Domingo, 2 de Abril de 2006

A Pintura


A pintura refere-se genericamente à técnica de aplicar pigmento em forma líquida a uma superfície bidimensional, a fim de colori-la, atribuindo-lhe matizes, tons e texturas.
 
Num sentido mais específico, é a Arte de pintar uma superfície, tais como papel, tela, ou uma parede (pintura mural ou de frescos).
 
Fresco ou Afresco é o nome dado a uma obra pictórica feita sobre parede, com base de gesso ou argamassa.
Assume, frequentemente a forma de mural.
 
A pintura é considerada por muitos como um dos suportes artísticos tradicionais mais importantes; muitas das obras de arte mais importantes do mundo, tais como a Mona Lisa, são pinturas.


A Mona Lisa de Leonardo da Vinci, exposta no museu do Louvre, é provavelmente a pintura mais conhecida do mundo
A Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, exposta no museu do Louvre,
é provavelmente a pintura mais conhecida do mundo



Mona Lisa (também conhecida como La Gioconda ou em, francês, La Joconde), é a mais notável e conhecida obra do pintor italiano Leonardo da Vinci. É nesta obra que o artista melhor concebeu a técnica do sfumato :


Detalhe do rosto da Mona Lisa em que a técnica do Sfumato pode ser observada. Reparar nos lábios e bochechas
Detalhe do rosto da Mona Lisa em que a técnica do Sfumato pode ser observada. Reparar nos lábios e bochechas


 
Sfumato  é um termo criado por Leonardo da Vinci  para se referir à técnica de pintura em que sucessivas camadas de cor são misturadas em diferentes gradientes de forma a passar ao olho humano a sensação de profundidade, forma e volume. Em particular, refere-se à mistura de matizes ou tons de um matiz de forma tão subtil que não ocorre uma transição abrupta entre eles. Em italiano, sfumato quer dizer "misturado" com conotações de "esfumaçado" e é derivado da palavra italiana referente à "fumaça". Leonardo descrevia o sfumato como "sem linhas ou limites, à maneira da fumaça". A partir de sua introdução à pintura no Renascimento, o sfumato passou a ser uma técnica universal de desenho e pintura, sendo ensinada como um conhecimento básico para estudantes de artes. Talvez o mais famoso exemplo da aplicação do sfumato seja o rosto da Mona Lisa.

A pintura diferencia-se do desenho pelo uso dos pigmentos líquidos e do uso constante da cor, enquanto aquele apropria-se principalmente de materiais secos.

 
Cor
 
O elemento fundamental da pintura é a cor. A relação formal entre as massas coloridas presentes numa obra constitui a sua estrutura fundamental, guiando o olhar do espectador e propondo-lhe sensações de calor, frio, profundidade, sombra, entre outros. Estas relações estão implícitas na maior parte das obras da História da Arte e a sua explicitação foi uma bandeira dos pintores abstractos.
 

História
 
A pintura é uma manifestação estética do ser humano que acompanha toda a sua história. Ainda que durante o período grego clássico não se tenha desenvolvido tanto quanto a escultura, a Pintura foi uma das principais formas de expressão dos povos medievais, do Renascimento e de praticamente todos os movimentos artísticos que existiram até à segunda metade do século XX.
 
A pintura tornou-se, a partir daí, um suporte secundário, frente à crise da arte moderna e ao advento de novos suportes, como as instalações, o vídeo, etc. Durante a década de 1980 assistiu-se a um breve revigorar.
 

Pintura figurativa e abstracta
 
Quando o artista pretende reproduzir no seu quadro uma realidade que lhe é familiar, como a sua realidade natural e sensível ou a sua realidade interna, a pintura é essencialmente a representação pictórica de um tema: é uma pintura figurativa. O tema pode ser uma paisagem (natural ou imaginada), uma natureza morta, uma cena mitológica ou quotidiana, mas independente disto a pintura manifestar-se-á como um conjunto de cores e luz. Esta foi praticamente a única abordagem dada ao problema em toda a arte ocidental até meados do início do século XX.
 
A partir das pesquisas de Paul Cézanne, os artistas começaram a perceber que era possível lidar com realidades que não necessariamente as externas, dialogando com características dos elementos que são próprios da pintura, como a cor, a luz e o desenho. Com o aprofundamento destas pesquisas, Wassily Kandinsky chegou à abstracção total em 1917. A pintura abstracta não procura retratar objectos ou paisagens, pois está inserida numa realidade própria.
 
A abstracção pode ser, porém, construída, manifestando-se numa realidade concreta, porém artificial. Esta foi a abordagem dos construtivistas e de movimentos similares. Já os expressionistas abstractos, como Jackson Pollock, não construíam a realidade, mas encontravam-na ao acaso. Este tipo de pintura abstracta resulta diametralmente oposta à primeira: enquanto aquela busca uma certa racionalidade e expressa apenas as relações estéticas do quadro, esta é normalmente caótica e expressa o instinto e sensações do artista quando da pintura da obra.


Arte abstracta 
Arte abstracta



A arte abstracta é geralmente entendida como uma forma de arte (especialmente nas artes visuais) que não representa objectos próprios da nossa realidade concreta exterior. Ao invés disso, faz uso das relações formais entre cores, linhas e superfícies para compor a realidade da obra, de uma maneira "não representacional". A expressão também pode ser usada para se referir especificamente à arte produzida no início do século XX por determinados movimentos e escolas que genericamente encaixam-se na arte moderna.
 
 
Técnica da Pintura
 
Enquanto técnica, a Pintura envolve um determinado meio de manifestação (a superfície onde ela será produzida) e um material para lidar com os pigmentos (os vários tipos de pincéis e tintas).
 
A escolha dos materiais e técnica adequadas está directamente ligada ao resultado final desejado para o trabalho como se pretende que ele seja entendido. Desta forma, a análise de qualquer obra artística passa pela identificação do suporte e da técnica utilizadas.
 
O suporte mais comum é a tela (normalmente uma superfície de madeira coberta por algum tipo de tecido), embora durante a Idade Média e o Renascimento o fresco tenha tido mais importância. É possível também usar o papel (embora seja muito pouco adequado à maior parte das tintas). Quanto aos materiais, a escolha é mais demorada e, normalmente, envolve uma preferência pessoal do pintor e a sua disponibilidade. Materiais comuns são: a tinta a óleo, a tinta acrílica, o guache e a aguarela. É também possível lidar com pastéis e lápis, embora estes materiais estejam mais identificados com o desenho.


Carl Larsson - A Pesca do Lagostim, aguarela, 1897 
Carl Larsson - A Pesca do Lagostim, aguarela, 1897



Aguarela
é uma técnica de pintura na qual os pigmentos se encontram suspensos ou dissolvidos em água. Os suportes utilizados na aguarela são muito variados, embora o mais comum seja o papel com elevada gramagem.
São também utilizados como suporte o papiro, casca de árvore, plástico, couro, tecido, madeira e tela.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


sinto-me: contemplativo
Temas:
Publicado por: Praia da Claridade às 00:00
Link do post | comentar
5 comentários:
De soaresesilva a 2 de Abril de 2006 às 14:07
Escolhestes uns belos exemplos dos diversos tipos de pintura e será difícil dizer de qual gosto mais. A pintura fascina-me em todos os seus aspectos. Ainda mais porque sou incapaz de rabiscar seja o que for numa tela...


De jo a 2 de Abril de 2006 às 21:30
A pintura fascina-me nas suas múltiplas formas e, nos meus tempos livres, pintalgo acrilico e óleo quanto posso. Adoro aguarelas, mas aí nem uma pincelada. Gostaria um dia de......


De vitor camilo goncalves a 7 de Agosto de 2008 às 20:16
é assim eu gosto muito de pintura especialmente de abstracta eu acho que todas aquelas pessoas que gostavam de ser pintores , ou são na sua cabeça, deviam seguir os seus sonhos. porque do que pintar não há melhore coisa que se pode fazer.


De Camelia a 23 de Junho de 2007 às 02:05
Uma Beleza..Gracis desde Madrid...


De jaqueline a 30 de Dezembro de 2008 às 12:23
as pinturas são mui belas e se nos percebemos que em cada traço tem um pouco de empolgação e mistério.


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites