Domingo, 26 de Agosto de 2007

O Fado de Coimbra

 
O Fado é um estilo musical português. Geralmente é cantado por uma só pessoa (fadista) e acompanhado por guitarra clássica (nos meios fadistas denominada viola) e guitarra portuguesa.
 
Muito ligado às tradições académicas da respectiva Universidade, o fado de Coimbra é exclusivamente cantado por homens e tanto os cantores como os músicos usam o traje académico: calças e batina pretas, cobertas por capa de fazenda de lã igualmente preta. Canta-se à noite, quase às escuras, em praças ou ruas da cidade. Os locais mais típicos são as escadarias do Mosteiro de Santa Cruz e da Sé Velha. Também é tradicional organizar serenatas, em que se canta junto à janela da casa da dama que se pretende conquistar.
 
O fado de Coimbra
é acompanhado igualmente por uma guitarra portuguesa e uma guitarra clássica (também aqui chamada “viola”). No entanto, a afinação e a sonoridade da guitarra portuguesa são, em Coimbra, completamente diferentes das do fado de Lisboa.
 
Temas mais glosados: os amores estudantis, o amor pela cidade e pela boémia e a referência irónica e crítica à disciplina e ao espírito conservador dos professores e das lições. Dos cantores ditos “clássicos”, destaques para Augusto Hilário, António Menano, Edmundo Bettencourt.
 
No entanto, nos anos 50 do Século XX iniciou-se um movimento que levou os novos cantores de Coimbra a adoptar a balada e o folclore. Começaram igualmente a cantar grandes poetas, clássicos e contemporâneos, como forma de resistência à ditadura de Salazar. Neste movimento destacaram-se nomes como Adriano Correia de Oliveira e José Afonso (Zeca Afonso), que tiveram um papel preponderante na autêntica revolução operada desde então na Música Popular Portuguesa.
 
No que respeita à guitarra portuguesa, Artur Paredes revolucionou a afinação e a forma de acompanhamento do fado de Coimbra, associando o seu nome aos cantores mais progressistas e inovadores. (Artur Paredes foi pai de Carlos Paredes, que o seguiu e que ampliou de tal forma a versatilidade da guitarra portuguesa que a tornou um instrumento conhecido em todo o mundo.)
 
Fado Hilário, Do Choupal até à Lapa, Balada da Despedida (“Coimbra tem mais encanto, na hora da despedida”, os primeiros versos, são mais conhecidos do que o título), O meu menino é d’oiro, Samaritana – são alguns dos mais conhecidos fados de Coimbra.
 
Curiosamente, não é um fado de Coimbra, mas uma canção, o mais conhecido tema falando daquela cidade: Coimbra é uma lição, que teve um êxito assinalável em todo o mundo com títulos como Avril au Portugal ou April in Portugal.

Fonte: Wikipédia. 





O Fado de Coimbra - À Capella
Coimbra menina e moça
 
O "À Capella", lugar de culto do fado de Coimbra,
fica localizado no centro histórico da cidade de Coimbra, inserido na Capela de Nossa Senhora da Vitória (Séc. XIV).

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
13 comentários:
De Cöllyßry a 26 de Agosto de 2007 às 18:24
Ao som do fado de Coimbra que muito gosto...vim desejar um bom resto de domingo...

Doce beijo


De Chicailheu a 26 de Agosto de 2007 às 23:48
Coimbra tem mais encanto na hora da despedida...gosto muito de Fado de Coimbra, e já tive o previlégio, de o ouvir cantando cá na Ilha, por antigos alunos de Coimbra.
Na bela escadaria de pedra da nossa Igreja do Colégio.
Gosto muito e quem sabe, porque vou a Coimbra, ainda não o ouço no lugar da sua origem?

Beijinhos
Boa noite
Chicailheu


De soaresesilva a 27 de Agosto de 2007 às 14:59
Sempre apreciei muito o fado de Coimbra. Muito diferente do de Lisboa, não é tão melancóçico, nem tão triste, mas reflecte bem o sentir português. Conheço muitos desses cantores mas para mim, o melhor foi Luis Gois, juiz em Lisboa e que por vezes ainda aparece a cantar e sempre bem.
Desta última geraºão de Coimbra pouco conheço porque a radio e a televisão não os divulgam muito.


De acácio simões a 27 de Agosto de 2007 às 17:38
Éi Filipão !
Parece que o verão está a começar, não é mesmo?
Quanto ao fado de Coimbra, que eu tive o previlégio de ouvir expontâneamente, já não é o que era.
Agora está comercializado...
Um abração


De Sindarin a 28 de Agosto de 2007 às 11:01
Olá meu amigo Filipe!
Obrigada pela visita. O fado de Coimbra é uma melodia intemporal, maravilhosa o culminar de sentimentos, da saudade, de tempos que vão e não voltam mas se perpetuam nos corações de quem o canta. Um grande beijinho amigo. Tudo de bom!!!


De jo a 28 de Agosto de 2007 às 21:56
Gosto de todo o fado, transmite a alma do nosso povo. O fado de cõimbra tem uma cadência especial, talvez mais fácil de apreender pelos estrangeiros.
Uma boa noite e um grande abraço


De meugirassol a 28 de Agosto de 2007 às 23:58
olá Filipe, há muito que por aqui não passava. Mas tb eu gosto muito do fado de Coimbra, artigos como estes são sempre bons de ler. beijo de MeuGirassol



De Manuela a 29 de Agosto de 2007 às 00:08
Olá amigo.
Já retornei a casa depois de uns dias bem passados.
Há já uns anos atrás tive a opurtunidade única de ouvir em Figueira de Castelo Rodrigo, no Largo da Igreja, cantar os Doutores de Coimbra na altura era o Machado Vaz e outros.
Adorei pois cantaram na rua e estava muito frio na altura.
Sempre gostei de Fado, e do de Coimbra também, o meu pai era fadista e cantou muito com o Francisco Martinho que cantou o Abril em Portugal em Francês.
Andaram os dois na tropa em Moçambique, pena porém o meu pai não ter tido cabeça, pois cantava muito melhor que o Francisco mas era muito novo e só queria andar nas borgas.
Aliás o Francisco Martinho (não estou a mentir) imitava o meu pai, e o meu pai ensinou-o em muitas coisas.
A minha família da parte do meu pai sabem todos cantar o Fado, parece que já nasce connosco, desde o mais velho ao mais pequeno todos sabem.
Quando era pequena lembro-me de os irmãos do meu pai cantarem todos juntos, quando era casamentos ou Natal.
Enfim belos tempos.
Viva o Fado.
Abraço
Manuela


De joselessa a 30 de Agosto de 2007 às 16:00
Pouco mais a acrescentar aos coméntários ja feitos.
Apenas que sendo Coimbra a minha Cidade adoptiva não posso passar muitos dias sem ouvir fado de Coimbra.
Adoro todas as vilas, aldeias e Cidades de Portugal, mas Coimbra tem um espaço muito especial dentro de mim, e foi sem duvida a canção de Coimbra que me encantou, bem como o Penedo da Saudade, a Sé e o Jardim botanico, enfim muito podia escrever sobre Coimbra pelos bons momentos que por lá passei.
Para o Filipe o agradecimento de todos que o visitam em especial este seu amigo,
José Lessa


De Martuxa a 30 de Agosto de 2007 às 17:32
Coimbra... tem mais encanto na hora da despedida...
O Fado, A Alma Portuguesa


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites