Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

O Origami

 
Origami - insectos e flores
 
Origami - insectos e flores
 
 

Origami  é a arte japonesa de dobrar o papel. A origem da palavra advém do japonês ori (dobrar) gami (papel). Geralmente parte-se de um pedaço de papel quadrado, cujas faces podem ser de cores diferentes, prosseguindo-se sem cortar o papel.
 
No entanto, a cultura do Origami Japonês, que se desenvolve desde o Período Edo (divisão da história do Japão que vai de 1603 a 1867), não é tão restritiva acerca destas definições, por vezes cortando o papel durante a criação do modelo, ou começando com outras formas de papel que não a quadrada (rectangular, circular, etc.).
 
 
História
 
No início existia muito pouco papel disponível e, por isso, apenas os ricos podiam dobrar o papel. Os Japoneses encontraram utilidade para o seu origami: por exemplo, os Samurais teriam, algures no período Muromachi, trocado presentes na forma conhecida como noshi, que seria um papel dobrado com uma fatia de peixe seco ou carne. Isto era considerado um símbolo de boa-ventura. Também os nobres Shinto teriam celebrado casamentos envolvendo copos de licor de arroz em forma de borboletas que seriam dobradas para representar o noivo e a noiva.
 
Conforme se foram desenvolvendo métodos mais simples de criar papel, este foi-se tornando menos dispendioso, e o Origami foi-se tornando cada vez mais uma arte popular. Contudo, os japoneses sempre foram muito cuidadosos em não desperdiçar; guardavam sempre todas as pequenas réstias de papel, e usavam-nas nos seus modelos de origami.
 
Durante séculos não existiram instruções para criar os modelos origami, pois eram transmitidas verbalmente de geração em geração. Esta forma de arte viria a tornar-se parte da herança cultural dos japoneses. Em 1787 foi publicado um livro (Hiden Senbazuru Orikata) contendo o primeiro conjunto de instruções origami para dobrar um pássaro sagrado do Japão. O Origami tornou-se uma forma de arte muito popular, conforme indica uma impressão em madeira de 1819 intitulada "Um mágico transforma folhas em pássaros", que mostra pássaros a serem criados a partir de folhas de papel.
 
Em 1845 foi publicado outro livro (Kan no mado) que incluía uma colecção de aproximadamente 150 modelos Origami. Este livro introduzia o modelo do sapo, muito conhecido hoje em dia. Com esta publicação, o Origami espalha-se como actividade recreativa no Japão.
 
Não seriam apenas os Japoneses a dobrar o papel, mas também os Mouros, no Norte de África, que trouxeram a dobragem do papel para Espanha na sequência da invasão árabe no século VIII. Os mouros usavam a dobragem de papel para criar figuras geométricas, uma vez que a religião proibia-os de criar formas animais. Da Espanha espalhar-se-ia para a América do Sul. Com as rotas comerciais marítimas, o Origami entra na Europa e, mais tarde, nos Estados Unidos.
 
Publicado por: Praia da Claridade às 00:52
Link do post | comentar
9 comentários:
De conchitamachado a 21 de Julho de 2006 às 02:07
Lindo post!...
Esta forma de arte...herança cultural.

Feliz e Alegre fim de semana que se aproxima.
Beijinho
ConchitaMachado


De aldoramira a 21 de Julho de 2006 às 11:36
Já tenho visto coisas muito bonitas feitas assim mas como estas nunca tinha visto. são lindas.
Vou a procura de um ficheiro que tenho sobre isto depois envio-te. Não tens que agradecer nada, eu gosto de brincar com imagens para mim é um desafio, não é para agradecimentos. Faço para qualquer pessoa algumas já me tem pedido coisas, que eu envio , depois talvez por ter um oceano no meio desaparecem , e nem um alô a dizer que as coisas chegaram ,
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Já tenho visto coisas muito bonitas feitas assim mas como estas nunca tinha visto. são lindas. <BR>Vou a procura de um ficheiro que tenho sobre isto depois envio-te. Não tens que agradecer nada, eu gosto de brincar com imagens para mim é um desafio, não é para agradecimentos. Faço para qualquer pessoa algumas já me tem pedido coisas, que eu envio , depois talvez por ter um oceano no meio desaparecem , e nem um alô a dizer que as coisas chegaram , <BR class=incorrect name="incorrect" <a>bj</A> <BR>Aldora


De * a 21 de Julho de 2006 às 12:54
É preciso ter mto jeitinho... coisa que eu não tenho!


De Monica Freitas Padilha a 21 de Julho de 2006 às 15:43
Olá Filipe! Quanta coincidência... tenho planos de fazer um curso de origami logo após a prova do concurso que prestarei. Adorei o post. Muuuuito obrigada pelo award, lindíssimo. Tenha um lindo final de semana, muita luz e paz.


De Maria Elisa a 21 de Julho de 2006 às 16:50
Amigo Filipe!Sobre os trabalhos de papel,feitos pelos nossos amigos Japonesses,é um regalo ver estes trabalhos,pois eu tinha algum conhecimento dos mesmos, e aqui demostra a passagem de geração em geração coisa que nós podemos dizer o mesmo, pois muitas das nossas já ninguem as quer continuar ou por outra serão poucos a faze-lo.
Amigo Filipe Bom Fim de Semana Abraço meu amigo do Coração,saúde.
Maria Elisa


De soaresesilva a 21 de Julho de 2006 às 20:12
É uma arte muito interessante esta que nos apresentas hoje. Quando era pequena a minha Avó paterna ensinava-nos a fazer dobragens com papel mas só sabia um modelo...Mais tarde, durante o Curso de Educadora de Infância, também aprendi a fazer algumas para adestrar os dedos das crianças. Contudo, eram coisas muito simples, nada que se compare à arte japonesa.


De ACACIO SIMÕES a 21 de Julho de 2006 às 23:18
Oragami ...e pra ti também!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Oragami ...e pra ti também! <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Tamos</A> sempre àprender .... <BR>Um abração para o <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Filipão</A>


De ACACIO SIMOES a 21 de Julho de 2006 às 23:20
tão poucas letras e tanta calinada


De belinha a 3 de Agosto de 2006 às 12:39
Andava eu à procura de arte em papel e encontro um blog da praia da claridade, por acaso hoje muito ensombrada!:-)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites