Sábado, 29 de Setembro de 2007

Masseiras

 

Clique aqui para ver as fotos dos
"Campos de Masseira"

 

 
Praia do Rio Alto - Estela (Póvoa de Varzim)

Praia do Rio Alto - Estela (Póvoa de Varzim)

Clique aqui para ampliar a imagem




As masseiras ou campos masseira constituem uma forma de agricultura única no mundo existente nas freguesias da Estela e Aguçadoura na Póvoa de Varzim e a vizinha Apúlia em Esposende. Esta forma de agricultura ancestral consiste em fazer uma cova larga e rectangular numa das praias largas e arenosas da região.
 
Nos cantos da cova conhecidos como os "quatro vales", são cultivadas vinhas, de forma a proteger a área central dos ventos do norte, que têm o nome de Nortada. Na área central, encontra-se água doce, não salgada como poderíamos supor, e tudo pode ser cultivado, mas são necessárias grandes quantidades de água e sargaço para que o que é cultivado brote.
 
Com esta cova de apenas alguns metros consegue-se um aumento térmico, que aliado aos quatro vales e às vinhas, que protegem o campo dos ventos, fazem com que as masseiras funcionem como uma espécie de estufa.
 
Este tipo de agricultura foi inventada no século XVIII por monges beneditinos da abadia de Tibães e foi outrora bastante utilizado nas costas da Póvoa de Varzim e Esposende.
 
Hoje em dia é um tipo de agricultura em riscos de extinção devido à popularização das estufas na região e até mesmo ao uso das areias para a construção civil. A Câmara da Póvoa de Varzim concedeu 4 948 377 m2 do seu território para serem de uso exclusivo de masseiras, de forma a proteger este tipo de agricultura.
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (4)
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Berlengas

 
Porto de Berlengas

Porto de Berlengas



O arquipélago das Berlengas localiza-se no Oceano Atlântico a cerca de 5,7 milhas náuticas de distância do Cabo Carvoeiro (cerca de 10 km da cidade de que faz parte, Peniche), na costa de Portugal.
 
Formação granítica muito antiga, é composto por três grupos de ilhéus, todos de natureza geológica diferenciada da costa da Península Ibérica:
  • Berlenga Grande e Cerro da Velha
  • Estelas
  • Farilhões-Forcadas
 
O clima

 
O clima do arquipélago é fruto de dois tipos de influências: a atlântica e a mediterrânea. O seu isolamento proporciona-lhe características únicas de fauna e flora, tornando-o um valioso ecossistema.
 
No tocante à fauna destacam-se a Lagartixa de Bocage e o Sardão, esta última espécie ameaçada pela populações de Gaivota, Coelho-bravo e Rato-preto. Existem várias espécies de aves, marinhas e não-marinhas, que nidificam neste ponto isolado do litoral, tais como:
  • Airo (ave símbolo da Reserva Natural da Berlenga)
  • Cagarra
  • Corvo marinho de crista
  • Gaivotas (Gaivota-de-patas-amarelas, Gaivota-d´asa-escura)
  • Pardela-de-bico-amarelo
  • Roque de Castro
No mar, entretanto, é que se encontra a maior riqueza do arquipélago, de piscosidade ímpar na costa portuguesa.
 
O número de espécies botânicas ascende a cerca de uma centena. Entre as que se adaptaram evolutivamente ao isolamento do arquipélago, marcado pela aridez do solo granítico, pelos constantes ventos e pela elevada salinidade, três espécies se destacam:
  • Armeria berlengensis,
  • Herniara berlengiana,
  • Pulicaria microcephala.
Considerada como a primeira área protegida do mundo, uma vez que o rei D. Afonso V (1438-81) desde 1465 proibiu a prática de qualquer modalidade de caça na Berlenga Grande, na actualidade, com o fim de se preservar o ecossistema e a biodiversidade deste arquipélago singular, foi criada a Reserva Natural das Berlengas (3 de Setembro de 1981).
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (7)
Sábado, 22 de Setembro de 2007

Figueira da Foz em festa de aniversário

 
Comemorando os 125 anos de elevação a cidade, entre as várias cerimónias, destaca-se hoje, pelas 17h00: o Presidente da República irá colocar uma coroa de flores na Estátua do Centenário, uma estátua em bronze representando uma figura de mulher, alusiva à elevação a cidade, da então vila da Figueira. O primeiro centenário ocorreu em 20 de Setembro de 1982, data da inauguração da estátua.    

----------------------- 

 

 
Figueira da Foz - a praia

Figueira da Foz - a praia

Clique aqui para ampliar a imagem




A Figueira da Foz é uma cidade portuguesa no Distrito de Coimbra, região Centro e sub-região do Baixo Mondego, situada na desembocadura do rio Mondego com o Oceano Atlântico. É a segunda maior cidade do distrito, com cerca de 27 742 habitantes.
 
Lugar de ocupação humana muito antiga, a Figueira da Foz conheceu um grande crescimento no século XVIII devido ao movimento do porto e ao desenvolvimento da indústria de construção naval.
 
Foi elevada à categoria de vila em 1771. Continuou a crescer ao longo do século XIX devido à abertura de novas vias de comunicação e à afluência de veraneantes. Em 20 de Setembro de 1882, foi elevada à categoria de cidade. Nos finais do século XIX e início do século XX construiu-se o chamado Bairro Novo, de malha regular, onde se instalaram os hotéis, casino, restaurantes... Devido às condições naturais e ao equipamento turístico, a Figueira da Foz impôs-se como estância balnear não apenas para a zona centro de Portugal, mas também para famílias alentejanas abastadas e espanholas. A Figueira da Foz é conhecida como a "Rainha das Praias de Portugal".
 
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (14)
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Hidrobase

 
Hidroaviões acostados numa moderna Hidrobase no Canadá

Hidroaviões acostados numa moderna Hidrobase no Canadá

Clique aqui para ampliar a imagem




Denomina-se Hidrobase um aeródromo especialmente concebido para a operação de hidroaviões. Se a instalação for suficientemente desenvolvida poderá ser chamada aeroporto marítimo.
 
Normalmente uma hidrobase situa-se à beira de um lago, de um rio ou de uma baía marítima protegida, que lhe serve de pista de amaragem e de descolagem. Mais raramente existem hidrobases cuja pista é um lago artificial especialmente concebido para a descolagem e amaragem dos hidroaviões.
 
Na margem da pista fluvial ou marítima situam-se as instalações de apoio da hidrobase tais como cais de acostagem, aerogare, hangares, estrutura de abastecimento de combustível, etc.
 
A maioria das hidrobases construídas de raiz destinava-se a fins militares. Com o fim da utilização militar em larga escala do hidroavião a seguir à Segunda Guerra Mundial quase todas essas instalações deixaram de ser utilizada como hidrobase.
 
Durante o apogeu das viagens aéreas intercontinentais por hidroavião, nas décadas de 1930 e 1940, foram construídas também hidrobases civis desenvolvidas, também chamadas Aeroportos Marítimos, com todas as instalações necessárias para o tráfego de passageiros em larga escala. A mais famosa dessas hidrobases era a de Dinner Key, em Miami, onde estava sedeada a Pan American Airways e de onde partiam os seus hidroaviões Clippers que faziam as rotas do Atlântico, ligando à Europa, América do Sul e África Ocidental. A hidrobase de Dinner Key tornou-se, na altura, o maior aeroporto do mundo. Nos pontos servidos por essas rotas, bem como pela do Pacífico, foram construídas outras hidrobases, entre as quais o Aeroporto de Cabo Ruivo em Lisboa.
 
Actualmente apenas existem hidrobases de pequenas dimensões. A maioria destina-se apenas a hidroaviões de recreio ou de desporto, dispondo de poucas estruturas de apoio e aproveitando normalmente instalações de marinas ou de clubes náuticos. Normalmente apenas dispõem do cais de acostagem e, algumas, de hangar com plano inclinado. Em alguns países com grandes superfícies aquáticas como o Canadá, em que existe um tráfego aéreo regular de passageiros e carga através de hidroaviões, existem hidrobases com uma estrutura mais desenvolvida, que pode incluir desde terminais para passageiros até instalações de controlo de tráfego aéreo.
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Balão barragem

 
Navios de desembarque descarregam numa das praias na Normandia durante o Dia D. É possível ver os balões barragem que protegem os navios de ataques aéreos

Navios de desembarque descarregam numa das praias na Normandia
durante o Dia D. É possível ver os balões barragem que protegem
os navios de ataques aéreos

Clique aqui para ampliar a imagem




Um balão barragem é um balão enorme, baseado no desenho de Caquot do balão de observação, utilizado como defesa contra aviões. O balão possuía um cabo que o ligava ao solo ou a edifícios e que servia como obstáculo aos aviões, nomeadamente às hélices. Algumas versões carregavam pequenas cargas explosivas que eram puxadas contra o avião para garantir a destruição do aparelho. Os balões barragem apenas eram realmente bem-sucedidos para aviões de baixo voo, pois o peso de um cabo mais longo impedia a sua utilização em maiores altitudes.
 
Em 1938 o Comando Britânico de Balões foi estabelecido para proteger cidades e pontos importantes como áreas industriais e portos. Com a intenção de servirem de defesa contra bombardeiros-de-mergulho, voando em altitudes até aos 5 mil pés, forçando o avião a voar mais alto e a entrar no alcance de fogo anti-aéreo concentrado. A meio de 1940 existiam 1400 balões, um terço dos quais sob a zona de Londres, onde se provaram de grande utilização contra os bombardeiros alemães que voavam mesmo sob eles. Contudo a construção de mais balões continuou, e por volta de 1944 existiam já 3 mil balões. Provaram-se particularmente eficazes contra mísseis V-1, que voavam abaixo dos 2 mil pés, sendo-lhe atribuída a destruição de pelo menos 100 mísseis.
 
Muitos bombardeiros alemães foram equipados com aparelhos para cortarem os cabos destes balões. Durante a Segunda Guerra Mundial estes balões foram também utilizados presos a navios de guerra e de transporte, nomeadamente durante o Dia D.
 
No vocabulário militar, o Dia D é um termo usado frequentemente para denotar o dia em que um ataque ou uma operação de combate devem ser iniciados. Um dos Dias D mais famosos da história militar foi 6 de Junho de 1944 - o dia em que a Batalha da Normandia começou - iniciando a libertação do continente Europeu da ocupação Nazista durante a Segunda Guerra Mundial.
Fonte: Wikipédia. 
 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (10)
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

World Trade Center

 
Momento do embate da segunda aeronave quando a primeira torre estava já em chamase vista dos ataques

Momento do embate da segunda aeronave quando a primeira torre estava já em chamas e vista dos ataques


World Trade Center foi um complexo de edifícios, construído no início de 1970, localizado em Manhattan, Nova Iorque, EUA, e destruído pelos ataques de 11 de Setembro de 2001, faz hoje 6 anos. Dos sete edifícios que compunham o complexo, destacavam-se as duas Torres Gémeas com 110 andares, idealizadas pelo arquitecto japonês Minoru Yamasaki, consideradas um dos ícones da economia norte-americana e onde trabalhavam diariamente cerca de 50 mil pessoas. Foram considerados os maiores prédios do mundo durante os anos de 1972 e 1973.
 
As Torres Gémeas possuíam 198 elevadores. Na Torre Norte existia, no 107º andar, um luxuoso restaurante onde havia grandes almoços de empresários mundiais apelidado de "Windows on the World" (Janela do Mundo, devido ser o restaurante mais alto do mundo). No último ano de funcionamento, 2000, o restaurante teve um lucro de 37,5 milhões de dólares. No topo da Torre Sul existia um observatório apelidado de "Top of the World" (Topo do Mundo) que ficava a 420 metros de altura e onde os visitantes tinham uma visão de 360º de toda a cidade de Nova York. Tinha uma protecção anti-suicida.
 
Na Torre Norte havia uma antena de TV de 90 metros instalada em 1978. A Torre Norte tinha 526 metros de altura, contando com a antena de TV, (417 metros sem a antena), enquanto a Torre Sul possuía 415 metros.
 
Os Ataques de 11 de Setembro de 2001, causaram pânico em todo o Mundo. Quando a Torre Norte foi atingida pelo avião 767 da American Airlines às 8h45 da manhã, as pessoas da Torre Sul receberam os avisos de emergência para descer. Estranhamente foram barrados pela polícia do WTC que afirmava que o prédio estava seguro e que todos podiam voltar para o seu serviço. A maioria voltou para os seus escritórios esperando uma nova chamada. Muitos deles ligaram para os seus familiares afirmando que iriam continuar na Torre Sul e que ela estava segura. No entanto, as 9h03 da manhã o avião 757 da United Airlines chocou com a Torre Sul atingindo do 78º andar ao 83º andar. Às 9h10 o serviço de segurança de Nova Iorque ordenou a evacuação total do prédio. Muitas pessoas na Torre Sul morreram pois acreditavam que seriam resgatados nos seus próprios escritórios sem ter que enfrentar o pânico de 1993. Todas as pessoas que ficaram nos andares acima da zona do impacto da Torre Norte morreram e na Torre Sul sobreviveram apenas dezoito pessoas, pois encontraram uma escada intacta.

Os mortos nos ataques de 11 de Setembro de 2001 foram milhares: 265 nos aviões; pelo menos 2.602 pessoas, incluindo 242 bombeiros, no World Trade Center, e 125 no Pentágono. Pelo menos 2.992 pessoas foram mortas.

 

.............................................................
Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 12:18
Link do post | comentar | ver comentários (6)
Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Luciano Pavarotti faleceu hoje

 
Luciano Pavarotti (Módena, 12 de Outubro de 1935 - Módena, 6 de Setembro de 2007) foi um cantor lírico italiano, grande intérprete das obras de Donizetti, Puccini e Verdi.
 
É considerado um dos mais importantes tenores de sempre. A sua imponente figura, a soberba barba escura e sorriso cativante, o seu famoso lenço branco...
 
Pavarotti participou com os tenores espanhóis José Carreras e Plácido Domingo nos concertos "Os três tenores", e gravou famosos duetos com Bryan Adams, Andrea Bocelli, Céline Dion, U2 e Roberto Carlos, entre outros.  Cantou nos mais importantes teatros mundiais, como sendo o Teatro alla Scala (Milão), a Royal Opera House - Covent Garden (Londres), a Metropolitan Opera House (Nova Iorque), entre outros. Mais de 30 anos de digressões mundiais do triunfante tenor.
 

 


 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 11:03
Link do post | comentar | ver comentários (7)
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Flamenco na Figueira da Foz

 

Realizou-se no passado dia 20 de Agosto, no grande auditório do Centro de Artes e Espectáculos (CAE), o espectáculo "Espanha Baila Flamengo", apresentado pelo Ballet Flamenco de Madrid.
Com a sala repleta de público, este espectáculo começou por surpreender logo de início, com a entrada dos bailarinos a ser feita pela plateia em direcção ao palco.
Fonte: Jornal "O Figueirense"

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - -

O flamenco é um estilo musical e um tipo de dança fortemente influenciado pela cultura cigana, mas que tem raízes mais profundas na cultura musical mourisca, influência de árabes e judeus. A cultura do flamenco é associada principalmente à Andaluzia na Espanha, e tornou-se um dos ícones da música espanhola e até mesmo da cultura espanhola em geral.
 
O "novo flamenco" é uma variação recente do flamenco que sofreu influências da música moderna, como a rumba, a Salsa, o pop, o rock e o jazz.
 
Originalmente, o flamenco consistia apenas de canto (cante) sem acompanhamento. Depois começou a ser acompanhado por guitarra (toque), palmas, sapateado e dança (baile). O “toque” e o “baile” podem também ser utilizados sem o “cante”, embora o canto permaneça no coração da tradição do flamenco. Mais recentemente outros instrumentos como o “cájon” (uma caixa de madeira usada como percussão) e as castanholas foram também introduzidos.
 
Muitos dos detalhes do desenvolvimento do flamenco foram perdidos na história da Espanha e existem várias razões para essa falta de evidências históricas:
  • Os tempos turbulentos dos povos envolvidos na cultura do flamenco. Os mouros, os ciganos e os judeus foram todos perseguidos e expulsos pela inquisição espanhola em diversos tempos durante a “Reconquista”
  • Os ciganos possuíam principalmente uma cultura oral. As suas músicas eram passadas às novas gerações através de actuações em comunidade
  • O flamenco não foi considerado uma forma arte sobre a qual valesse a pena escrever durante muito tempo. Durante a sua existência, o flamenco esteve dentro e fora de moda por diversas vezes.
Granada, o ultimo reduto dos mouros, caiu em 1492, quando os exércitos de Fernando II de Aragão e Isabel I de Castela (os reis católicos) reconquistaram esta cidade após cerca de 800 anos de domínio muçulmano. O Tratado de Granada foi criado para assegurar as bases da tolerância religiosa, conseguindo com isso que os muçulmanos se rendessem pacificamente. Durante alguns anos existiu uma tensa calma em Granada e à sua volta, no entanto, à inquisição não lhe agradava a tolerância religiosa relativamente aos judeus e aos muçulmanos e conseguiu convencer Fernando e Isabel a quebrarem o tratado e a forçar os judeus e os mouros a converterem-se a cristianismo ou deixarem a Espanha de vez. Em 1499, cerca de 50.000 mouros foram coagidos a tomar parte de um baptismo em massa. Durante a rebelião que se seguiu, as pessoas que recusaram baptizar-se ou serem deportadas para África, foram pura e simplesmente eliminadas. Como consequência desta situação, assistiu-se à fuga de mouros, ciganos e judeus para as montanhas e regiões rurais.
 
Foi nesta situação social e economicamente difícil que as culturas musicais de judeus, ciganos e mouros começaram a fundir-se no que se tornaria a forma básica do flamenco: o estilo de cantar dos mouros, que expressava a sua vida difícil na Andaluzia, as diferentes “compas” (estilos rítmicos), palmas ritmadas e movimentos de dança básicos. Muitas das músicas flamencas ainda reflectem o espírito desesperado, a luta, a esperança, o orgulho e as festas nocturnas durante essa época. Música mais recente de outras regiões de Espanha, influenciaram e foram influenciadas pelo estilo tradicional do flamenco.
 
A primeira vez que o flamenco foi mencionado na literatura, remonta a 1774 no livro “Cartas marruecas” de José Cadalso. No entanto a origem do termo “flamenco” continua a ser assunto bastante debatido. Muitos pensam que se trata de um termo espanhol que originalmente significava flamengo (“flamende”). Contudo, existem outras teorias. Uma das quais, sugere que a palavra tem origem árabe, retirada das palavras “felag mengu” (que significa algo como “camponês de passagem” ou fugitivo camponês”).
 
Durante a chamada época de ouro do flamenco, entre 1869 e 1910, o flamenco desenvolveu-se rapidamente nos chamados “cafés cantantes”. Os dançarinos de flamenco também se tornaram numa das maiores atracções para o público desses cafés. Ao mesmo tempo, os guitarristas que suportavam esses dançarinos, foram ganhando reputação e dessa forma, nasceu, como uma arte própria, a guitarra do flamenco. Julián Arcas foi um dos primeiros compositores a escrever música flamenca especialmente para a guitarra.
 
A guitarra flamenca, e a muito parecida guitarra clássica, é descendente do alaúde. Pensa-se que as primeiras guitarras terão aparecido em Espanha no século XV. A guitarra de flamenco tradicional é feita de madeira de cipreste e abeto, é mais leve e um pouco menor que a guitarra clássica, com o objectivo de produzir um som mais agudo.
 
Em 1922, um dos maiores escritores espanhóis, Federico García Lorca e o compositor de renome Manuel de Falla organizaram a “Fiesta del cante jondo”, um festival de música folclórica dedicada ao “cante jondo”. Fizeram-no a fim de estimular o interesse no flamenco que nessa altura estava fora de moda. Dois dos mais importantes poemas de Lorca, “Poema del cante jondo” e Romancero gitano”, mostram a fascinação que este tinha pelo flamenco.
Fonte: Wikipédia. 

 

.............................................................
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar | ver comentários (4)

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites