Quinta-feira, 25 de Agosto de 2005

O Rio Amazonas


O rio Amazonas é um rio sul-americano que nasce na Cordilheira dos Andes, no lago Lauri ou Lauricocha, no Peru e desagua no Oceano Atlântico,  junto à Ilha do Marajó, no Brasil. E ao longo do seu percurso ele tem os nomes de Tunguragua, Marañon, Ucayali, Solimões e finalmente Amazonas.

Uma pesquisa recente revelou que o Amazonas tem um comprimento de 6.868 Km e mais de 1.000 afluentes, é portanto maior que o Nilo com os seus 6.695 Km de extensão, sendo então o mais longo rio do mundo. A sua bacia hidrográfica é a maior do mundo, com uma superfície de aproximadamente 7 milhões de km². O Amazonas é de longe o rio mais caudaloso do mundo, com um volume de água cerca de 56 vezes o do rio Nilo.

Geografia

A quantidade de água doce lançada no Atlântico é gigantesca: cerca de 190.000 m³/s, na estação de chuvas, ou um quinto de toda a água fluvial do planeta. Na verdade, o Amazonas é responsável por um quinto do volume total de água doce que desagua nos oceanos em todo o mundo. Diz-se que a água ainda é doce mesmo a quilómetros de distância da costa, e que a salinidade do oceano é bem mais baixa que o normal 150 km mar adentro.

O Amazonas, que pode ter 40 km de largura em períodos de cheia, é navegável por navios oceânicos de porte médio até Iquitos, a 3.500 km (2.300 milhas)  do mar.

Fauna e flora

Toda a fauna da selva tropical húmida sul-americana está presente na Amazónia.
A Amazónia é uma região na América do Sul, definida pela bacia do rio Amazonas e coberta em grande parte por floresta tropical (que também é chamada Floresta Equatorial da Amazónia ou Hiléia Amazónica). A floresta estende-se por nove países: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela.

Os cientistas afirmam que ali existem inúmeras espécies de plantas ainda sem classificação, milhares de espécies de pássaros, inúmeros anfíbios e milhões de insectos.

Desde os insectos até aos grandes mamíferos como o puma, a denta e os veados, répteis como tartarugas, caimãs e víboras também ali habitam. Há pássaros e peixes de todas as espécies, plumagens e peles. Nas rias ao longo do Amazonas floresce a planta Vitória Régia, cujas folhas circulares chegam a ter mais de um metro de diâmetro.

É tão amplo o seu número de espécies de peixes e plantas aquáticas que enumerar todas seria impossível.

Para todos os aficionados da aquariofilia, trata-se da fonte que proporciona a maior quantidade de espécies de peixes que hoje em dia povoam os comércios e aquários de todo o mundo.

Pulmão do planeta

Cientificamente, trata-se de um equívoco chamar as florestas tropicais de "Pulmão do planeta". Há vários motivos para isso, como por exemplo:

  • O pulmão é um órgão que absorve oxigénio e elimina gás carbónico, ou seja, "produz" gás carbónico.

  • Outro facto é que a maior parte da produção do oxigénio que respiramos provém de microorganismos (algas e cianofíceas) e que a sua produção de oxigénio por fotossíntese supera em muito o seu consumo pela respiração. Enquanto que nas florestas tropicais o oxigénio produzido pela fotossíntese durante o dia (fase clara) é consumido em grande parte à noite (fase escura) pela respiração das mesmas. Apenas florestas que ainda estão em desenvolvimento produzem mais oxigénio do que consomem, e as florestas tropicais na sua grande maioria já estão em processo de estabilidade ecológica.

Portos

Os portos mais importantes do rio Amazonas ficam nas cidades de Iquitos, no Peru, Letícia na Colômbia e Manaus no Brasil.

Estrada

Um pouco ao sul do Amazonas está a Estrada Transamazónica, como um longo canal de poeira e barro, resultado de uma das aventuras mais ousadas jamais tentadas na maior de todas as regiões florestais do mundo. A estrada imita o curso do rio Amazonas, pois avança em forma paralela a este. Tem, de acordo com os números oficiais, cinco mil quilómetros de comprimento, apesar de estar invadida pela floresta em vários trechos. A estrada, iniciada no período da ditadura militar, nunca fez jus aos biliões de dólares, nem às esperanças de desenvolvimento, depositadas nela, mas foi uma grande indutora da devastação ao longo de seu curso.

Desnível nos últimos quilómetros

O rio Amazonas, cujo curso é muito plano (20 m de desnível nos últimos 1.500 quilómetros) antes da sua foz, constitui um caso muito especial de Marés oceânicas. Na região do rio Amazonas, tais marés são conhecidas como pororoca, e são uma atracção turística. Os primeiros resultados de uma investigação realizada por instituições brasileiras associadas ao programa HiBAm (Hidrologia da bacia amazónica) permitem entender melhor a influência da maré no funcionamento hidrodinâmico do Amazonas ao se aproximar do oceano e, de maneira mais particular, medir o seu impacto nas pulsações do caudal do rio e no transporte de sedimentos em direcção ao oceano.

[ A pororoca, é um fenómeno natural que conjuga beleza e violência no encontro das águas do mar com as águas do rio. A pororoca que ocorre na região Amazónica, principalmente na foz do seu grandioso e mais imponente rio, o Amazonas, é formada pela elevação súbita das águas junto à foz, provocada pelo encontro das marés ou de correntes contrárias, como se estas encontrassem um obstáculo que impedisse o seu percurso natural. Quando ultrapassa esse obstáculo, as águas correm rio adentro com uma velocidade de 10 a 15 milhas por hora, subindo a uma altura de 3 a 6 metros. ]

Grupos indígenas

No território ao longo do rio Amazonas moram inúmeros grupos nativos precedentes originalmente do Peru, da Colômbia e do Brasil.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Publicado por: Praia da Claridade às 00:21
Link do post | comentar
3 comentários:
De Anónimo a 26 de Agosto de 2005 às 00:02
Amazónia, para é a zona do mundo mais linda, aquela natureza deve ser um encanto e um mistério, só! E assim e graças a si fiquei a conhecer mais um pouco sobre este lugar belissimo. Bom trabalho.Maria do Céu
(http://madrigal.blogsome.com/category/maria-do-ceu-costa/)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 23:13
O Rio Amazonas é um rio sul-americano que nasce na Cordilheira dos Andes, no lago Lauri ou Lauricocha, no Peru e deságua no Oceano Atlântico, junto à Ilha de Marajó no Brasil

- Ao longo do seu percursso, ele tem os nomes de Tunguragua, Maeañon, Ucayali,Solimões e finalmente Amazonas.

- Uma pesquisa recente revelou que o Amazonas tem o comprimento de 6.868 km e mais de 1.000 afluentes, é portanto maior que o Nilo com seus 6.695 km de extensão. Sendo então o mais longo rio do mundo.

- Sua bacia hidrográfica, é a maior do mundo, com uma superfície de aproximadamente 7 milhões de km2.

- O Amazonas é de longe o rio mais caudaloso do mundo, com um volume de água cerca de 56 vezes o do Rio Nilo.MAIOR QUE O RIO AMAZONAS SÓ O RIO MONDEGO - O BASÓFIAS.

ehehehehehehehehehehehehehehehehe.

Um abraço amigo Filipão !ACÁCIO SIMÕES
(http://atonito.blogspot.com/)
(mailto:acacio.luis.simoes@iol.pt)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 22:14
ponha a ciência um pouco de lado e diga-me lá onde respira melhor, no picadeiro ou na mata dos cedros???Vô-Zé
</a>
(mailto:martins-ze@sapo.pt)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites