Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

09
Fev06

A Pomba

Praia da Claridade

Pomba - familia Columbidae
Pomba - família Columbidae






Columbidae é uma família de aves columbiformes que inclui os pombos, pombas, rolas e rolinhas.

Há cerca de 300 espécies desta família distribuídas em todos os continentes. Os columbídeos são aves de pequeno e médio porte, com pescoço, bico e patas curtas, que se alimentam de sementes e frutos. O casal que se reúne na época de reprodução, constrói ninhos não muito sofisticados, onde chocam dois a três ovos brancos. Os columbídeos são em geral espécies cinegéticas, caçadas pela sua carne.


Simbologia

Os pombos e pombas são considerados como símbolos de paz e harmonia, numa tradição que tem as suas origens na história bíblica da Arca de Noé. Segundo o Antigo Testamento, depois do dilúvio, Noé soltou uma pomba que regressou com um ramo de oliveira no bico, que mostrava que a água estava a regredir e que tinham sido feitas as pazes com Deus. Na iconografia cristã, são também uma metáfora do Espírito Santo, que apareceu sob a forma de pomba no baptismo de Jesus Cristo.


Algumas espécies

Pombo-passageiro (extinto)


O pombo-passageiro ou pomba-migratória (Ectopistes migratorius) provavelmente foi a ave mais abundante no planeta. Estima-se que chegaram a existir mais de 5 biliões destas aves nos Estados Unidos. Viviam em enormes bandos — o maior dos bandos conhecidos chegou a ter 1,6 km de largura e quinhentos km de comprimento, com 2 biliões de aves. Para que este gigantesco bando atravessasse uma região eram necessários vários dias seguidos.

Durante o Verão, o pombo passageiro vivia espalhado pela América do Norte, a leste das Montanhas Rochosas. No Inverno, migravam para o sul dos EUA.

Caçados maciçamente para servirem à alimentação humana e animal, já apresentavam sensível decréscimo no seu número em meados do século XIX. Como punham apenas um ovo por vez, o período necessário para a recuperação da espécie seria longo, mas a matança continuou antes que isso pudesse ocorrer. Estima-se que quase todos os animais do último bando remanescente (250 mil exemplares) foram mortos num único dia de caçada em 1896. O último exemplar selvagem foi morto em Ohio, em 1900.

O último exemplar em cativeiro, uma fêmea chamada Martha  morreu no Zoológico de Cincinnati a 1 de Setembro de 1914. O corpo da ave foi congelado e encaminhado ao Instituto Smithsoniano para ser taxidermizado e exibido ao público (a Taxidermia é utilizada para fins de conservação de animais).


Pombo-comum

O pombo-comum ou pombo-das-rochas  (Columba livia)  é uma ave columbiforme bastante comum em áreas urbanas. A plumagem é normalmente em tons de cinzento, mais claro nas asas que no peito e cabeça, com cauda riscada de negro e pescoço esverdeado. O bico é vermelho, curto e fino. Alimenta-se de sementes e grãos, e nas cidades do que estiver disponível nas ruas, incluindo lixo. O pombo-comum faz o ninho numa plataforma de ramos, numa árvore, onde põe dois ovos brancos, que são incubados tanto pelo macho como pela fêmea durante 17 dias. Essa espécie é originária da Eurásia e Africa e foi introduzida no Brasil no início da colonização portuguesa. É considerada um grave problema ambiental, pois, compete por alimento com as espécies nativas, danifica monumentos com as suas fezes e pode transmitir doenças ao homem, tais como a toxoplasmose (a Toxoplasmose é uma doença comum, causada por infecções acidentais pelo parasita unicelular Toxoplasma gondii, cujo hóspede natural é o gato doméstico). Até recentemente, havia uma certa benevolência com o pombo em áreas urbanas, sendo comum encontrarem-se em pontos turísticos em todo o mundo (como a Trafalgar Square em Londres, ou a Cinelândia carioca) vendedores ambulantes licenciados de milho que seria atirado aos pombos. Actualmente, tais atitudes são desencorajadas e existe uma repugnância crescente à presença dos pombos, tidos como "ratos de asas", em áreas urbanas.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.






















Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D