Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

PRAIA DA CLARIDADE

Figueira da Foz - Portugal

28
Jun05

As Pirâmides de Gizé

Praia da Claridade
As grandes Pirâmides de Gizé.

As Pirâmides de Gizé ocupam a primeira posição na lista das Sete Maravilhas do Mundo antigo.
A diferença entre as outras maravilhas do mundo, é que as Pirâmides de Gizé ainda resistem ao tempo e às intempéries da natureza, encontrando-se relativamente intactas e por este motivo não necessitam de historiadores ou poetas para conhecê-las, já que podemos vê-las.

Existe um provérbio árabe que faz a seguinte referência às Pirâmides:
“Homem teme Tempo, ainda tempo teme as Pirâmides”.

O significado da palavra Pirâmide não vem da língua egípcia. Ela forma-se da palavra grega "pyra" que quer dizer fogo, luz, símbolo e "midos" que quer dizer medidas.

Finalidade

Foram construídas para abrigar o corpo de um faraó.
Esse hábito de construir pirâmides iniciou-se no Egipto Antigo.

A maior das três pirâmides foi erguida há 4.600 anos para ser a tumba do Faraó Quéops. Tem 146,6 metros de altura e aparentemente teria sido a primeira a ser construída.

Depois, foi construída a pirâmide do Faraó Quéfren;  a sua altura corresponde a 143 metros.

E a terceira pirâmide, do Faraó Miquerinos, com 66 metros de altura.

Esses monumentos tinham a finalidade de mostrar a grandeza dos faraós, e dos seus tesouros que levavam para a vida após a morte.

As pirâmides, situadas nas terras do deserto, tinham forma geométrica de tetraedro e foram erguidas com fileiras de pedras.  Isso tinha um significado especial para os egípcios:  era a demonstração e representação de um pacto com os deuses.

Cada uma das Pirâmides de Gizé são partes de uma abrangente e engenhosa construção de elementos que consistem num templo no vale, uma rampa, um templo funerário, e as pirâmides menores que eram das rainhas. Tudo cercado de túmulos de sacerdotes e de pessoas do governo. Era verdadeiramente uma cidade desenhada para os mortos.

As escavações aos pés das pirâmides serviam para receber água do rio Nilo.  Continham botes desmontados, já que os egípcios acreditavam que o rei após a morte navegaria pelo céu junto ao venerado rei Sol.

Localização

As pirâmides de Gizé estão localizadas na cidade de Gizé, e integra o Grande Cairo, no Egipto.

Construção


Começando por seu interior ela foi construída com blocos de pedra calcária, sendo que a camada externa das pirâmides foi revestida com uma camada protectora de pedras polidas e com um brilho distinto.
Era composta de mais de 2,3 milhões de enormes blocos de calcário  -  estima-se que cada um pesa três toneladas.

Observa-se que o ângulo de inclinação de seus lados fizeram com que cada lado fosse orientado cuidadosamente pelos pontos cardeais.
Em todos os níveis da pirâmide a secção transversal horizontal é quadrada.

As teorias inventadas nos últimos séculos para explicar a construção das pirâmides sofrem todas de um problema comum.  O desconhecimento da ciência egípcia do Alto Império.  Conhecimento este que foi recuperado apenas no final do século XX.

A teoria que melhor explica as construções das pirâmides sem encontrar contradições logísticas e sem invocar coisas extra-terrenas é a Química, mais exactamente um ramo dela, a geopolimerização:
http://www.geopolymer.org/science_archaeology/pyramids_egypt/index.html .
Os blocos foram produzidos a partir de calcário dolomítico, facilmente agregado no local usando-se compostos muito comuns na época, como cal, salitre e areia. Toda a massa dos blocos foi transportada por homens carregando cestos desta massa, colocada a secar em moldes de madeira. O esforço humano neste caso seria muito menor e o assentamento do blocos perfeito.

Curiosidades

Acredita-se que foram empregados 100.000 mil homens durante 30 anos.
Outro dado curioso é que uma pista de auto-estrada, com 2,50 metros de largura aproximadamente e de espessura de 10 cm,  partindo de Nova Iorque a São Francisco poderia ser facilmente acomodada no seu interior.

Para se ter uma ideia, apenas uma montanha sólida de pedra poderia suportar o peso magnífico dessas pirâmides.

Magnitude de sua construção


Existe uma formação de granito plana e compacta na parte baixa da superfície onde é sustentada.  A sua construção deu-se exactamente no ponto que corresponde ao centro da massa terrestre, o eixo Leste-Oeste corresponde ao paralelo mais longo que atravessa a Terra, isto quer dizer que passa pela África, Ásia e América.
O meridiano mais longo que atravessa a Ásia, África, Europa e a Antárctica também passa através da Pirâmide.

Existe na Terra uma área suficiente de terrenos para oferecer 3 biliões de possíveis locais para a construção das Pirâmides. Acredita-se que as hipóteses de uma escolha intencional são de 1 para 3 biliões.

As quatro faces da Pirâmide são ligeiramente encurvadas ou côncavas. Não se pode perceber este detalhe quando se olha para cima.  Verificou-se isto por volta de 1940, por um piloto que fazia aero-fotografias para conferir medições.

Todos aqueles blocos de pedra foram deliberadamente inclinados e entalhados com exactidão a curvatura da Terra.
O raio dessa inclinação é igual ao raio da Terra.

As bases das paredes submersas da Pirâmide contêm esferas e cavidades construídas em seu interior igual às pontes do século XX.

Do tamanho de vários campos de futebol, as pirâmides foram construídas para se adaptarem aos movimentos de expansão e contracção sob a acção do calor ou do frio ou mesmo terramotos e outros fenómenos da natureza e após 4.600 anos, se não fosse todo esse cuidado, a sua estrutura seria danificada seriamente sem esse tipo de construção.

Essas pedras de revestimento tão admirável, já não existem mais, pois foram roubadas há cerca de 600 anos atrás.  Actualmente a sua aparência é muito desgastada, sofre com a acção dos ventos, das chuvas e das tempestades de areia.

O revestimento externo também foi concebido com blocos de pedra calcária compacta, de cor branca bem semelhante ao mármore. A pedra calcária é superior ao mármore em durabilidade e resistência aos elementos externos.

Outro factor que causa grande admiração é o espaço de 5 mm dado para permitir a colocação de uma cola para selar e manter as pedras unidas.  Essa cola era uma espécie de cimento branco que não permitia a entrada de água.  E nos dias actuais encontra-se intacto, e é tão ou mais resistente que as pedras que as une.
O brilho dessas pedras era distinto e podia ser visto a centenas de quilómetros de distância;  das montanhas de Israel era possível ver o seu brilho magnífico.

Quem construiu as Pirâmides de Gizé com certeza era alguém com profundos conhecimentos sobre o planeta Terra e com uma tecnologia muito mais avançada do que essa que dispomos nos dias actuais.


Piramides_de_Gize.jpg

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pir%C3%A2mides_de_Giz%C3%A9





























Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D