29 de Maio por Edmund Hillary e Tensing Norgay.

Em 16 de Maio de 1975, Junko Tabei tornou-se a primeira mulher a alcançar o topo do Everest. A primeira ascensão sem oxigénio foi feita por Reinhold Messner e Peter Habeler em 1978.  Em 25 de Maio de 2001 Erik Weihenmayer tornou-se o primeiro alpinista cego a atingir o topo. Em 1980, Reinhold Messner efectua a primeira ascensão solitária.

Estatísticas

Até o final de 2001, 1.491 pessoas conseguiram alcançar o topo, e delas...
172  não retornaram da aventura.


Cronologia

1841:  o coronel George Everest, topógrafo-geral na Índia, baptiza temporariamente a montanha como Pico XV.

1852:  cálculos da Great Trigonometrical Survey levam a concluir ser a montanha mais alta da Terra.

1921:  primeira expedição britânica para o Everest.

1924:  a  8 de Junho, George Mallory e Andrew Irvine partem rumo ao pico e desaparecem na neblina. Nunca se soube se chegaram ou não.

1953:  na manhã de 29 de Maio, o apicultor neozelandês Edmund Hillary e o sherpa Tenzing Norgay chegam ao pico.

1995:  Waldemar Niclevicz e Mozart Catão são os primeiros brasileiros a atingir o cume do Everest, às 11h22 do dia 14 de Maio.

1996:  maior número de alpinistas mortos num só ano: quinze.

1999:  o corpo de Mallory é encontrado com objectos pessoais mas sem a foto da esposa, que prometera deixar no pico.

1999:  em Maio, João Garcia é o primeiro português a atingir o pico (e sem oxigénio suplementar), mas perde-se na descida  (o seu colega de escalada belga morre na descida)  e é resgatado pelo casal brasileiro Helena e Paulo Rogério Coelho.  Após longo internamento sobrevive, mas João Garcia perde parte de nove dedos e parte do nariz.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A proeza de João Garcia, que atingiu o cume do Everest sem recurso a oxigénio artificial, no dia 18 de Maio de1999, valeu-lhe 93 dias no hospital, a perda das pontas dos dedos, e a reconstrução do nariz, por causa das queimaduras do gelo.
Mas desenganem-se aqueles que pensam que o alpinista que levou as cores de Portugal até ao cume mais alto do planeta vai desistir da montanha.
Muito pelo contrário, a agenda está recheada de novas aventuras...
Publicado por: Praia da Claridade às 00:11
Link do post | comentar
1 comentário:
De Anónimo a 20 de Junho de 2005 às 08:54
Ò Filipe:
Gosto muito de vir ao teu blog, especialmente para me deliciar com a Helena (estou a brincar),
mas para se fazer um comentário é uma aventura...
Esta merda tem aqui os códigos de letras e está sempre a pedir para escrever aqueles grupos e nunca mais é sábado.....
De resto está fenomenal !acacio simoes
(http://atonito.blogspot.com/)
(mailto:acacio.luis.simoes@gmail.com)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags