Quarta-feira, 17 de Maio de 2006

O Saxofone

 
Saxofone alto
 
Saxofone alto
 
 
Duas boquilhas para sax tenor; a da esquerda mais utilizada para musica clássica, a da direita mais apropriada para o pop ou jazz.

  
Duas boquilhas para sax tenor:
a da esquerda mais utilizada para musica clássica,
a da direita mais apropriada para o pop ou jazz.
 
 

Palhetas para sax alto e sax tenor respectivamente 
  
Palhetas para sax alto e sax tenor respectivamente
 
 
 

O saxofone é um instrumento de sopro inventado em 1840 pelo belga Adolphe Sax (1), um respeitado fabricante de instrumentos, que viveu na França no século XIX.
 
 
História
 
Ao contrário da maioria dos instrumentos populares hoje em dia, que para chegar aos seus formatos actuais foram evoluídos de instrumentos mais antigos, o saxofone foi um instrumento inventado. O pai do saxofone foi o belga Antonie Joseph Sax, mais conhecido pela alcunha de Adolphe Sax. Filho de um fabricante de instrumentos musicais, Adolphe Sax aos 25 anos foi morar em Paris, e começou a trabalhar no projecto de novos instrumentos. Ao adaptar uma boquilha semelhante ao do clarinete numa espécie de corneta, Sax teve a ideia de criar o saxofone, que foi concluído em 1840 e patenteado logo em seguida, em 1844.
 
Embora seja feito de metal, o saxofone pertence à família das madeiras, pois o seu som é emitido a partir da vibração de uma palheta de madeira que fica fixada à boquilha.
 
Por ter um som único, com propriedades tanto dos instrumentos de madeira, quanto dos de metais, o saxofone logo foi adoptado por muitos músicos. O sax tem a capacidade de ter o poder de execução de instrumentos como o clarinete, ao mesmo tempo que tem uma potência sonora quase tão grande quanto à das cornetas. Além disso o seu timbre é um dos que mais se assemelha ao da voz humana, sendo um dos mais apreciados em todos os cantos do planeta.
 
 
Construção
 
O sax é um instrumento fabricado em metal, geralmente latão, com uma mecânica semelhante à do clarinete e à da flauta. É composto basicamente por um tubo cónico com 26 orifícios que têm as aberturas controladas por 23 chaves vedadas com sapatilhas (sapata, rodela, dos instrumentos musicais de sopro) geralmente de couro (nas versões mais modernas) e uma boquilha onde se acopla uma palheta geralmente de bambu (instrumento de palheta simples). A família dos saxofones é bem extensa, mas o desenho é semelhante a todos, sendo de forma similar a um cachimbo ou ainda recto, dependendo do tamanho.
 
 
A família do saxofone
 
A família dos saxofones mais utilizada actualmente é composta por:
 
-  Soprano, armado em Sib
-  Alto ou contralto, armado em Mib
-  Tenor, armado em Sib
-  Barítono, armado em Mib

 
 
Há porém outros modelos mais raros, ou que foram caindo em desuso, por exemplo:
 
Sopranino, armado em Fá e Mib
Soprano, armado em Dó
-  Mezzo-Soprano, armado em Fá
-  "Melody", armado em Dó
Baixo, armado em Sib
-  Contra-Baixo, armado em Mib

 
 
Duas características comuns à família dos saxofones são o sistema de digitação e a escrita. A diferença básica entre os saxofones é o tamanho: o tubo pode variar de poucos centímetros, como no sopranino, a vários metros, como no contra-baixo.
 
Outra peculiaridade é que os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, a nota escrita não é a mesma nota que ouvimos (som real). Assim, para podermos ouvir uma nota equivalente ao dó de um piano é necessário escrever notas diferentes dependendo em qual tonalidade o saxofone é armado.
 
 
A boquilha
 
A boquilha é a peça que se encaixa na ponta do saxofone e na qual é fixada a palheta. O seu funcionamento é semelhante ao de um apito, que gera as vibrações que irão percorrer o corpo do instrumento e as quais tornarão o som típico do saxofone. As boquilhas podem ser fabricadas dos mais diversos materiais: massa plástica, metais, acrílico, madeira, vidro e até mesmo osso, contudo as de massa plástica e de metais são as mais utilizadas.
 
O formato das boquilhas também pode variar bastante, tanto externamente quanto internamente. Alterações nos formatos implicam em alterações significativas do som produzido, e devido a este facto a escolha da boquilha é uma decisão muito pessoal para cada saxofonista. Não existe um padrão entre as fábricas. A grosso modo, duas medidas internas são definidas: a altura da abertura e a sua profundidade. Quanto maior for a abertura e menor a profundidade, mais estridente será o som produzido, já o contrário resulta num som abafado e pequeno.
 
 
A palheta
 
A palheta está para o saxofone assim como a corda está para o violão. Ela é a responsável pela emissão do som emitido pelo instrumento. Ao soprarmos a boquilha é gerada uma coluna de ar que faz vibrar a palheta, produzindo o som.
 
As palhetas são fabricadas com madeira, geralmente cana ou bambu, existindo porém palhetas sintéticas criadas pela engenharia moderna. Existem numerações para determinar o nível de dureza de uma palheta, mas esta numeração não é padronizada, varia de fabricante para fabricante. Quanto mais dura é a palheta maior é o esforço para a emissão da nota, contudo menor é o esforço para manter o controle da afinação.
 
 
(1) - Antoine Joseph Adolphe Sax (6 de Novembro de 1814 - 4 de Fevereiro de 1894) foi um construtor de instrumentos belga, conhecido por ter inventado o saxofone.
 
Adolphe Sax nasceu em Dinant, Bélgica. O pai, Charles-Joseph Sax, também era construtor de instrumentos. Adolphe cedo começou a construir os seus instrumentos.
 
Quando deixou a escola, Sax começou as experiências para descobrir novos instrumentos e a sua primeira invenção importante foi um melhoramento no clarinete baixo, que patenteou apenas com 20 anos de idade.
 
Em 1841, Sax mudou-se para Paris, onde continuou a trabalhar na construção e invenção de instrumentos. A sua invenção mais famosa foi o saxofone, destinado a ser usado nas bandas militares.
 
O compositor Hector Berlioz escreveu aprovando o novo instrumento em 1842, mas Sax apenas o patenteou em 1846, depois de desenhar e construir toda a família de saxofones (do soprano ao baixo).
 
A partir de 1867, Sax foi professor do Conservatório de Paris, cidade onde morreu em 1894, e está sepultado no cemitério de Montmartre.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
5 comentários:
De ACACIO SIMOES a 17 de Maio de 2006 às 09:41
Lindo instrumento, embora não muito preferido dos portugas que passam a vida a pôr a boca no trombone ! ! !
Um abraço


De Paola Vannucci a 17 de Maio de 2006 às 13:43
Bom dia meu querido,
Adorooooooooooooooooooooooo músicas instrumentais principalmente as com sax,
Vc conhece o fabuloso PAulo Moura? Leo Gandelman? Dois brasileiros incríveis, maravilhosos.

A nossa roda gira
num brilho sem fim
num eternizar da nossa amizade....

Amo vc

bjsssssssssssss

Paola


De soaresesilva a 17 de Maio de 2006 às 13:51
Quando ouvimos o som maravilhosos do saxofone mal podemos imaginar toda a complexidade do instrumento que eu, é claro, desconhecia completamente. Nem mesmo sabia quem tinha sido o seu inventor. Como muita gente, julgava que ele era produto da evolução dum instrumento antigo mais simples. Gostei!


De mariaelisaramos@sapo.pt a 17 de Maio de 2006 às 19:15
Olá amigo Filipe!sobre o saxofone tenho a dizer,que é o instrumento que muito admiro,pois gosto de estar num lugar a onde se toca Musica Jaz,e porpociona um belo ambiente,para poder conversar com amigos e ouvir de fundo um bom Musico de Sax,pois tenho um colega que toca esse instrumento,e sabe! mas como não Paga para gravar pois não pode não é vedeta,mas a vida é assim só se dá valor ao que não presta,talvez um dia alguem consiga ouvir bem pois o nosso País anda muito virado para a Surdez!... beijos Amigo
Maria Elisa


De catboss a 10 de Março de 2008 às 10:19
Pois claro, para quem ainda não tinha dúvidas, o safoxone é definitivamente o melhor instrumento de todos =P

Eu comecei apenas à alguns mesinhos (6, para ser mais precisa) a aprender música e o saxofone alto foi, definitivamente, o instrumento que me tocou o coração. =) Portanto, não podem dizer que há portugueses que não dão vaor a este instrumento ;P


bjs e excelente post,

catboss


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites