Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006

Ilha do Pico - Açores

 
Localização da Ilha do Pico no Arquipélago dos Açores
Localização da Ilha do Pico no Arquipélago dos Açores
 
 
A Montanha do Pico vista da ilha do Faial

A Montanha do Pico vista da ilha do Faial


 
 
 

A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores, e dista da Ilha do Faial 8,3 km e da Ilha de São Jorge dista 15 km. Tem uma superfície de 447 km² e conta com uma população residente de 14 806 habitantes (em 2001). Mede 50 km de comprimento e 20 km de largura. Deve o seu nome à majestosa montanha vulcânica, a Ponta do Pico ou Montanha do Pico(1), que termina num pico pronunciado cujo topónimo é Pico Pequeno ou Piquinho. É a mais alta montanha de Portugal e a terceira maior montanha que emerge do Atlântico, atingindo 2 351 metros de altitude.
 
Administrativamente, a ilha é constituída por três concelhos: concelhos das Lajes do Pico com seis freguesias, Madalena e São Roque do Pico, ambas com cinco freguesias.
 
Dispõe, em Santa Luzia, de um moderno Aeroporto Regional com ligações aéreas directas com Lisboa (TAP/SATA Internacional), Terceira (Lajes) e Ponta Delgada (SATA - Air Açores). Tem ligações marítimas diárias (Transmaçor) com a cidade da Horta e vilas das Velas e Calheta. Durante os meses de Verão usufrui de ligações marítimas com as restantes ilhas do arquipélago.
 
Geologia
 
A ilha emergiu de uma fractura tectónica de orientação ONO-ESSE – a mesma que deu origem à Ilha do Faial, denominada Fractura Faial-Pico, que se desenvolve ao longo de 350 km, desde a Crista Médio Atlântica (sigla CMA) até uma área a Sul da Fossa do Hirondelle.
  • Complexo Vulcânico da São Roque
  • Complexo Vulcânico da Lajes
  • Complexo Vulcânico da Madalena

História
 
A designação henriquina da ilha era Ilha de São Dinis. Na cartografia do século XIV, a ilha foi chamada de "Ilha dos Pombos". O seu povoamento foi iniciado em 1460, na fajã lávica das Lajes, mas tornou-se definitivo em 1483, quando Joss van Hurtere mandou fundar São Mateus. Em 29 de Dezembro de 1482, faz hoje 524 anos, a ilha é integrada na Capitania do Faial pela Infanta D. Beatriz, em virtude de Álvaro de Orlenas não ter tomado posse da ilha.
 
Em 1501, Lajes do Pico é elevada a Vila e sede de concelho pelo Rei D. Manuel I. Em 1542 é a vez de São Roque do Pico e, em 1712, a de Madalena.
 
Cultura e Património
 
Em Julho de 2004, o comité da UNESCO considerou a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico como Património da Humanidade. A área engloba os lajidos das freguesias da Criação Velha e de Santa Luzia. A cultura da vinha domina a parte ocidental da ilha, sendo o famoso "Verdelho do Pico" cultivado em pequenas quadrículas de terreno onde crescem as vinhas, separados por muros de basalto negro feitos de pedra solta, chamados localmente de "currais".
 
Presentemente, pretende-se constituir um Parque Nacional na Ilha do Pico, englobando a área da Montanha do Pico e o Planalto Central. Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico.
 
Outro património inclui: a Gruta das Torres, na Criação Velha; as Furnas de Frei Matias; na Madalena, Museu do Vinho, instalado no antigo Convento das Carmelitas; o Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico; o Museu Regional dos Baleeiros, nas Lajes do Pico.
 
Tradições, festas e curiosidades
 
Festa e Procissão do Senhor Bom Jesus (São Mateus, Madalena), Semana dos Baleeiros (N. Sra. de Lurdes), Cais Agosto (Cais do Pico - S.Roque), Festa de São Roque, Festas de Santa Maria Madalena, Semana das Vindimas, Festas do Espírito Santo.
 
Economia
 
Os habitantes da ilha do Pico dedicam-se à agricultura, à pesca e à criação de bovinos. A vinha, outrora uma das grandes riquezas da ilha que produzia o afamado vinho do Pico, exportado para a Inglaterra e para a América do Norte e que chegou a ser servido à mesa do próprio czar do Império Russo, foi gradualmente afectada pela praga do oídio na segunda metade do século XIX.
 
Actualmente, a produção é reduzida e as principais fontes de rendimento no campo da agricultura são os produtos hortícolas, a fruta e os cereais. A pecuária está muito desenvolvida, em especial no concelho de São Roque do Pico. A pesca é outra actividade importante. As indústrias da ilha estão, na sua quase totalidade, ligadas ao ramo alimentar: lacticínios, destilarias e moagens. No artesanato destaca-se a escultura em basalto e em osso de baleia, bem como rendas e bordados.
 
(1) - A Montanha do Pico (Ponta do Pico ou Serra do Pico) é o ponto mais alto do vulcão do mesmo nome na ilha do Pico, arquipélago dos Açores. O cume da montanha está a 2.351 m acima do nível médio do mar, sendo o ponto mais alto da Região Autónoma dos Açores e o mais alto sob soberania portuguesa. Medido a partir da zona abissal contígua, o edifício vulcânico tem quase 5 000 m de altura, quase metade submersa sob as águas do Atlântico.
 
O Vulcão do Pico é muito "recente" (aproximadamente 750 000 anos de idade), entrando em actividade pela última vez no seu flanco sueste (São João) no século XVIII. É escalável por trilhos marcados em cerca de quatro horas, sendo a ascensão muito cansativa devido ao forte declive em todo o percurso.
Fonte: Wikipédia. 
 

..........................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:01
Link do post | comentar
6 comentários:
De Isabel Filipe a 29 de Dezembro de 2006 às 11:43
Filipe,

Para ti, um Ano Novo muito feliz, cheio de venturas, de saúde, junto das pessoas que amas.
Um beijo meu, e o meu carinho,
Isabel Filipe


De Jofre Alves a 29 de Dezembro de 2006 às 15:59
Caro Filipe: passei para ver, ler e apreciar o teu interessante blogue e desejar um ano 2007 cheio de paz, saúde e felicidade.


De soaresesilva a 29 de Dezembro de 2006 às 16:14
É uma das viagens que eu espero ainda fazer porque gostava imenso de conhecer esta ilha. Fiquei apaixonada por ela quando aqui há uns anos li o livro do Vitorino Nemésio, "Mau tempo no canal". De então para cá muitas coisa se deve ter modificado mas a beleza da paisagem é de sempre e para sempre!


De Maria Elisa a 29 de Dezembro de 2006 às 21:19
Amigo Filipe!..Que belo tema nos trás hoje sobre os Açores,pois a nossa amiga CHICA,deve de estar feliz pois fala da sua terra.Filipe já comentei com a Chica pois tenho esperanças de coneçer um dia esta terra,pois o filho vai lá muitas vezes e fala muito bem,mas ele vai a BASE AÉREA,mas conheci em tempos alguém da ilha do FAIAL e me falou das coisas bonitas que tem os Açores,vamos ver como entrará o Novo Ano e depois se verá,hoje amigo estou um pouco doente,da minha culuna apouco nem podia sair da cadeira,com dores já tomei BRUFEN para ver se fico melhor.
Amigo Filipe beijinho.
Maria Elisa


De ilhas a 29 de Dezembro de 2006 às 22:31
caro amigo, gostei muito deste seu canto. Para além de descobrir a sua paixão pelo nosso pais e pelas nossas ilhas, vejo que vc faz um bom trabalho em prol da promoção das diversas regiões. A minha esposa é do Pico. Uma ilha grande ainda meio selvagem onde se respira ar puro. Sou da ilha terceira, terra dos bravos, das touradas e da Brianda Pereira, que foi heroina de uma batalha que fez com que a Terceira fosse durante alguns anos Portugal.Obrigado pela sua visita. Volte sempre. abraços


De florinda a 30 de Dezembro de 2006 às 00:06
Oi de novo Filipe! Não resisti ver sem comentar, realmente esse blog deixa muito a desejar, e leio aqui coisas extraordinárias mesmo, tu és mesmo um sábio, adoro mesmo cá vir, aqui aprendo mesmo muito, és mesmo um génio. E mais uma vez falaste nos açores, meus parabéns surpreendes-me sempre pela possitiva . Quando ao me perguntares de onde sou, eu sou da zona da cidade da Ribeira Grande, sera que já ouviste falar também?! Agora a chata já se vai deixando um beijinho com o desejo de umas boas entradas no ano 2007, e que o teu blog envelue sempre mais, e mais . Adeus até para o ano agora, e entre de pé direito


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites