Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2006

MECA: a cidade natal do profeta Maomé

Peregrino suplicando em Al Masjid Al Haram, Meca
Peregrino suplicando em Al Masjid Al Haram, Meca


Makkah ou Meca, em árabe Makka (Makka al-Mukkarama). No passado foi chamada de Makoraba. Situada a oeste da Península Arábica, é a capital do Hejaz. Tem cerca de 1.618 mil habitantes. Nela nasceu Maomé em 570. É a mais importante de todas as cidades santas do Islão, visitada todo o ano por numerosos peregrinos.

Antes que Maomé viesse a pregar o Islam, já era uma cidade santa, com vários lugares de importância religiosa. Dentre eles o mais importante é a Kaaba.

Kaaba (também conhecido como Ka'bah, Kabah ou Caaba) é uma construção que é reverenciada pelos muçulmanos, na mesquita sagrada de Al Masjid Al-Haram em Meca, e é considerado pelos devotos do Islão como o lugar mais sagrado do mundo.
Kaaba está localizada nas coordenadas  21°25'24"N e 39°49'24"E.

A Kaaba é uma construção cúbica de 15,24 m de altura e é cercada por muros de 10,67 m e 12,19 m de altura. Ela está permanentemente coberta por uma manta escura com bordados dourados que é regularmente substituída. No seu interior encontra-se a Hajar el Aswad (também chamada de "Pedra Negra"), uma pedra escura de cerca de 50 cm de diâmetro que é uma das relíquias mais sagradas do Islão. Ela é provavelmente o resto de um meteorito.

A Kaaba é o centro das peregrinações (hajj), e é para onde o devoto muçulmano se volta para as suas preces diárias (salat). É o lugar mais sagrado do Islão.

O primeiro registo histórico à cidade vem de Ptolomeu, geógrafo egípcio, no século II, que a chamava de Makoraba.

Em 1517 a cidade foi tomada pelos turcos, que a deixaram sob o domínio dos descendentes de Maomé e de seu genro Alí-ibn-Abi-Talib, até que no ano 1916 foram expulsos por Husayn ibn Alí, que mais tarde viria a ser o primeiro rei de al-Hijad.

Hajj  é o nome dado à peregrinação realizada à cidade santa de Meca pelos muçulmanos. É considerada como o último dos "Cinco Pilares do Islão" (arkan), sendo obrigatória pelo menos uma vez na vida para todo o muçulmano adulto, desde que este disponha dos meios económicos e goze de saúde. Cerca de dois milhões de pessoas de todos os pontos do planeta realizam anualmente o Hajj.

O Hajj só pode ser efectuada uma vez por ano, entre o oitavo e o décimo dia do mês de Dhu al-Hijja, o último mês do calendário islâmico.

Se a peregrinação a Meca ocorrer noutra altura do ano será chamada de Umra; é considerada uma boa acção, mas não substitui o Hajj.  A Umra é também conhecida como a "peregrinação menor". Difere em relação ao Hajj  ao nível dos ritos: a Umra  inclui apenas os ritos realizados na Grande Mesquita de Meca.


Liturgia do Hajj

A realização da peregrinação é antecedida pela manifestação do desejo de efectuá-la (niyya, "intenção"). Para esse efeito foram desenvolvidas fórmulas que proclamam essa intenção. A decisão de partir em peregrinação não deve prejudicar ninguém, caso contrário o Hajj  será inválido. O peregrino não deve contrair dívidas para fazer a viagem, não deve deixar dívidas por pagar e não deve deixar os membros da sua família sem recursos ou em situação desprotegida.

A partir do momento em que o peregrino se encontra a uma certa distância da cidade de Meca, deve proceder à entrada no estado de ihram  ("sacralização", estado sagrado), que consiste em vestir a roupa (iharam) que usará durante a celebração dos rituais: duas peças de tecido brancas não cosidas e sandálias igualmente não cosidas. Enquanto permanecer no estado ihram o peregrino não deve cortar o cabelo, cortar as unhas, usar perfumes, matar animais, envolver-se em discussões ou lutas, manter relações sexuais ou contrair matrimónio. O peregrino volta outra vez a proclamar a sua intenção em efectuar o Hajj.

Depois de entrar na Grande Mesquita de Meca o peregrino efectua o tawaf, que consiste em realizar sete voltas à Kaaba no sentido contrário aos ponteiros do relógio (cada volta é chamada de shawt, sete ashwat constituem o tawaf ). Durante as sete voltas o muçulmano efectua orações. As primeiras três voltas devem ser efectuadas a um passo mais acelerado.

De seguida, o peregrino procede à prática do sa´ee  (ou sa´y, "deambulação") percorrendo um corredor entre os montículos de Safá (Safa) e Meruá (Marwa), ainda dentro da mesquita, de novo sete vezes. Este acto recorda o desespero de Agar, mulher de Abraão, quando procurava água para o seu filho Ismael entre aqueles dois pontos. Os peregrinos podem também beber um pouco da água do poço de Zamzam, que se encontra na mesquita e que salvou Agar e o seu filho.

O peregrino recita depois o talbiya, uma oração na qual declara que faz o Hajj  unicamente em honra de Deus.

Depois do pôr-do-sol os peregrinos dirigem-se para Mina, um local perto de Meca, onde acampam e passam a noite. Devem aqui realizar as suas orações. Termina aqui o primeiro dia do Hajj.

No dia seguinte (dia 9 do mês de Dhu al-Hijja ), os peregrinos deixam Mina em direcção a Arafat, um local habitualmente referido como um monte, mas que na realidade é uma planície a cerca de 20 km de Meca. Uma vez em Arafat o dia é consagrado à oração, à leitura do Alcorão e ao pedido de perdão a Deus pelos pecados cometidos. O peregrino chegou ao ponto alto do Hajj.

Após o pôr-do-sol os peregrinos dispersam, abandonando Arafat em direcção a Muzdalifah. Em Muzdalifah fazem a oração da noite e lá deverão passar a noite em tendas. Durante a noite recolhem-se pequenas pedras que serão usadas num ritual do dia seguinte. Antes do nascer do sol parte-se para Mina.

Em Mina os peregrinos atiram sete pedras contra três bétilos (pedras que eram adoradas como divindades nos tempos pré-islâmicos). A maior delas, Jamarat al-Kubra, representa hoje Satanás. O acto tem como simbologia o desejo de se renunciar ao mal e exaltar o Deus único. Cada peregrino deve depois sacrificar um animal (um carneiro ou um bode). Os ritos terminam com o início de um festival de três dias que celebra o fim do Hajj, o Eid al-Adha  ("Festa do Sacrifício"). Uma vez que é impossível consumir toda a carne que resultou de cada um dos sacrifícios, as autoridades locais desenvolveram complexos de tratamento das carnes para serem mais tarde distribuídas pelos mais necessitados. Em Mina os peregrinos podem retirar os trajes que usaram durante os rituais.

Por último, o peregrino deve efectuar um tawaf  e um sa´ee  finais antes de se despedir de Meca. Todo o homem ou mulher que efectuou o Hajj  é chamado de hajji  ou hajja,  respectivamente, alcançado um estatuto de respeito na comunidade e na família.

Alguns peregrinos aproveitam a ocasião para se deslocarem à cidade de Medina, onde se encontra o túmulo do profeta Maomé.

Mesquita do Profeta, em Medina; nela fica a tumba onde Maomé foi enterrado
Mesquita do Profeta, em Medina; nela fica a tumba onde Maomé foi enterrado


Medina (al-Madinah em árabe) é uma cidade da Arábia Saudita. Localiza-se no oeste do país, no Hejaz. Tem cerca de 855 mil habitantes. É uma das cidades santas do islamismo. Até 622, quando o profeta Maomé entrou na cidade, designou-se Yathrib.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Publicado por: Praia da Claridade às 00:08
Link do post | comentar
4 comentários:
De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 15:33
Olá amigo Filipe,muito bom o seu artigo sobre Meca,pois com os dias a correm,não sei se dias melhores virão para o Médio Oriente,pois já sera horas de eles terem Paz e Esperança,mas não vejo dias melhores inflizmente a ver vamos Beijos ElisaMaria Elisa
</a>
(mailto:mariaelisaramos@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 00:21
Magnifico artigo e vem em muito boa altura, pois adivinam-se maus dias para o oriente. O ecumenismo devia ser uma preocupação de todos os que professam uma religião.jo
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:mjoaojara@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 20:07
ola filipe. mudaste o visual. esta bonito. colocaste o indice. formidavel. e as fotos estao giras.a tua dedicaçao é incansavel. abraço da leonoretaleonoretta
(http://leonoretta. blogspot. com)
(mailto:eximproviso@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 12:22
Muito interessante e completa esta descrição da peregrinação a Meca e de todos os rituais que a constituem. Devíamos conhecer melhor a religião dos outros povos para assim nos compreendermos.
Perante os acontecimentos terríveis que acontecem durante estas peregrinações com cada vez mais gente, era altura das autoridades "modernizarem" o esquema de entradas e saídas dos diversos locais sagrados para se evitarem as aglomerações. Difícil porque são milhões que aki se deslocam todos os anos.
Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


Comentar Artigo

FILIPE FREITAS

Pesquisar neste blog

 

Figueira da Foz
PORTUGAL




Os meus outros cantinhos
Clique nas duas imagens:
 



  Clique na imagem seguinte
        para ver o vídeo do

    Mar da Figueira da Foz


       Fonte Luminosa
       Figueira da Foz

      
Video: Filipe Freitas



SELO da minha Praia
..... pode levá-lo .....




Músicas



PRAIA da CLARIDADE nasceu em:

30/Janeiro/2005

Os 50 Artigos mais Recentes

Batalha da Roliça

Revolução dos Cravos

Massacre de Lisboa de 150...

O Alasca foi vendido

Páscoa: este ano é muito ...

Feliz Dia de São Valentim...

Padre António Vieira

Centenário do Regicídio d...

Descoberta da Vacina

Daguerreótipo

Feliz Ano de 2008 !

Lua Azul

Fossa das Marianas

Flor-do-Natal

Calçada da Fama

Beatriz Costa

Frank Sinatra

Tubarão-touro

Miguel de Vasconcelos

Restauração da Independên...

Egas Moniz

Maiores campos de gelo e ...

Tumba de Herodes

A Bela Adormecida na Figu...

Bola de ténis

Qual a cidade mais fria d...

Tautologia

O maior grupo de lagos de...

Macaronésia

Chuva de estrelas

Erupções vulcânicas

Lenda de São Martinho

Mário Viegas

Muro de Berlim

Libelinha

Castanhas

Falha de Santo André

Quinze anos ao telemóvel

Fotografia Aérea com Papa...

Chuva de animais

Pseudo-fruto

Elevador da Glória

1.º avião do mundo

Maçã

Funicular

Amistad

Turbante

O primeiro satélite artif...

José Hermano Saraiva

Masseiras

Arquivos Mensais

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Temas

acidentes

açores

actores

alimentação

ambiente

animais

arquitectura

artes

astrologia

astronáutica

astronomia

aves

aviação

brasil

cantinhos de portugal

cantores

capitais

ciências ocultas

civilizações

crustáceos

culinária

curiosidades

desportos

electrónica

energia

fenómenos

festividades

figueira da foz

filosofia

geografia

guerra

história de portugal

história mundial

humor

informática

insectos

lazer

lisboa

literatura

locais sagrados

madeira

máquinas

mar

medicina

medicina natural

mistérios

monumentos

música

natureza

oceanos

palácios

peixes

pensamentos

pessoas célebres

poemas

poetas

religião

relíquias

rios

saúde

superstições

tecnologias

tradições

transportes

turismo

união europeia

todas as tags

Hora e Temperatura locais (clique, veja a sua zona)

Click for Coimbra, Portugal Forecast

........ Anjo da Paz ........

Anjo da PAZ

Blogues Amigos



À Beira Mar


A Iluminura


A Magia das Palavras


A Papoila


A Serpente Emplumada


Acerca do Mundo


Amicus Ficaria


Ana Luar


Arodla 2006


As the world turns


Barão da Tróia


Bella Mistura


Bióloga Poetisa


Blog da Berenice


Blog da Dalva


Blog das Trevas


Blogamizade


Blog Blogs SAPO


Boanova


Cantinho da Florinda


Cantinho da TiBéu


Canto da Conchita


Chica Ilhéu - Açores


Chuviscos


Cidália Santos


Competências


Confraria das Bifanas


Continua a Sorrir


Dador de Madula Óssea


Deixa-me !...


Doença de Parkinson


Domínio dos Anjos


Dreamers of the Night


Ecos do Tempo


Escrevinhando com o Coração


Eterna Parte de Mim


Evasões Bárbaras


Ex-Improviso


Fadinha Arodla


Fallen Angel - Marisocas


Fátima Cidade de Acolhimento


Floresta de Lórien


FLP - Aloé Vera


Formas & Meios


Formiguinha Atómica


Gatinhos Voadores


Ideias e Ideais - Terceira


Isis


Janela Aberta


José Lessa


Lua e Estrela


Mar y Sol


Menina Marota


Momentos a Dois


Mudar o Template


Noites do Amanhecer


O Atónito


O Estrelado


O PALHETAS -Figueira da Foz-


O Sal da Nossa Pele


O Sino da Aldeia


O Teu Doce Olhar


Paraquedista


Paredes de Coura


Parkinson Campinas


PAVANN


Por Terras do Rei Wamba


Princesa do Mar


Putoreguila


Quinto Poder


Rumo ao Sul


Sabor Latino


Sabor da Cozinha


Segunda Vida


Sem Imaginação


Sentimentos


Som & Tom


Sombreiro


Terena, vila Alentejana


Uma caracol falante


Virtual Realidade






Utilitários



FIGUEIRA DA FOZ
on-line

O seu browser não suporta flash. Necessita instalar o "plug-in".



Meteorologia




Portal dos Sites